Ferguson é castigado por Pimblett, sofre nova derrota e iguala recorde negativo no UFC 296

Mesmo mostrando a tradicional raça, veterano volta a sucumbir e tem série dramática ampliada por promessa

Paddy Pimblett (dir.) e Tony Ferguson (esq.) em luta no UFC 296. Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Lenda no peso leve (até 70,3kg.) do MMA, Tony Ferguson seguirá amargando um verdadeiro pesadelo na reta final de sua carreira. Destaque no card principal do UFC 296, realizado neste sábado (16), em Las Vegas (EUA), o veterano suportou castigos de Paddy Pimblett, mas voltou a perder. Em confronto de três rounds, o norte-americano foi dominado pela promessa e acabou superado na decisão unânime dos juízes.

Ex-campeão interino da divisão liderada por Islam Makhachev, Ferguson segue com futuro incerto na companhia. Com o novo tropeço, o veterano de 39 anos igualou o recorde negativo de BJ Penn ao somar sete derrotas consecutivas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Alvo de críticas após a vitória controversa sobre Jared Gordon no fim de 2022, Pimblett se recuperou em grande estilo. Diante de uma referência no esporte, o inglês mostrou evolução e ampliou a invencibilidade na organização para cinco triunfos.

O drama de Tony Ferguson no UFC

A luta começou com Pimblett arriscando o primeiro ataque, com um jab. O inglês seguiu agressivo e conectou um direto seguido de um chute alto. Pimblett era mais agressivo e tocava o corpo do veterano com combinações. Ferguson tinha dificuldades em encontrar a melhor distância e mostrava desvantagem na trocação. Embora não conseguisse êxito nas investidas, Tony caminhava na direção do adversário. Na metade do round, os lutadores trocaram ataques potentes no centro do octógono. Restando dois minutos para o fim da etapa, Ferguson balançou após um direto limpo no rosto aplicado por Paddy. O desafio era tenso, com os leves buscando o desfecho na via rápida. A luta era ‘lá e cá’ e os atletas empolgavam o público presente na ‘T-Mobile Arena’. No minuto final, uma sequência de Pimblett, encerrada com um direto, abalou o veterano. Na sequência, o inglês conectou uma joelhada voadora, seguida de um jab, que levou o ex-campeão interino à lona. Paddy partiu para cima e castigava Tony no ground and pound. Tony se protegia como podia, mas era vítima da agressividade do rival. Após massacre, o norte-americano acabou salvo pelo gongo.

PUBLICIDADE:

Aparentemente recuperado, Ferguson retornou para o confronto caminhando na direção do adversário. Pimblett administrava a distância e lançava ataques pontuais sobre o veterano. Ainda no primeiro minuto, Ferguson se desequilibrou depois de tentar um chute alto. Pimblett voltou a partir para cima e voltou a agredir no ground and pound. Tony lançava cotoveladas de baixo para cima, enquanto o inglês buscava as transições para encerrar o confronto. Apesar da desvantagem, Ferguson mostrava a tradicional resistência e tentava travar o desafio. A etapa acabou com o inglês por cima, ensaiando o nocaute no ground and pound.

No último round, Tony balançou logo nos segundos iniciais ao receber um direto de Pimblett. O veterano continuava em desvantagem, mas seguida caminhando na direção do oponente. Ainda no primeiro minuto, Pimblett dava sinais de cansaço e Tony Ferguson tentava se aproveitar. Exausto, o inglês tentou a queda, e conseguiu com facilidade. Por baixo, Ferguson tentava travar o embate e impedir o avanço do oponente. Paddy atacava no ground and pound, mas o norte-americano resistia. O cenário se complicava para Ferguson, que não conseguia reverter a posição. Nos segundos finais, Tony ameaçou um estrangulamento por baixo, mas o inglês se defendeu bem. A etapa acabou com Paddy em posição de vantagem.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC 296

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Leon Edwards derrotou Colby Covington na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) – luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7 kg): Alexandre Pantoja derrotou Brandon Royval na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 49-46) – luta pelo cinturão

PUBLICIDADE:

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Shavkat Rakhmonov finalizou Stephen Thompson com um mata-leão a 4m46s do R2

Peso leve (até 70,3 kg): Paddy Pimblett derrotou Tony Ferguson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7 kg): Josh Emmett derrotou Bryce Mitchell por nocaute a 1m57s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Alonzo Menifield derrotou Dustin Jacoby na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Irene Aldana derrotou Karol Rosa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Cody Garbrandt derrotou Brian Kelleher por nocaute a 3m42s do R1

Peso mosca (até 56,7 kg): Ariane Lipski finalizou Casey O’Neill com uma chave de braço a 1m18s do R2

Peso mosca (até 56,7 kg): Tagir Ulanbekov derrotou Cody Durden por finalização (mata-leão) a 4min25s do R2

Peso pena (até 65,7 kg): Andre Fili derrotou Lucas Almeida por nocaute técnico (socos) a 3min32s do R1

Peso pesado (até 120,2 kg): Shamil Gaziev derrotou Martin Buday por nocaute técnico (socos) a 56s do R2

Estatísticas do UFC 296

Os salários milionários de Bambam e Popó + Vitor Belfort esnobado

Leia Mais sobre: , ,


Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86 Resultados do UFC 297