UFC Singapura traz chance de ouro para Bethe e recomeço de Dos Anjos

Duelo entre Holm e Bethe lidera o card, que ainda conta com a participação dos ex-campeões Rafael dos Anjos e Arlovski

H. Holm (esq) enfrenta B. Correia (dir) na luta principal (Foto: Reprodução Facebook UFC)

H. Holm (esq) enfrenta B. Correia (dir) na luta principal (Foto: Reprodução Facebook UFC)

No início deste sábado, às 5h35, a brasileira Bethe Correia terá grande oportunidade para voltar a ficar perto de uma disputa de título. A peso galo enfrenta, na luta principal do UFC Singapura, a norte-americana Holly Holm, ex-campeã do mundo e primeira mulher a vencer Ronda Rousey. Um triunfo da “Pitbull” pode colocá-la direto na rota pelo cinturão.

Veja Também

Dos Anjos entrou no ranking dos meio-médios (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Holm e Dos Anjos são favoritos nas apostas para o UFC Singapura
B. Correia (foto) vem de empate com M. Reneau (FOTO: Laerte Viana/Super Lutas)
Bethe mostra confiança para duelo com Holm: ‘Acredito em um nocaute ou finalização’

E por falar em cinturão a segunda luta mais relevante do UFC Singapura trará o ex-campeão Rafael Dos Anjos, que fará sua estreia entre os meio-médios após duas derrotas nos leves, divisão onde reinou por pouco mais de um ano, entre 2015 e 2016. Neste sábado, RDA enfrenta Tarec Saffiedine, ex-campeão do Strikeforce e atual número 11 da categoria até 77 kg.

Os meio-médios estarão em destaque também com outra grande luta: a promessa norte-americana Colby Covington busca entrar no ranking dos 15 melhores lutadores da divisão com uma vitória sobre o número 7 Dong Hyun Kim. O experiente sul-coreano tem triunfos sobre nomes como John Hathaway, Nate Diaz e Erick Silva e sua última vitória foi justamente sobre Saffiedine.

Chance de ouro para Bethe

B. Correia busca surpreender ex-campeã (Foto: Reprodução Facebook UFC)

B. Correia busca surpreender ex-campeã (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Vinda de um decepcionante empate contra Marion Reneau no UFC Fortaleza, Bethe Correia recebeu uma excelente oportunidade de furar a fila da divisão dos galos. Ainda que venha de três derrotas consecutivas, a norte-americana Holly Holm é um dos maiores nomes da categoria e ampla favorita para dominar a brasileira e voltar a vencer.

Porém, se “Pitbull” conseguir impôr seu ritmo e volume de golpes e ficar longe dos chutes da ex-campeã, pode surpreender. Uma vitória de Bethe na luta principal do UFC Singapura a colocaria possivelmente entre as cinco melhores da divisão e perto de uma disputa de cinturão – hoje em poder de sua rival declarada, a baiana Amanda Nunes.

Para Holly, uma derrota seria devastadora. Após chocar o mundo com um nocaute brutal sobre Ronda Rousey, a ex-campeã perdeu seu título de forma dramática para Miesha Tate e foi dominada por Valentina Shevchenko. No início deste ano, teve a oportunidade de se tornar dona do cinturão peso pena, mas perdeu para Germaine De Randamie e segue sem vencer desde que superou “Rowdy”. Um quarto revés seguido para Holm pode significar até uma demissão.

O recomeço de Dos Anjos

Ex-campeão dos leves, Dos Anjos estreia no meio-médio (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Ex-campeão dos leves, Dos Anjos estreia no meio-médio (Foto: Reprodução Facebook UFC)

O brasileiro Rafael Dos Anjos parecia destinado a ficar com o título dos leves por muito tempo. Após atuações arrasadoras sobre Anthony Pettis e Donald Cerrone, RDA iria enfrentar Conor McGregor no UFC 196. Porém, se machucou e deu a vez a Nate Diaz e o resto é história. De volta à realidade de sua divisão, Dos Anjos foi surpreendido por Eddie Alvarez e, depois de perder o cinturão para o norte-americano, sofreu outra dura derrota, para Tony Ferguson.

Com isso, resolveu se reinventar, sair da zona de conforto e, no UFC Singapura, estreia na categoria de cima, os meio-médios. No caminho de Dos Anjos está o número 11 do ranking, Tarec Saffiedine. Conhecido por seu muay thai técnico e chutes baixos brutais, o belga é ex-campeão do Strikeforce e também vem de derrota, para Dong Hyun Kim.

A expectativa é que o duelo entre os dois seja disputado na trocação, com o jogo de pressão de RDA contrastando com a técnica e os contra-ataques de Saffiedine. Faixa-preta de jiu-jitsu, o brasileiro tem a vantagem no wrestling e no chão, caso a luta chegue a essa fase e tem tudo para sair com uma boa vitória e iniciar uma caminhada de sucesso na nova divisão.

Outras lutas

Arlovski (esq) e Tybura (dir) se enfrentam no card principal ((Foto: Reprodução Facebook UFC)

Arlovski (esq) e Tybura (dir) se enfrentam no card principal ((Foto: Reprodução Facebook UFC)

Ainda no card principal, duas lutas que representam um choque de gerações. Na segunda atração mais importante do show, o ex-campeão peso pesado Andrei Arlovski enfrenta o polonês Marcin Tybura, em duelo que certamente definirá o rumo da carreira do bielorrusso.

Vindo de quatro derrotas consecutivas, Arlovski sabe que um novo revés pode significar o fim de sua trajetória no UFC. Aos 38 anos, o veterano quer provar, mais uma vez, que ainda pode bater de frente contra os melhores do peso. Tybura, por sua vez, vem de dois nocautes consecutivos, o mais recente contra o brasileiro Luis Henrique KLB, em março passado. Aos 31 anos, Tybura quer alcançar a vitória mais importante de seu cartel e, consequentemente, mostrar que está pronto para enfrentar a elite da categoria mais temida do mundo.

Outro combate que chama a atenção é entre os meio-médios Dong Hyun Kim e Colby Covington. No Ultimate desde 2008, o experiente sul-coreano já soma 17 lutas na casa, com 13 triunfos, três derrotas e um no contest. Número 7 o ranking, Kim precisa manter a boa fase para continuar relevante na divisão até 77kg. Para isso, terá que superar o prospecto Covington, que, aos 29 anos, só perdeu uma das 12 lutas profissionais que tem na carreira. Para o americano, a vitória vale não só um lugar entre os 15 melhores da categoria, mas também a oportunidade de se consolidar como real ameaça à elite.

UFC SINGAPURA

DATA E HORÁRIO: 17/06/2017, a partir das 5h35 (horário de Brasília)

LOCAL: Singapore Indoor Stadium, Kallang, Singapura

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL

Peso galo: Holly Holm x Bethe Correia

Peso pesado: Andrei Arlovski x Marcin Tybura

Peso meio-médio: Dong Hyun Kim x Colby Covington

Peso meio-médio: Rafael dos Anjos x Tarec Saffiedine

CARD PRELIMINAR 

Peso leve: Takanori Gomi x Jon Tuck

Peso pesado: Cyril Asker x Walt Harris

Peso pena: Alex Caceres x Rolando Dy

Peso mosca: Justin Scoggins x Ulka Sasaki

Peso meio-médio: Li Jingliang x Frank Camacho

Peso galo: Kwan Ho Kwak x Russell Doane

Peso mosca: Naoki Inoue x Carls John de Tomas

Peso palha: Ji Yeon Kim x Lucie Pudilova

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário