Aquecimento UFC Las Vegas 48: Relembre todas as vitórias de Johnny Walker no Ultimate

Para apagar a má-impressão deixada no duelo contra Thiago Marreta, o SUPER LUTAS lembra o leitor de todos os triunfos do atleta carioca com as luvas do Ultimate

J. Walker volta ao octógono no UFC Las Vegas 48. Foto: Reprodução/Instagram @johhnywalker

Em sua primeira luta principal no Ultimate, Johnny Walker entregou um combate decepcionante contra o seu compatriota Thiago Marreta. Porém, não foi através de duelos entediantes que o meio-pesado (até 93kg) brasileiro ganhou destaque dentro da organização. Fazendo um aquecimento para o UFC Las Vegas 48, o SUPER LUTAS relembra o leitor de todas as vitórias do atleta carioca no octógono mais famoso do mundo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em agosto de 2018, Johnny participou do reality show ‘Contender Series’ para lutar por uma vaga no plantel da organização. Diante do seu compatriota Luiz Henrique ‘Frankestein’, Walker saiu vencedor na decisão unânime dos juízes e garantiu o seu contrato com a maior empresa de MMA do mundo.

A ESTREIA

PUBLICIDADE:

A estreia de Walker no Ultimate foi avassaladora. No UFC Buenos Aires, que aconteceu em novembro de 2018, o brasileiro nocauteou de forma fulminante o norte-americano Khalil Rountree em menos de 2 minutos de combate. Fazendo valer a sua maior envergadura, o atleta tupiniquim abusou das cotoveladas no clinch para levar o seu rival à lona e sair vitorioso.

Pouco menos de três meses depois, Walker voltava ao octógono, dessa vez, para enfrentar Justin Ledet. Um dos integrantes do card do UFC Fortaleza, o atleta carioca precisou de apenas 15 segundos para bater o seu segundo rival na empresa. Com apenas um golpe rodado, Ledet foi ao solo e o brasileiro precisou de poucos golpes antes da interrupção do juiz.

PUBLICIDADE:

Com dois nocautes rápidos em duas lutas, o brasileiro ganhou grande destaque na organização e foi escalado para o primeiro evento numerado de sua carreira. Porém, no UFC 235, diante de Misha Cirkunov, o cenário foi o mesmo de seus confrontos anteriores. Com apenas 36 segundos, o carioca acertou uma espetacular joelhada voadora no seu adversário e o mandou à nocaute de forma avassaladora.

PUBLICIDADE:

A ‘TURBULÊNCIA’

C. Anderson tirou a invencibilidade de J. Walker no UFC Foto: Instagram/@ufc

Com três vitórias seguidas sem pelo menos passar do primeiro round, Walker encarou (e parou) no seu principal desafio na organização até então. Diante do afiado wrestling do ‘porteiro’ Corey Anderson,  o brasileiro não conseguiu desenvolver a sua trocação e sofreu do próprio veneno ao ser nocauteado ainda na etapa inicial. Cerca de quatro meses após a derrota para Anderson, Johnny foi anulado por Nikita Krylov e foi derrotado na decisão unânime dos juízes.

O RETORNO AS VITÓRIAS

No UFC Las Vegas 11, diante de Ryan Spann, Johnny Walker lavou a alma e se recuperou da sequência ruim que vinha enfrentando na carreira. Com o seu ‘método tradicional’ ,o lutador de Belford Roxo (RJ) conseguiu mais um nocaute no primeiro round e voltou a ser destaque na divisão dos meio-pesados (até 93kg).

Com os holofotes novamente voltados para si, Jhonny conseguiu sua primeira luta principal da carreira. Diante do também nocauteador Thiago Marreta, o duelo decepcionou os fãs de MMA e após 25 minutos de pouca ação, o ex-desafiante da divisão saiu vitorioso.

Para apagar a má impressão deixada em seu último duelo, Walker terá o desafio de enfrentar o também perigoso Jamahal Hill. O confronto encabeçará o UFC Las Vegas 48, que acontecerá no próximo sábado (19). O espetáculo será realizado no Apex, em Las Vegas (EUA).

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano