Participante do TUF 19 é preso acusado de estupro nos Estados Unidos

Doug Sparks, de 32 anos, responde por diversos crimes contra uma mulher em Bloomington, Indiana

Sparks (foto) foi preso nos EUA. Foto: Divulgação/UFC

Sparks (foto) foi preso nos EUA. Foto: Divulgação/UFC

O lutador Doug Sparks, que chegou a participar das lutas eliminatórias do TUF 19, foi preso na cidade de Bloomington, Indiana (EUA). O atleta, de 32 anos, responde por várias acusações após supostamente ter mantido uma mulher em cativeiro e abusado dela durante vários dias, segundo informações da imprensa norte-americana.

Veja Também

Anderson Silva lembra de aniversário da fratura e diz ‘evoluiu’ com lesão
José Aldo terá conversa com UFC por melhores salários
Vídeo: José Aldo mostra habilidade no futebol e aplica lambreta em Neymar

Sparks, que compete na divisão dos meio-pesados (até 93 kg), foi demitido neste final de semana e permanece na prisão de Monroe County com fiança em US$ 250 mil. Ele terá de responder nos tribunais por estupro, cárcere privado, agressão com danos corporais e roubo.

O atleta tem um cartel no MMA profissional de sete vitórias e duas derrotas, sendo que seu último combate foi realizado em 2012. Neste ano, Sparks integrou as seletivas do TUF 19, mas foi derrotado no combate que lhe daria a vaga dentro da casa. Ainda no primeiro round, ele foi finalizado por Patrick Walsh com uma kimura.

O caso de Sparks é mais um em meio às diversas polêmicas envolvendo lutadores de MMA e a polícia em 2014. Só neste ano, foram presos Thiago Silva, Homer Moore, Renzo Gracie, Josh Grispi, War Machine, Jason Miller e Joe Vedepo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments