Ex-campeão do Rizin abusa de provocações, mas bate rival e amplia boa fase no UFC Vegas 66

Representante dos moscas, Manel Kape tem apresentação dominante e supera David Dvorak no card preliminar

Manel Kape (dir.) derrotou David Dvorak (esq.) no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Antigo campeão do Rizin, Manel Kape teve performance dominante no UFC Las Vegas 66, realizado neste sábado (17). Destaque no card preliminar, o peso mosca (até 56,7kg.) abusou de provocações, danças e fintas diante de David Dvorak, e não deu chances ao oponente. Com o fim de três rounds, o português foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Kape amplia seu bom momento na organização. Além de conquistar a terceira vitória seguida, Manel deve ser inserido no top 10 do grupo que tem Deiveson Figueiredo como campeão linear.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Superado na decisão dos juízes, Dvorak vive momento inédito em sua trajetória como profissional no MMA. Pela primeira vez na carreira, o lutador atinge a marca de duas derrotas seguidas. Antes de se apresentar no UFC Las Vegas 66, o tcheco vinha de tropeço diante do brasileiro Matheus Nicolau.

O caminho da vitória

O confronto começou com Dvorak tomando a iniciativa com um chute baixo. Kape economizava nos ataques e tentava encontrar a melhor distância. Com pouco mais de um minuto, Manel baixou a guarda e passou a provocar o adversário. David evitava entrar no raio de ação do oponente, enquanto o rival caminhava para frente. O primeiro ataque de Kape aconteceu restando pouco mais de três minutos de embate, com um chute alto. Na metade do round, Manel encaixou um upper no rosto do adversário, mas Dvorak conseguiu uma queda providencial, caindo em posição de vantagem. Nos segundos finais, Kape surpreendeu e, por baixo, encaixou uma kimura. O braço de David chegou a envergar, mas o lutador não bateu em desistência, sendo salvo pelo gongo.

PUBLICIDADE:

No segundo assalto, Dvorak tomou a iniciativa com um direto, que tocou, sem contundência o rosto de Kape. Assim como na primeira etapa, Manel economizava nos ataques, mas tentava encurralar o adversário próximo às grades. David apostava no ‘bate e sai’, evitando permanecer no raio de ação do oponente. Restando dois minutos, Kape conectou uma combinação de ataques e balançou David. Dvorak caiu e Manel tentava encerrar o confronto no ground and pound. A pressão era de Kape, mas David surpreendia pela resistência. Perto do minuto final, Manel permitiu que o oponente se levantasse e castigava o rival com ganchos e joelhadas. Nos segundos finais, Kape lançou uma cotovelada giratória, mas Dvorak conseguiu se esquivar e levar o embate para o chão, travando o adversário até que o gongo soasse.

O último round começou com os atletas se estudando da média para a longa distância. Os combatentes evitavam o confronto franco para evitar um erro fatal. Na metade da etapa, o duelo seguia equilibrado, com os atletas lançando ataques pontuais, mas sem perigo evidente. Com dois minutos para o fim do embate, Kape voltou a provocar, dançava pelo octógono e tentava induzir o rival ao erro. Dvorak conectou um direto limpo no rosto de Mane, mas o português não se abalou. Nos segundos finais, os atletas ensaiaram uma trocação franca, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

Promessa dos palhas confirma bom momento

Cory McKenna derrotou Cheyanne Vlismas no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa no peso palha (até 52,1kg.), Cory McKenna fez valer a aposta do Ultimate. Em luta estratégica, a jovem de 23 anos controlou Cheyanne Vlismas e passou por mais um compromisso no Ultimate. Após três rounds de domínio, a atleta foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, a norte-americana chegou ao terceiro resultado positivo em sequência. Agora, a lutadora soma três triunfos em quatro desafios no UFC.

PUBLICIDADE:

Controlada por Cory, Vlismas teve o sinal de alerta ligado. A combatente atinge a marca de dois tropeços em quatro compromissos.

Matthew Semelsberger bate rival resistência

Matthew Semelsberger derrotou Jake Matthews no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Famoso por seu poder de nocaute, Matthew Semelsberger não pode ser acusado de falta de determinação em seu confronto. Pivô de três knockdowns em Jake Matthews, o atleta não venceu na via rápida por conta da resistência do oponente. Ao fim de três rounds, o Semelsberger foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, o atleta triunfa em seu segundo desafio em três compromissos na temporada 2022.

Batido no card preliminar, Jake segue sem conseguir a desejada estabilidade na organização. O lutador, então, não consegue a segunda vitória seguida.

Said Nurmagomedov aproveita brecha e vira luta

Said Nurmagomedov finaliza no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Controlado por grande parte de seu desafio neste sábado, Said Nurmagomedov comprovou na raça sua obstinação. Adversário de Saidyokub Kakhramonov no card preliminar, o russo não conseguia impor seu jogo, mas provou que apenas uma brecha é necessária para vencer. Com um triângulo de mão no segundo round, após momento de desvantagem, o combatente obrigou o adversário a bater em desistência.

Com a vitória, Nurmagomedov ampliou a boa fase na companhia. Agora, o atleta tem quatro vitórias seguidas.

Superado no show, Kakhramonov sofreu a primeira finalização na carreira. Além do revés, o lutador teve interrompida uma sequência de quatro vitórias.

Rafa Garcia sangra, mas supera oponente

Rafa Garcia derrotou Maheshate Hayisaer no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Em desafio disputado nos leves (até 70,3kg.), Rafa Garcia sangrou muito, mas deixou o octógono com resultado positivo. Adversário de Maheshate Hayisaer, o mexicano sofreu em grande parte do confronto com um corte na cabeça e, mesmo com a dificuldade, sobre driblar a adversidade e dominar o oponente. Ao fim de três rounds, o atleta foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Garcia respira aliviado na organização. Caso fosse superado, o lutador atingiria a marca de três derrotas nas últimas cinco apresentações.

Controlado pelo mexicano, Hayisaer perdeu a invencibilidade na empresa. O atleta também teve encerrada uma sequência de sete triunfos seguidos.

Rinat Fakhretdinov anula campeão do TUF

R. Fakhretdinov aplica queda em B. Battle no UFC Las Vegas 66. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa russa nos meio-médios (até 77,1kg.), Rinat Fakhretdinov fez valer seu estilo pragmático, mas eficiente neste fim de semana. Diante de Bryan Battle, campeão dos médios (até 83,9kg.) no TUF (The Ultimate Fighter) 29, o lutador não teve problemas e, abusando das quedas, anulou por completo o oponente durante 15 minutos. Ao fim de três rounds, o atleta foi declarado vencedor na decisão unânime.

Com o resultado, Fakhretdinov chega ao segundo triunfo na empresa e segue sem perder. Além de manter a invencibilidade na organização, Rinat chega à marca de 19 resultados positivos em sequência.

Sem chances contra o russo, Battle perde a primeira como profissional no UFC. O lutador não sofria um revés desde 2019.

Sergey Morozov vira e complica Journey Newson

Sergey Morozov aplica queda em Jorney Newson. Foto: Reprodução/Instagram

Representante dos galos (até 61,2kg.), Sergey Morozov confirmou o bom momento neste fim de semana. Adversário de Journey Newnson no confronto que abriu o espetáculo, o atleta do Cazaquistão teve eficiência para anular o rival com seu grappling nos dois rounds finais e faturou o triunfo nos pontos. Ao fim de 15 minutos, o lutador foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, Morozov conquista sua primeira sequência de triunfos desde sua estreia no Ultimate. O lutador, agora, tem três resultados positivos em cinco desafios.

Superado nos pontos, Newson se complicou de vez na companhia. O novo tropeço faz com que o peso galo atinja a marca de três reveses em cinco compromissos na organização.

Estatísticas do UFC Las Vegas 66

Resultados do UFC Las Vegas 66

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Jared Cannonier derrotou Sean Strickland na decisão dividida dos juízes (49-46, 46-49, 49-46)

Peso leve: Arman Tsarukyan derrotou Damir Ismagulov na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Amir Albazi derrotou Alessandro Costa por nocaute a 2m13s do R3

Peso pena: Alex Caceres derrotou Julian Erosa por nocaute técnico a 3m04s do R1

Peso leve: Drew Dober derrtou Bobby Green por nocaute a 2m45s do R2

Peso médio: Michal Oleksiejczuk derrotou Cody Brundage por nocaute técnico a 3m16s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso palha: Cory McKenna derrotou Cheyanne Vlismas na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Matthew Semelsberger derrotou Jake Matthews na decisão dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo: Said Nurmagomedov finalizou Saidyokub Kakhramonov com um triângulo de mão a 3m50s do R2

Peso leve: Rafa Garcia derrotou Maheshate Hayisaer na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Rinat Fakhretdinov derrotou Bryan Battle na decisão unânime dos juízes (30-25, 30-25, 30-27)

Peso mosca: Manel Kape derrotou David Dvorak na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo: Sergey Morozov derrotou Journey Newson na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88