AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Luana Dread vai mal e acaba desacordada com nocaute brutal diante de Molly McCann no UFC Londres

Brasileira tem performance apagada e sucumbe diante de show de inglesa, que amplia bom momento no peso mosca

L. Dread foi brutalmente nocauteada por M. McCann no UFC Londres. Foto: Reprodução/Instagram

Anticlímax para o Brasil. Única representante tupiniquim no UFC Londres, realizado neste sábado (19), na Inglaterra, Luana Dread foi vítima de um dos nocautes mais duros da temporada 2022 do Ultimate. Adversária de Molly McCann no fim de semana, a paulista não conseguiu colocar a estratégia em jogo e acabou superada de forma assustadora no terceiro round de confronto, com uma cotovelada giratória.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a derrota, Luana acabou não conseguindo ampliar o bom momento na organização. Representante dos moscas (até 56,7kg.), a brasileira somava dois triunfos consecutivos, mas, agora, tem três tropeços nas últimas cinco lutas.

Atleta ‘da casa’, Molly teve performance dominante do início ao fim. Com mãos afiadas, a inglesa balançou Dread por algumas vezes durante o embate. A atuação de gala foi coroada com um nocaute brutal no card principal.

PUBLICIDADE:

O triunfo de McCann fez com que a combatente chegasse à sua terceira vitória consecutiva na divisão. Agora, a lutadora se aproxima do top 15 do grupo liderado por Valentina Shevchenko.

A luta

O confronto começou com McCann lançando o primeiro golpe, com um chute baixo. A brasileira respondeu com um chute alto. Na sequência, a inglesa surpreendeu Luana com uma combinação de socos, que balançou Dread. A paulista tentava resistir, mas Molly não dava espaço. A tupiniquim foi para a luta agarrada e buscava ‘esfriar’ o momento. McCann conseguiu se desvencilhar e voltou a agredir a brasileira com um cruzado, que entrou limpo no rosto de Luana. A inglesa seguia mais agressiva, e Dread não conseguia se encontrar no confronto. No minuto final, Molly voltou a castigar a brasileira, que tentava sobreviver à adversária. Luana voltou para a luta agarrada. McCann voltou a se desvencilhar e seguiu golpeando, até que o round acabou.

PUBLICIDADE:

Na segunda etapa, a brasileira foi logo para o clinch. Molly conseguiu se afastar e caminhava para frente. Luana lançava ataques, mas os golpes paravam na guarda da inglesa. McCann conseguiu encurtar e, na sequência, derrubou a tupiniquim. Por baixo, Dread tentava anular as investidas da inglesa e ensaiava uma finalização. Perto do minuto final, o árbitro fez com que as atletas ficassem de pé pela falta de combatividade. No retorno, Luana partiu para o clinch e lançava joelhadas na linha de cintura da oponente. Perto de acabar a etapa, Molly aplicou uma bela queda na tupiniquim, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O último assalto começou com as atletas partindo para a trocação franca. Com o confronto truncado, as atletas passaram a disputar o confronto nas grades. Passado pouco mais de um minuto, a inglesa encaixou uma sequência de jabs e diretos, que tocaram o rosto de Luana. A brasileira tentou responder, mas acabou recebendo uma cotovelada giratória brutal, que levou a tupiniquim a nocaute imediato.

Resultados do UFC Londres

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120,2kg.): Tom Aspinall finalizou Alexander Volkov com uma kimura a 3m45s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Arnold Allen derrotou Dan Hooker por nocaute técnico a 2m33s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Paddy Pimblett finalizou Rodrigo Vargas com um mata-leão a 3m29s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Gunnar Nelson derrotou Takashi Sato na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Molly McCann derrotou Luana Dread por nocaute a 1m52s do R3

Peso leve (até 70,3kg.): Ilia Topuria derrotou Jai Herbert por nocaute a 1m07s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.): Makwan Amirkhani derrotou Mike Grundy por finalização (triângulo de mão) aos 57s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Sergei Pavlovich derrotou Shamil Abdurakhimov por nocaute técnico a 4m03s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Paul Craig finalizou Nikita Krylov com um triângulo a 3m57s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Jack Shore derrotou Timur Valiev na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28,29-27)

Peso palha (até 52,1kg.): Elise Reed derrotou Cory McKenna na decisão dividida dos juízes (27-30, 29-28,29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Muhammad Mokaev derrotou Cody Durden por finalização (guilhotina) aos 58s do R1

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano