Cinco motivos para assistir o UFC 234 com a volta de Anderson Silva

O evento acontece neste sábado, na Austrália, e marca o retorno de Anderson Silva contra Israel Adesanya; Whittaker defende cinturão contra Gastelum

A. Silva (dir.) e I. Adesanya (esq.) se enfrentam no evento co-principal. Foto: Reprodução/Youtube ufc

O Ultimate abre, na noite deste sábado (09), a maratona de eventos da franquia em fevereiro. A cidade de Melbourne (AUS) será palco do esperado UFC 234. O programa de lutas traz como principal destaque a volta de Anderson Silva após dois anos afastado, além da disputa do cinturão dos médios (até 84kg).

Veja Também

Anderson Silva bate o peso e chora em pesagem: ‘Eu me prepararei a vida toda para fazer isso’
Anderson Silva é azarão para luta contra Israel Adesanya no UFC 234
Especial: Cinco momentos marcantes da carreira de Anderson Silva
Israel Adesanya diz que ‘seria uma honra’ aposentar Anderson Silva

A luta principal terá o dono da casa, Robert Whittaker defendendo título da categoria dos médios contra Kelvin Gastelum. No evento co-principal, a lenda brasileira Anderson Silva encara a revelação nigeriana Israel Adesanya em um combate de gerações. O vencedor do duelo deve ser o próximo desafiante ao título dos médios contra o vencedor do combate principal.

O Brasil também será representado pelo experiente Rani Yahya e os estreantes Raulian Paiva e Marcos ‘Dhalsim’ Rosa.

O UFC 234 inicia no sábado às 21h30 (horário de Brasília) com o card preliminar. A partir das 1h começam as lutas principais.

Para você entrar no clima do UFC 234, preparamos cinco motivos para você assistir o evento.

1 – O retorno de Anderson Silva

A. Silva está pronto para voltar ao octógono neste sábado. Foto: Reprodução / Twitter UFC_Brasil

Apesar de não estar entre os protagonistas da luta principal, o retorno de Anderson Silva é a grande atração do UFC 234. O brasileiro ficou afastado do Ultimate durante dois anos após ser punido pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) por ter caído no exame antidoping.

Em sua última luta, ‘Spider’ venceu Derek Brunson por decisão unânime no UFC 208 em fevereiro de 2017. Apesar da vitória, ex-campeão dos médios vive um momento irregular, já que de suas últimas seis lutas somou quatro derrotas.

Uma vitória sobre jovem promessa do Ultimate oferece ao brasileiro a chance de reconquistar o título dos médios que foi seu de 2006 a 2013. O presidente da organização, Dana White prometeu a ‘Spider’ que se superar Adesanya será o próximo desafiante ao cinturão da categoria até 84kg.

Anderson tem 43 combates, sendo 34 vitórias, oito reveses e uma luta sem resultado em sua carreira no MMA profissional.

2 – A revelação nigeriana

I. Adesanya se mantém invicto após 15 combates. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Israel Adesanya fará o duelo mais importante de sua carreira no UFC 234. O jovem nigeriano terá pela frente seu ídolo da infância e lenda do Ultimate, Anderson Silva. O desafio é tão grande que ‘Last Stylebender’ admitiu que para ele, vencer o brasileiro é mais importante que ser o campeão dos médios.

Aos 29 anos, Israel Adesanya se mantém invicto após 15 combates em sua carreira como profissional. Ele estreou no Ultimate em fevereiro de 2018 e realizou quatro lutas desde então. Após as boas atuações, o nigeriano conquistou a sexta colocação no ranking dos médios da organização.

3 – Whittaker defende o cinturão ’em casa’ O campeão dos médios

R. Whittaker fará a primeira defesa de título. Foto: Reprodução/Instagram @robwhittakermma

Robert Whittaker terá o apoio da torcida em sua primeira defesa de título. O australiano e Kelvin Gastelum foram técnicos do The Ultimate Fighter 17 em 2018, mas uma lesão do campeão atrasou o confronto dos pesos médios. Pesando nisso, a organização marcou o combate para 2019 na casa de ‘Bobby Knuckles’.

Whittaker conquistou o cinturão interino dos médios ao vencer ao vencer Yoel Romero no UFC 213. Com a saída do campeão linear da divisão Georges St-Pierre, o australiano ficou com o título em 2017.

Sua primeira defesa seria contra o cubano no UFC 225 em junho do ano passado, mas como Yoel não bateu o peso da categoria a luta não valeu o título. No entanto, os pesos médios travaram uma guerra dentro do octógono e após cinco round Whittaker foi decretado como vencedor por decisão dividida.

4 – Gastelum e o costume de lutar ‘fora de casa’

K. Gastelum tem a missão de conquistar o título em solo australiano. Foto: Reprodução Facebook ufc

Kelvin Gastelum vai ter a difícil missão de vencer Robert Whittaker, com apoio da torcida australiana, para conquistar o cinturão dos médios no UFC 234. Mas o norte-americano já tem o costume de vencer os ‘donos da casa’. O desafiante tem vitórias contra Ronaldo Jacaré e Vitor Belfort, em duelos no Brasil.

O norte-americano voltou a categoria dos médios em dezembro de 2016, quando nocauteou Tim Kennedy no UFC 206. Desde então foram cinco combates e três vitórias que o credenciaram a disputar o título da divisão. Gastelum tem um cartel de 28 lutas, com 15 triunfos e três reveses.

5 – A trinca brasileira

Além de Anderson Silva, o Brasil terá mais três representantes no UFC 234. Rani Yahya encara Ricky Simon pela divisão de galos no card principal. O brasiliense vai em busca de seu quarto triunfo consecutivo enquanto seu rival quer a terceira vitória no Ultimate. O último compromisso do brasileiro foi em agosto de 2018, no UFC Lincoln, quando finalizou Luke Sanders no primeiro round. Ele tem um cartel de 35 combates, com 26 triunfos e nove perdas.

Raulian Paiva fará sua estreia no Ultimate contra Kai-Kara France pelos pesos moscas no card preliminar. O amapaense foi contratado pela organização após vencer Allan ‘Puro Osso’ Nascimento no Contender Series Brasil. Em 19 lutas, o brasileiro tem 18 triunfos e um revés.

Aluno de Anderson Silva, Marcos ‘Dhalsim’ Rosa irá fazer sua primeira luta no Ultimate. O brasileiro vai encarar Lando Vannata nos pesos leves no card preliminar. Ele vem de uma vitória por nocaute técnico aos 38 segundos do primeiro round sobre Alessandro Taiete no Adventures Fighters Tournament 15 em outubro do ano passado.

Ficha técnica do UFC 234

DATA E HORÁRIO: 09/02/2018, a partir das 21h30 (horário de Brasília)

LOCAL: Rod Laver Arena, Melbourne (AUS)

TRANSMISSÃO: Canal Combate

Card Principal (1h, horário de Brasília)

Peso médio: Robert Whittaker x Kelvin Gastelum

Peso médio: Israel Adesanya x Anderson Silva

Peso galo: Rani Yahya x Ricky Simón

Peso mosca: Montana de la Rosa x Nadia Kassem

Peso meio-pesado: Jim Crute x Sam Alvey

Card Preliminar (21h30, horário de Brasília)

Peso leve: Devonte Smith x Ma Dong Hyun

Peso pena: Austin Arnett x Shane Young

Peso mosca: Kai Kara-France x Raulian Paiva

Peso galo: Teruto Ishihara x Kyung Ho Kang

Peso leve: Lando Vannata x Marcos ‘Dhalsim’ Rosa

Peso leve: Jalin Turner x Callan Potter

Peso galo: Wuliji Buren x Jonathan Martinez

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário