De volta ao octógono, será que Anderson Silva será páreo para Adesanya? Casas de apostas não levam fé

Embate entre brasileiro e nigeriano acontece no outro lado do mundo, na Austrália, na segunda luta mais importante do UFC 234

A. Silva é azarão no UFC 234 (Foto: Reprodução Twitter SpiderAnderson)

Anderson Silva, o “Spider”, volta a subir no octógono neste sábado, 9 de fevereiro, depois de dois anos afastado. Durante este período, ele teve que cumprir suspensão por ter sido pego no exame de doping. Agora, o desafio é contra o nigeriano Israel Adesanya no UFC 234, na Rod Laver Arena, localizada na cidade de Melbourne, na Austrália, em luta válida pelo peso-médio. Será que o brasileiro de 43 anos consegue vencer, após um tempo sem competir oficialmente? Olha, o africano defende uma invencibilidade de 15 lutas, sendo 13 vencidas por nocaute.

Spider chega para o duelo com o cartel de 34 vitórias e 8 derrotas, com a última apresentação tendo acontecido em 2017. Na ocasião, no dia 11 de fevereiro, o curitibano superou o norte-americano Derek Brunson no UFC 208 por meio de decisão unânime dos juízes. Não podemos esquecer que Anderson Silva foi campeão do peso-médio em 2006, contra Rich Franklin. A perda do cinturão só aconteceu 7 anos mais tarde, para o americano Chris Weidman.

Mesmo com o repertório vitorioso, o brasileiro é apontado pelas casas de apostas como azarão no duelo do fim de semana, no outro lado do mundo. A cota dele está avaliada em R$ 5,50 a cada R$ 1,00 investido, de acordo com o Oddsshark. Esta diferença de valores está um pouco exagerada, poderia ser menor. A expectativa da nossa torcida é que, Anderson, sem dúvida uma das principais atrações do UFC 234, faça igual a José Aldo no UFC Fortaleza. Na semana passada, o manauara também era visto como zebra, mas derrotou o compatriota Renato Moicano, e pagou R$ 2,20 para 1. Os ícones do MMA precisam ser levados em consideração e respeitados, meu amigo!

Das 34 vitórias de Spider na carreira, 22 foram por nocaute, 4 por finalização e 8 por decisões da equipe de juízes. Caso o triunfo no fim de semana seja por decisão técnica, o azarão renderá a quantia de R$ 11,00. Já uma vitória no primeiro, segundo ou terceiro round têm os retornos estimados em R$ 17,00, R$ 21,00 e R$ 26,00, respectivamente.

Apesar de estar invicto, Israel Adesanya, que tem um futuro promissor no UFC, vai encarar pela primeira vez um lutador do calibre de Anderson Silva. Este detalhe pode ser importante para o brasileiro. É como se o fã estivesse cara a cara com o seu ídolo. Entendeu? Para o africano, radicado na Nova Zelândia, é uma espécie de teste de fogo.

Falador passa mal?

Uma das principais características de Israel Adesanya, cotado em R$ 1,16, é o fato dele ser falastrão, aquele típico lutador que gosta de aparecer antes de entrar em ação. É o que mais tem no UFC. Hoje, ele é o 6º colocado do ranking dos pesos-médio, enquanto Anderson Silva está na 15ª posição.

Recentemente, o africano disse que se não fosse por ele os ingressos não teriam chegado ao fim. Assim como o rival sul-americano, Adesanya também derrotou Derek Brunson em sua luta mais recente, em novembro do não passado. Esta vitória no UFC 230 foi por nocaute técnico, com chutes e socos, ainda no primeiro round.

Robert Whittaker (R$ 1,40) x (R$ 3,00) Kevin Gastelum

Valendo o cinturão do peso-médio, o embate entre o neozelandês Robert Whittaker, de 28 anos, e o norte-americano Kevin Gastelum, um ano mais novo, é a luta principal do UFC, mesmo contando com o Spider no card principal.  Para este embate, o Oddsshark, indica Whittaker, dono do cinturão, como favorito para vencer, com o retorno de R$ 1,40.  The Reaper, como ele é conhecido, vem com uma invencibilidade de 9 confrontos. A última vez que esteve no octógono foi em junho do ano passado, no triunfo sobre o cubano Yoel Romero, na vitória por decisão dos juízes. O cartel do atleta da terra do Tio Sam é de 20 resultados positivos e 4 negativos.

Gastelum é mais modesto em seu retrospecto recente, que conta com 2 vitórias seguidas. Ele superou, em maio de 2018, o braseiro Ronaldo Souza no UFC 224, também por decisão dos juízes. O seu cartel é de 15 vitórias e 3 derrotas.

Confira as lutas e os odds do UFC 234

CARD PRINCIPAL

A partir de 1h, horário de Brasília

Robert Whittaker (R$ 1,40) x (R$ 3,00) Kevin Gastelum

Israel Adesanya (R$ 5,50) x (R$ 1,16) Anderson Silva

Rani Yahya (R$ 2,00) x (R$ 1,80) Ricky Simón

Montana de la Rosa (R$ 1,40) x (R$ 3,00) Nadia Kassem

Jim Crute (R$ 1,72) x (R$ 2,10) Sam Alvey

CARD PRELIMINAR

A partir das 21h30, horário de Brasília.

Devonte Smith (R$ 1,44) x (R$ 2,87) Ma Dong Hyun

Austin Arnett (R$ 3,40) x (R$ 1,33) Shane Young

Kai Kara-France (R$ 1,33) x (R$ 3,40) Raulian Paiva

Teruto Ishihara (R$ 4,00) x (R$ 1,25) Kyung Ho Kang

Lando Vannata (R$ 1,28) x (R$ 3,75) Marcos Rosa

Jalin Turner (R$ 1,40) x (R$ 3,00) Callan Potter

Wuliji Buren (R$ 2,37) x (R$ 1,57) Jonathan Martinez

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário