Maldonado, Brandão e Toquinho são escalados para o Fight Nights 73

Maldonado e Brandão vão disputar os títulos dos meio-pesados e leves, respectivamente, no dia 4 de setembro, na Rússia

Pôster oficial do evento. (Foto: Divulgação)

Pôster oficial do evento. (Foto: Divulgação)

O Fight Nights Global 73, agendado para o dia 4 de setembro, em Kaspysk, Rússia, terá três brasileiros com passagens pelo UFC como protagonistas do show, incluindo duas disputas de cinturão. Na luta principal da noite, Diego Brandão enfrenta Ahmed Aliev pelo cinturão dos leves, enquanto Fabio Maldonado mede forças com Kurban Omarov, em duelo válido pelo título dos meio-pesados. O meio-médio Rosimar Toquinho é outro escalado para o card: ele enfrenta Shamil Amirov.

Veja Também

Vídeo: Rousimar Toquinho finaliza russo em apenas 37 segundos
Na Rússia, ex-UFC Diego Brandão consegue nocaute brutal

Após ser demitido do UFC por problemas fora do octógono, Brandão, de 30 anos, assinou com o FNG e venceu as duas lutas realizadas na organização. A mais recente foi em maio deste ano, quando precisou de somente 39 segundos para nocautear Vener Galiev. Aos 30 anos, o cearense, que conquistou a 14ª edição do The Ultimate Fighter, tem um cartel com 22 vitórias e 11 derrotas.

Aliev, por sua vez, vem de cinco bons resultados, incluindo um nocaute sobre o brasileiro Ivan Batman. Aos 27 anos, o russo derrotou o ex-UFC Efrain Escudero em sua última exibição, em fevereiro passado. Ao todo, soma 15 triunfos e quatro reveses como profissional.

Maldonado, por sua vez, não vive um bom momento, embora tenha nocauteado Abdul-Khamid Davlyatov em seu combate mais recente, em março. Antes, ele vinha de quatro tropeços consecutivos, incluindo a polêmica luta com Fedor Emelianenko. Ao 37 anos, o Caipira de Aço tem um cartel com 23 resultados positivos e 11 negativos. Já seu oponente, o russo Omarov, tem um cartel perfeito com oito triunfos, sendo quatro por nocaute.

Já Toquinho lutou pela última vez em julho passado, quando finalizou Alexei Ivanov em apenas 37 segundos. Aos 37 anos, Toquinho vinha de duas derrotas consecutivas, ambas por nocaute. Antes de finalizar Ivanov, seu último triunfo tinha sido contra Jake Shields, no WSOF, em agosto de 2015, evento do qual era campeão, porém acabou demitido após segurar demais a finalização contra o americano. Ao todo, Toquinho tem 19 resultados positivos e oito negativos em seu cartel. Amirov, adversário do brasileiro, venceu as três lutas que fez como profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments