Nurmagomedov comemora volta de Fedor, mas alerta: ‘O MMA mudou’

Russo ainda disse que prefere ver lendário peso pesado no UFC, e não no Bellator, e até projetou o possível seu caminho no octógono

Khabib (foto) está invicto em sua carreira e é um dos maiores nomes do MMA russo na atualidade. Foto: Josh Hedges/UFC

Khabib (foto) está invicto em sua carreira e é um dos maiores nomes do MMA russo na atualidade. Foto: Josh Hedges/UFC

Na última semana, o mundo do MMA ficou em polvorosa com a notícia de que o lendário Fedor Emelianenko, considerado o maior peso pesado da história, está preparando sua volta aos ringues. Diversos atleta manifestaram publicamente sua alegria com a notícia. Um deles foi o também russo Khabib Nurmagomedov. O peso leve disse que sonha em ver o ídolo lutando no UFC, e não em outras organizações, mas fez questão de deixar um alerta para o ídolo de que o esporte já não é mais como antigamente.

Veja Também

Empresário revela que UFC ‘tem grandes chances’ de assinar com Fedor Emelianenko
Ainda sem julgamento sobre doping, Anderson Silva projeta retorno ao UFC em dezembro
Faber revela nova briga com McGregor nos bastidores do TUF
Ronda chora ao relembrar provocações de Bethe sobre suicídio de seu pai

“Espero que o Fedor entenda que o MMA mudou demais nos últimos anos. Mas, de qualquer forma, desejo que ele esteja com a saúde em dia e uma boa sorte”, disse, por meio de publicação em sua página oficial na rede social “VK”. “Cresci assistindo as lutas do Fedor e ninguém quer mais do que eu que ele volte. No entanto, não gostaria de vê-lo no Bellator, pois todos sabem que ele merece lutar no UFC”, completou.

Um dos favoritos para as próximas disputas de cinturão nos leves, Khabib inclusive projetou um eventual caminho de Fedor, desde sua hipotética estreia no octógono até uma eventual luta pelo título. “Para começar, ele poderia fazer uma revanche contra o Pezão, seria uma boa luta para o retorno. Depois poderiam botar ele contra o Dan Henderson no evento principal da primeira viagem que o UFC fizer a Rússia. Depois disso, ele poderia lutar pelo título contra o Werdum, se o brasileiro ainda for o campeão”, disse.

Aos 26 anos, Khabib Nurmagomedov tem um cartel de 22 vitórias e nenhuma derrotas. O russo é o atual terceiro colocado no ranking peso leve do Ultimate. Já Fedor Emelianenko, de 38 anos, tem um cartel profissional de 34 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado. Campeão dos pesos pesados do PRIDE de 2003 até o fim do evento, em 2007, Fedor manteve uma das mais longas sequências invictas da história, após ficar sem ser derrotado entre 2000 e 2010. O “Último Imperador”, como é conhecido, não luta desde 2012, quando derrotou o brasileiro Pedro Rizzo no evento M-1 Global.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments