Veterana vence após quase cinco anos e aposenta adversária no UFC Las Vegas 56

Karolina Kowalkiewicz finaliza com um mata-leão e quebra série de cinco derrotas; Felice Herrig anuncia aposentadoria após 20 anos de carreira

K. Kowalkiewicz (dir.) finalizou F. Herrig (esq.) no UFC Vegas 56. Foto: Reprodução/Instagram

No encerramento do card preliminar, em luta válida pela divisão das palhas (até 52,1kg.), Karolina Kowalkiewicz e Felice Herrig mediram forças no UFC Las Vegas 56 deste sábado (4). A polonesa foi superior e finalizou no segundo round, enquanto que a norte-americana deixou as luvas no octógono e anunciou aposentadoria.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Foi uma honra estar no UFC por oito anos e lutar por 20 anos. Eu tive duas cirurgias sérias e não queria terminar assim (…). Eu queria poder superar tudo isso e voltar no meu melhor nível. A energia estava ótima, mas eu sabia que, se eu me sentisse mal, seria minha última luta. É triste, mas chegou a hora de me aposentar”, disse a atleta, que abandona o esporte aos 37 anos.

Herrig viveu seu auge na carreira em 2016, quando emplacou uma sequência de quatro vitórias seguidas sobre nomes como Alexa Grasso e Justine Kish. Na sequência, no entanto, sofreu quatro reveses em série e optou por deixar o esporte com um cartel de 14 resultados positivos e dez negativos.

PUBLICIDADE:

Já Kowalkiewicz, por sua vez, está de volta. Depois de mais de cinco anos, a polonesa chegou em sua 12ª vitória e respira aliviada por quebrar a quarta pior série sem vitórias da história da organização. Ela também tem sete derrotas.

A Luta

No primeiro assalto, Herrig tentava colocar o combate para baixo e via Kowalkiewicz fazer a defesa, bem como trabalhar bons golpes na trocação. A polonesa voltou ainda melhor no segundo round, aplicou boas cotoveladas na luta agarrada e fez a transição para o mata-leão até a desistência da norte-americana. Com o triunfo, ela chorou no octógono.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC Las Vegas 56

CARD PRINCIPAL

PUBLICIDADE:

Peso pesado (até 120,2kg.): Alexander Volkov derrotou Jairzinho Rozenstruik por nocaute técnico a 2m12s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Movsar Evloev derrotou Dan Ige na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Lucas Almeida derrotou Mike Trizano por nocaute técnico a 55seg. do R3

Peso mosca (até 56,7kg.): Karine Silva finalizou Poliana Botelho com um triângulo de mão a 4m55s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Ode Osbourne derrotou Zarrukh Adashev por nocaute a 1m01s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Alonzo Menifield derrotou Askar Mozharov por nocaute técnico a 4m40s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso palha (até 52,1kg.): Karolina Kowalkiewicz finalizou Felice Herrig com um mata-leão a 4m01s do R2;

Peso leve (até 70,3kg.): Joe Solecki derrotou Alex Leko na decisão majoritária dos juízes ( 28-27, 28-28, 29-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Damon Jackson derrotou Daniel Argueta na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Benoit St. Denis finalizou Niklas Stolze com um mata-leão a 1m32s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Tony Gravely derrotou Johnny Muñoz por nocaute a 1m08s do R1;

Peso mosca (até 56,7kg.): Jeff Molina derrotou Zhalgas Zhumagulov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Rinat Fakhretdinov derrotou Andreas Michailidis na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-26)

Peso mosca (até 56,7kg.): Erin Blanchifield finalizou JJ Aldrich com uma guilhotina a 2m38s do R2

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano