Renan Barão nocauteia Wineland e manda recado para Dominick Cruz: ‘Esse cinturão é meu’

Com chute rodado espetacular, brasileiro defendeu pela segunda vez o cinturão interino dos galos e mandou recado para o campeão linear

Renan Barao cinturaoCom direito a show, Renan Barão comprovou neste sábado porque é o campeão interino dos pesos galos. Na segunda luta mais importante do UFC 165, evento realizado neste sábado (21), em Toronto, o brasileiro nocauteou Eddie Wineland e defendeu com sucesso o cinturão interino da divisão de até 61,2 kg. Agora, ele aguarda a recuperação do lesionado Dominick Cruz, campeão linear da categoria, para unificar os títulos.

A luta

O combate contra Eddie Wineland começou equilibrado. O norte-americano encontrou uma boa distância e caminhava para frente durante todo o tempo, forçando o brasileiro a andar para trás e não soltar seu jogo. O potiguar ainda tentou uma queda, mas não teve sucesso. Porém, se o primeiro round foi disputado, o segundo foi de show tupiniquim.

LEIAJones sofre, mas vence Gustafsson e defende cinturão

Assim que o duelo recomeçou Renan caminhou pra cima do rival. Com um chute rodado espetacular, que conectou no queixo de Wineland, o brasileiro conseguiu o knockdown. Sem perder tempo, ele conectou mais dois socos no chão e chegou ao nocaute.

MAISWilson Reis e Michel Trator vencem no card preliminar

Empolgado após o triunfo, Barão afirmou que aguarda Dominick para a unificação dos títulos. “Que venha Dominick Cruz, que venha quem quiser. Esse cinturão é meu”, afirmou um empolgado campeão.

Schaub apaga Mitrione

No duelo de pesos pesados do show, melhor Brendan Schaub. No combate diante de Matt Mitrione, o norte-americano  iniciou uma troca franca de golpes no primeiro round e levantou o público.

Schaub encaixou uma boa sequência de socos que acertaram Mitrione. Apesar disso, Matt riu dos golpes conectados por Brendan e acabou derrubado. No solo, o faixa-marrom de jiu-jitsu encaixou um triângulo de mão e apagou o oponente.

Confira abaixo os resultados do UFC 165:

Card principal 

Jon Jones derrotou Alexander Gustafsson na decisão unânime dos juízes;

Renan Barão derrotou  Eddie Wineland por nocaute no R2;

Brendan Schaub finalizou Matt Mitrione com um triângulo de mão no R1;

Francis Carmont derrotou Costa Philippou na decisão unânime dos juízes;

Khabib Nurmagomedov derrotou Pat Healy na decisão unânime dos juízes;

Card preliminar

Myles Jury derrotou Mike Ricci na decisão dividida dos juízes;

Wilson Reis derrotou Ivan Menjivar na decisão unânime dos juízes;

Stephen Thopmson derrotou Chris Clements por nocaute técnico no R2;

Mitch Gagnon finalizou Dustin Kimura com uma guilhotina no R1;

John Makdessi derrotou Renee Forte por nocaute no R1;

 Michel Trator derrotou Jesse Ronson na decisão dividida dos juízes;

Alex Caceres derrotou Roland Delorme na decisão dividida dos juízes;

Daniel Omielanczuk derrotou Nandor Guelmino por nocaute no R3;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário