Thiago Marreta planeja disputar cinturão dos meio-pesados em julho

O brasileiro está de olho no vencedor do combate entre Jon Jones e Anthony Smith na luta principal do UFC 235 e acredita merece ser o próximo desafiante ao título da categoria

T. Marreta vem de três triunfos nos pesos meio-pesados. Foto: Reprodução/Instagram @tmarretamma

Thiago Marreta vai acompanhar de perto o combate entre Jon Jones e Anthony Smith pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 235, neste sábado (02), em Las Vegas. Quarto lugar ranking da categoria, o brasileiro acredita que merece ser o desafiante ao título. Tanto que ele já planeja disputar a cinta da divisão em 06 de julho, possível data do UFC 239.

Veja Também

Jones e Smith apontam Marreta como próximo desafiante ao título
Thiago Marreta sobe para quarto lugar no ranking dos meio-pesados do UFC
VÍDEO: Assista o nocaute de Thiago Marreta sobre Jan Blachowicz no UFC Praga

“Quero muito ter a oportunidade de disputar o cinturão e poder enfrentar o vencedor dessa luta. A gente vai ficar lá de olho (…). Acho que sim (sou o próximo a lutar pelo título). Olhando para frente, o terceiro do ranking vai disputar o cinturão e acabei de vencer o quarto. Acho que é a minha hora, fiz por merecer. Não vejo mais ninguém. O Gustafsson já disputou o cinturão e não é mais a vez dele, vai ter que fazer mais uma ou duas lutas. É a minha vez, é a minha oportunidade e quero muito isso. […] Gostaria de lutar na Fight Week, disputando o cinturão”, falou Thiago em entrevista ao site do canal Combate.

Ao analisar o confronto pelo título, Marreta aposta na vitória de Jones. Entretanto, o brasileiro afirmou que não se surpreenderia com o triunfo de Smith.

“Não tem como não apostar no Jon Jones como favorito, o cara tem mostrado um trabalho incrível, então não tem como apostar contra. Mas acredito que o Smith pode surpreender também caso Jon Jones o subestime e cometa algum erro. A gente sabe que ali em cima qualquer erro é fatal, e se ele der uma brecha tenho certeza que o Smith vai saber aproveitar. Jon Jones é favorito, mas não ficaria surpreso se o Smith ganhasse essa luta”, explicou o brasileiro.

Marreta fez a transição para os meio-pesados no UFC São Paulo em setembro do ano passado. Desde então, o brasileiro fez três lutas e todas terminaram com a vitória de Thiago por nocaute no segundo ou terceiro round. Seu último combate foi no UFC Praga, dia 23 de fevereiro. Ele nocauteou Jan Blachowicz aos 39 segundos do terceiro assalto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário