Tim Kennedy apaga Sapo e levanta torcida militar no UFC Fight for the Troops

Apesar do bom início do brasileiro, norte-americano acertou um potente overhand no brasileiro para vencer a luta

T. Kennedy derrotou R. Sapo por nocaute. Foto: Esther Lin

T. Kennedy derrotou R. Sapo por nocaute. Foto: Esther Lin

Rafael Sapo tinha uma missão pela frente: derrotar Tim Kennedy, ex-atirador do exercito norte-americano, dentro de uma base militar dos Estados Unidos. E apesar de um bom começo na luta, o brasileiro foi surpreendido por um golpe de esquerda no final do primeiro round e acabou nocauteado. O combate foi a atração principal do do UFC Fight for the Troops 3,  também chamado de UFC Fight Night 31, evento realizado na noite desta quarta-feira (06), em Fort Campbell, nos Estados Unidos.

A luta

Chamado apenas 30 dias antes da luta, Rafael Sapo começou o duelo surpreendendo o norte-americano. Com boa movimentação na luta em pé, o brasileiro se esquiva dos ataques de Tim Kennedy e acertava os melhores golpes com bonitas combinações. Sapo ainda conseguiu uma queda no primeiro round, mas não conseguiu manter o rival no chão.

Apesar do controle no primeiro assalto, o atleta mineiro era constantemente alertado por sua equipe sobre a guarda baixa. E o castigo chegou para o mineiro nos momentos finais da parcial.

Faltando 20 segundos para o fim do round, Tim Kennedy encurtou a distância, aproveitou a guarda baixa do brasileiro e encaixou o potente golpe de esquerda. Sapo foi ao chão e o norte-americano apenas acertou mais um soco para encerrar a disputa, nocauteando Rafael.

O resultado marcou a segunda vitória consecutiva de Kennedy diante de um brasileiro – anteriormente ele já havia derrotado Roger Gracie em sua estreia no UFC – e uma quebra de três triunfos em série de Sapo.

Cubano supera Ronny de virada

Ronny Markes conheceu sua primeira derrota dentro do UFC. Mas antes do revés, o potiguar até começou melhor a luta diante de Yoel Romero. O brasileiro encontrou a distância nos primeiros momentos e acertou alguns golpes no rival. Além disso, Ronny aproveitou o bom momento e colocou o cubano no chão, mas Romero conseguiu se levantar e manter a disputa na trocação.

Em desvantagem na primeira parcial, Yoel Romero virou o jogo a partir do segundo round. O cubano voltou com moral na luta, se esquivou das tentativas de queda do brasileiro e soltou potentes golpes contra o rosto de de Ronny.

Com confiança na disputa, Romero abaixou a guarda e abria os braços sempre que um golpe do brasileiro era acertado. Markes pareceu sentir as provocações e não se encontrou no combate.

Assim como havia feito no segundo round, Yoel marcou a entrada com dois chutes nas pernas de Markes e encerrou a peleja com um golpe de boxe. A entrada de direita acertou no queixo do atleta tupiniquim que já caiu nocauteado.

Confira abaixo os resultados do card preliminar do UFC Fight for the Troops 3

Tim Kennedy derrotou Rafael Sapo por nocaute no R1;

Alexis Davis derrotou Liz Carmouche na decisão unânime dos juízes;

Yoel Romero derrotou Ronny Markes por nocaute técnico no R3;

Rustam Khabilov derrotou Jorge Masvidal na decisão unânime dos juízes;

Michael Chiesa finalizou Colton Smithcom um mata-leão no R2;

 Card Preliminar

Bobby Green derrotou James Krause por nocaute técnico no R1;

Francisco Rivera derrotou George Roop por nocaute técnico no R2;

Dennis Bermudez derrotou Steven Siler na decisão unânime dos juízes;

Amanda Nunes derrotou Germaine de Randamie por nocaute técnico no R1;

Lorenz Larkin derrotou Chris Camozzi  na decisão unânime dos juízes;

Yancy Medeiros derrotou Yves Edwards por nocaute no R1;

Seth Baczynski derrotou Neil Magny na decisão unânime dos juízes;

Derek Brunson finalizou Brian Houston com um mata-leão no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments