Alex Poatan massacra Sean Strickland com nocaute brutal no UFC 276 e se aproxima de disputa de cinturão

Brasileiro volta a dar show de trocação e mantém invencibilidade dentro do Ultimate; atleta pode lutar pelo título dos médios na sequência

A. Poatan (esq.) atropelou S. Strickland (dir.) no UFC 276. Foto: Reprodução/Instagram

Não deu nem para suar. Em aguardada luta no UFC 276, realizado neste sábado (2), em Las Vegas (EUA), Alex Poatan deu um verdadeiro show. Adversário de Sean Strickland, o brasileiro fez valer sua trocação de excelência e massacrou o ‘bad boy’ ainda no primeiro round. Afiado na luta em pé, o triunfo veio com um duro nocaute (clique aqui para assistir o vídeo do nocaute).

PUBLICIDADE:

Com o resultado, Alex chega oficialmente ao top 5 do peso médio (até 83,9kg.). Na semana do confronto, o presidente do Ultimate, Dana White, chegou a garantir que, em caso de resultado positivo, o paulista poderia se tornar o próximo desafiante ao cinturão.

Veja Também

Atropelado por Poatan, Strickland não foi capaz de conter a agressividade do tupiniquim. Com o revés, o norte-americano sofre seu primeiro revés desde sua chegada na categoria até 83,9kg.

PUBLICIDADE:

Em entrevista no octógono, o brasileiro pediu para que a plateia torcesse para o campeão Israel Adesanya, outra estrela do UFC 276. Os lutadores já se enfrentaram em duas ocasiões nos tempos de kickboxing, com dois triunfos do brasileiro.

Agora, os combatentes podem realizar uma trilogia, desta vez, nas regras do MMA.

A luta

O confronto começou com Poatan tomando a iniciativa com uma sequência de chutes. O brasileiro insistia no ataque com os pés, enquanto o norte-americano economizava nos golpes. Alex seguia mais ativo no embate, controlando a distância e tentando intimidar o adversário. Embora caminhasse para frente, Strickland se mostrava ‘tímido’ no embate. Na metade do round, Poatan conectou dois cruzados limpos no rosto do norte-americano, que desabou. Percebendo a condição do ‘bad boy’, o árbitro interrompeu o embate.

PUBLICIDADE:

Estatísticas do UFC 276

Resultados do UFC 276

CARD PRINCIPAL

PUBLICIDADE:

Peso médio (até 83,9kg.): Israel Adesanya derrotou Jared Cannonier na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso pena: Alexander Volkanovski derrotou Max Holloway na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Alex Poatan derrotou Sean Strickland por nocaute aos 2m36s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Bryan Barberena derrotou Robbie Lawler por nocaute técnico a 4m47s do R2

Peso galo (até 62,1kg.): Pedro Munhoz x Sean O’Malley terminou ‘Sem Resultado’ após golpe ilegal

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner derrotou Brad Riddell por finalização (guilhotina) aos 45s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Jim Miller finalizou Donald Cerrone com uma guilhotina a 1m32s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Ian Garry derrotou Gabe Green na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Dricus Du Plessis derrotou Brad Tavares na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): André Sergipano derrotou Uriah Hall na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 52,1kg.): Maycee Barber derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Julija Stoliarenko derrotou Jéssica Rose-Clark por finalização (chave de braço) aos 42s do R1

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC