Em luta morna no UFC 276, Israel Adesanya passa por Jared Cannonier e defende cinturão pela quinta vez

Nigeriano faz luta estratégica, supera desafiante por pontos após cinco rounds e se mantém como campeão dos médios

I. Adesanya superou J. Cannonier no UFC 276. Foto: Reprodução/Instagram

Não brilhou, mas levou. Na luta principal do grandioso UFC 276, realizado neste sábado (2), em Las Vegas (EUA), Israel Adesanya não teve atuação de gala, mas foi capaz de fazer uma luta segura contra Jared Cannonier. Após 25 minutos de disputa, o nigeriano foi confirmado como vencedor na decisão unânime dos juízes e defendeu o cinturão dos médios (até 83,9kg.).

PUBLICIDADE:

Com o resultado, Adesanya amplia sua invencibilidade na divisão. Além de nunca ter amargado um revés na categoria, o atleta atinge a marca de cinco defesas de título.

Veja Também

Responsável por tentar ‘estragar a festa’ do nigeriano, Cannonier teve atuação tímida. O desafiante pouco ameaçou o adversário e não conseguiu realizar o sonho de assumir o trono dos médios.

PUBLICIDADE:

Em entrevista após o triunfo, Adesanya mandou um recado a Alex Poatan, seu algoz por duas vezes no tempo de kickboxing. Em tom de ‘ameaça’, o atleta afirmou que, em eventual terceira luta, o revés não se repetirá.

A luta

O confronto começou com Adesanya tomando a iniciativa com um chute baixo, respondido na mesma moeda pelo desafiante. O campeão seguiu minando a base do adversário, enquanto Jared economizava nos ataques. Perto da metade da etapa, Israel lançou um chute alto, mas a investida parou na guarda do oponente. Com o passar do tempo, a luta era estudada, com os protagonistas evitando ao máximo um erro fatal. Nos segundos finais, o campeão conectou um direto no rosto do oponente, mas não havia mais tempo.

No segundo round, o primeiro ataque foi de Cannonier, que chutou baixo. Adesanya caminhava para frente e pontuava com jabs e diretos. Passado pouco mais de um minuto, Israel desequilibrou o adversário com um chute baixo. Após dois minutos, Jared agrediu o nigeriano com um direto, seguido de um chute alto. No minuto final, Adesanya começou a se soltar e agredia com jabs e chutes baixos. Cannonier respondeu com um ataque na base do campeão, mas o cronômetro zerou.

PUBLICIDADE:

O terceiro assalto começou com Adesanya lançando o primeiro golpe, com uma combinação de chutes. Com um direto, Cannonier assustou, mas o nigeriano não se expunha. Ainda no primeiro minuto, Jared buscou uma queda, mas o campeão se defendeu bem. Restando três minutos, Cannonier partiu para o clinch e pressionava o adversário contra as grades. Israel fez força e conseguiu se desvencilhar. Os minutos passavam e o desafiante lançava ataques, mas Adesanya estava afiado nas esquivas. No minuto final, Jared votou a pressionar no clinch, mas sem contundência. Nos segundos finais, Israel se livrou do oponente, mas o tempo acabou.

No quarto round, os lutadores ensaiaram uma trocação franca no centro do octógono. Com um jab, o campeão obrigou o desafiante a caminhar para trás. Na metade da etapa, assim como no assalto anterior, Cannonier foi para o clinch e pressionava o campeão contra as grades. Novamente, o nigeriano se desvencilhou. Jared voltou a encurtar a distância, e se agarrava a Adesanya. Contra as grades, o dono do cinturão tentava se desvencilhar. Nos segundos finais, os atletas se estudavam no centro do octógono.

PUBLICIDADE:

Nos segundos iniciais do último round, Jared partiu para cima e lançou uma sequência de socos na direção do campeão. Adesanya se protegia e atuava no contragolpe. Na metade da etapa, Adesanya se movimentava pelo octógono e tentava confundir o adversário. Cannonier voltou a buscar o clinch e pressionava o nigeriano nas grades, mas sem contundência. Perto do minuto final, o campeão conseguiu se afastar. Jared partiu para cima e assustou o nigeriano com um direto limpo no rosto. Nos segundos finais, Adesanya partiu para cima com uma sequência de jab e direto. A luta acabou sem muita ação entre os combatentes.

Estatísticas do UFC 276

Resultados do UFC 276

CARD PRINCIPAL

Peso médio (até 83,9kg.): Israel Adesanya derrotou Jared Cannonier na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso pena: Alexander Volkanovski derrotou Max Holloway na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Alex Poatan derrotou Sean Strickland por nocaute aos 2m36s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Bryan Barberena derrotou Robbie Lawler por nocaute técnico a 4m47s do R2

Peso galo (até 62,1kg.): Pedro Munhoz x Sean O’Malley terminou ‘Sem Resultado’ após golpe ilegal

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner derrotou Brad Riddell por finalização (guilhotina) aos 45s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Jim Miller finalizou Donald Cerrone com uma guilhotina a 1m32s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Ian Garry derrotou Gabe Green na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Dricus Du Plessis derrotou Brad Tavares na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): André Sergipano derrotou Uriah Hall na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 52,1kg.): Maycee Barber derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Julija Stoliarenko derrotou Jéssica Rose-Clark por finalização (chave de braço) aos 42s do R1

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC