Stephen Thompson vence Rory MacDonald, cala torcida canadense e pede chance por cinturão do UFC | SUPER LUTAS

Stephen Thompson vence Rory MacDonald, cala torcida canadense e pede chance por cinturão do UFC

Na luta principal do UFC Fight Night 89, realizado em Ottawa, norte-americano emplacou sua sétima vitória consecutiva e ficou próximo da chance pelo cinturão

Stephan Thomson vence Rory MacDonaldA divisão de meio-médios do UFC tem um novo candidato a estrela. Stephen Thompson calou a torcida canadense na luta principal do UFC Fight Night 89, evento realizado na madrugada deste domingo (19), em Ottawa. Com uma atuação sólida e com aula de técnica na luta em pé, o norte-americano anulou as ações do canadense Rory MacDonald levou o duelo na decisão unânime dos juízes, emplacou sua sétima vitória em série no octógono e deve ser o próximo desafiante ao cinturão da categoria de até 77 kg. do Ultimate.

No card preliminar do show, o Brasil contou com um representante em ação. O paulista Leandro Buscapé fez uma luta dura contra Jason Saggo, mas acabou superado na decisão dividida dos juízes.

Veja Também

A luta

A expectativa era de uma luta intensa, com troca franca de golpes. Mas Stephen Thompson e Rory MacDonald travaram uma disputa com menos emoção, porém com muita técnica de ambos os lados.

Mais alto e com maior envergadura, Thompson tomou o centro do octógono para soltar seu jogo na luta em pé. Por sua vez, MacDonald evitou entrar no raio de ação do rival no início da disputa e tentou surpreender com um ataque no tornozelo. Mas sem sucesso.

Confiante na luta em pé, Thompson começou a soltar seu arsenal de chutes e colocou o rival contra as grades.

No segundo round, o norte-americano repetiu a estrategia da primeira parcial e abusou dos chutes. MacDonald já mostrava grande dificuldade para defender os ataques e tentava quase despertadamente levar a disputa para o solo, mas sem sucesso.

Em desvantagem, MacDonald voltou mais agressino no terceiro round e tentou a recuperação. Ele acertou um bom cruzado no norte-americano que sentiu. Na sequência o canadense tentou levar a disputa para o solo, mas acabou sendo frustrado pela boa defesa do rival.

O duelo começou a esquentar no quarto round.Thompson voltou a retomar as rédeas da disputa, mas um bom cruzado de direita aplicado por Rory fez o norte-americano sentir. Porém, com rápida absorção, Thompson voltou para a disputa e trabalhar o boxe na linha de cintura do rival e reequilibrar as ações.

No quinto round, os atletas deixaram a tática de lado e partiram para luta franca. A torcida canadense gritava em apoio a Rory MacDonald, mas com maior envergadura, Stephen Thompson conseguiu conectar os melhores golpes e fez até que o canadense o chamasse para a guarda na luta de solo.

Com boa movimentação, Stephen Thompson levou o duelo até o final e levou a disputa na decisão unânime dos juízes (50×45, 48×47, 50×45).

A sérima vitória consecutiva de Stephen Thompson colocou o norte-americano próximo de ser desafiante ao cinturão da categoria, passando a frente do brasileiro Demian Maia, que vinha pedindo a chance.

Momentos do final do Round 5

Donald Cerrone atropela Patrick Cotê

Donald Cerrone mostrou que pode fazer barulho na divisão de meio-médios. O ex-desafiante ao cinturão dos leves subiu de categoria e emplacou sua segunda vitória entre os atletas de 77 kg.  Em uma atuação quase perfeita, o norte-americano dominou o canadense Patrick Cotê por dois assaltos e chegou ao triunfo por nocaute técnico no terceiro round.

Assim que o duelo começou, Cerrone não quis se arriscar com a maior força física de Cotê e levou o canadense para solo. Patrick ainda tentou reverter a posição, mas foi rapidamente recolocado de costas no solo. A partir daí, o norte-americano abriu vantagem.

No segundo round, mais a vontade na luta, Cerrone abriu o jogo em pé e castigou o rival. Ele acertou bons chutes nas pernas e socos no rosto do rival. Com um cruzado de esquerda, o norte-americano levou o canadense ao solo, mas preferiu não se arriscar no solo e pediu que Patrick se levantasse.

Apagado na luta, Cotê voltou disposto a tirar a diferença no último round. No início da parcial ele levou perigo combinando socos contra Cerrone. Mas o contragolpe do norte-americano foi mortal. Um novo cruzado de esquerda levou o rival para solo. O canadense voltou a se levantar e partiu para cima. Porém, novamente, um soco cruzado  mandou o adversário à lona pela terceira vez. O canadense se virou de lado, e o árbitro Yves Lavigne logo encerrou o combate, decretando nocaute técnico.

Conhecido por ser um ‘bon vivant‘ Cerrone já pensa em aceitar outra luta até o UFC 200, no início do próximo mês, para quitar suas contas. “Pode ser 77kg, 84kg, não dou a mínima. Tem tipo umas 36 lutas no UFC 200, então acho que posso conseguir alguma delas, não sei”disse Donald Cerrone após a luta.

Resultados do UFC Fight Night 89

CARD PRINCIPAL

Stephen Thompson derrotou Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes (50×45, 50×45, 48×47)

Donald Cerrone derrotou Patrick Coté por nocaute técnico a 2m35s do R3;

Steve Bossé derrotou Sean O’Connell na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×27)

Olivier Aubin-Mercier finalizou Thibault Gouti com um mata-leão 2m38s do R3;

Joanne Calderwood derrotou Valérie Létourneau por nocaute técnico 2m51s do R2;

CARD PRELIMINAR

Jason Saggo derrotou Leandro Buscapé na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Misha Cirkunov finalizou Ion Cutelaba com um katagatame a 1m22s do R3;

Krzysztof Jotko derrotou Tamdan McCrory por nocaute a 59 seg. do R1;

Joe Soto finalizou Chris Beal com um mata-leão a 3m39s do R3;

Elias Theodorou derrotou Sam Alvey na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Randa Markos derrotou Jocelyn Jones-Lybarger na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28);

Colby Covington finalizou Jonathan Meunier com um mata-leão a 54 seg. do R3;

Ali Bagautinov derrotou Geane Herrera na decisão unânime dos juízes;

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments