Venda de ingressos indica quebra de recorde no UFC 193

Primeiras horas mostram que procura por ingressos está grande na Austrália, o que deverá colocar 70 mil torcedores em estádio em Melbourne

Ronda (esq.) e Holm (dir.) fazem a luta principal do UFC 193. Foto: Michael Dodge/UFC

Ronda (esq.) e Holm (dir.) fazem a luta principal do UFC 193. Foto: Michael Dodge/UFC

Veja Também

UFC 193 destaca campeãs com pôster 100% feminino
Vídeo: Com o punho cerrado, Ronda intimida Holm em encarada na Austrália
UFC volta atrás e anuncia Jedrzejczyk contra canadense para novembro

O UFC está cada vez mais próximo de estabelecer o recorde absoluto de público já obtido por um evento da organização. Segundo informações do jornal australiano “Herald Sun”, o UFC 193, que será realizado em um estádio de futebol em Melbourne, deverá ter casa cheia, já que a expectativa é de que todos os 70 mil ingressos sejam vendidos rapidamente.

Os ingressos começaram a ser vendidos nesta segunda-feira (28), e a procura foi gigantesca. Todos os lugares mais prestigiados do estádio, cujos preços eram US$ 468, foram vendidos em poucos minutos.

Segundo o “Herald Sun”, a visita de Ronda Rousey ao país na última semana ajudou a aumentar a procura do público pelo evento, o que resultou em uma maior venda de ingressos.

O UFC 193, encabeçado por Rousey contra Holly Holm pelo cinturão galo feminino, será realizado no dia 15 de novembro, madrugada do dia 14 no Brasil. Além disso, também estará na atração Joanna Jedrzejczyk contra Valerie Letourneau, pelo cinturão dos palhas, e Mark Hunt diante de Antônio Pezão.

O recorde de público já obtido pelo UFC foi em 2011, quando 55 mil pessoas lotaram o Rogers Centre, em Toronto, no Canadá, para assistir Georges St. Pierre derrotar Jake Shields.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments