Rafael dos Anjos é dominado por Leon Edwards no UFC San Antonio e fica longe de chance por cinturão

Brasileiro encontra dificuldades em encontrar a distância na luta principal deste sábado

R. dos Anjos (esq.) é derrotado por L. Edwards (dir.) no UFC San Antonio. Foto: Relacionadas/Instagram @ufc

O brasileiro Rafael dos Anjos não teve a noite dos sonhos no UFC San Antonio, ocorrido neste sábado (20), nos Estados Unidos. O ex-campeão dos leves encontrou dificuldades com a maior envergadura de Leon Edwards e acabou derrotado, após cinco rounds, na decisão unânime dos juízes. O revés afasta o brasileiro da sonhada disputa do cinturão dos meio-médios (até 77kg.), que hoje pertence ao nigeriano Kamaru Usman.

Saiba mais

Vídeo: Assista os melhores momentos da luta entre Rafael dos Anjos x Leon Edwards no UFC San Antonio
Em decisão polêmica, Hernandez derrota Massaranduba no UFC San Antonio
Jennifer, Klidson e Cabocão garantem vitórias brasileiras no card preliminar do UFC San Antonio

Rafael, que havia passado por um momento difícil dentro da organização, após sofrer dois reveses consecutivos, havia se recuperado ao bater Kevin Lee, em maio deste ano.  O atleta tupiniquim (quarto do ranking) afirmou que aceitou o desafio de encarar Leon (12º na classificação) pelo fato de não desejar ficar à espera do campeão, que se recupera de uma cirurgia para a correção de uma hérnia de disco.

A luta contra o ex-campeão dos leves, para Edwards serviu como um grande impulso dentro da divisão, já que o inglês deve saltar muitas posições no ranking do UFC.

Mesmo com todas as dificuldades no combate, Rafael mostrou muita raça para suportar a pressão imposta por Leon. No entanto, ao fim dos cinco rounds, os juízes decidiram consagrar Edwards como o vencedor do combate.

Esta foi a 12ª derrota da carreira de Dos Anjos, de 34 anos, que conta com 29 triunfos.

Leon, de 27, por sua vez, conquistou sua 18ª conquista, sendo a 8ª seguida. No cartel do inglês consta três reveses.

A luta

O combate começou com Edwards arriscando combinações de socos, que explodiram sem perigo na guarda do brasileiro. Visivelmente com maior envergadura, o inglês se aproveito do maior tamanho para derrubar Rafael logo no primeiro minuto de combate. Leon começou a tentar a finalização, mas Rafael bloqueava bem as investidas de Edwards. O niteroiense tentava usar as grades para se defender e golpeava o adversário de baixo para cima. Dos Anjos conseguiu se levantar e passou a tentar atingir Leon. Com dificuldades em encontrar a distância, Rafael desferia muitos golpes que saíam no vazio. Leon buscava a luta agarrada, o que diminuía maiores emoções no combate.

Na segunda etapa, o inglês também tomou a iniciativa no combate. Logo de início, Edwards desferiu um chute baixo nas pernas do niteroiense, que respondeu com uma sequência de socos. A envergadura de Leon visivelmente favorecia o atleta, que conseguia atingir com maior facilidade o brasileiro na longa distância. Os lutadores começaram a trocar golpes no centro do octógono e, após algumas tentativas, Dos Anjos deu um bote nas pernas do adversário buscando a queda, mas o inglês conseguiu defender bem. Aos dois três minutos de combate, o brasileiro conseguiu desferir um bom chute baixo, que balou Edwards e levou o atleta ao chão. Rafael tentou aproveitar a situação e buscar a finalização. Leon conseguiu se defender bem e voltou a levar a luta em pé. Edwards conseguiu conectar bons uma cotovelada no rosto do oponente, que abriu um ferimento profundo no olho direito do niteroiense, resultando em um sangramento que atrapalhava a visão do brasileiro.

Na terceira etapa, como previsto, Leon começou a buscar atingir o corte de Rafael buscando uma interrupção ou fazer com que o sangramento aumentasse. Alternando socos e chutes, o inglês permanecia superior no combate. Os golpes de Edwards começaram a abalar o brasileiro, que tentava responder, mas sem tanta eficiência. Rafael começou a tentar quedas no adversário, mas Leon se mostrava atento e defendia com eficiência as investidas do brasileiro.

A quarta etapa continuou movimentada. Rafael continuava insistindo em chutes baixos, que passavam no vazio. Leon ainda conseguia atingir o rosto de Rafael com certa facilidade. Após uma sequência de socos, o olho de Dos Anjos voltou a sangrar, o que, novamente, começou a prejudicar a visão do niteroiense. O brasileiro tentava enquadrar o inglês na grade, mas Edwards se mantinha concentrado e conseguia se desvencilhar dos ataques do ex-campeão dos leves. Passados três minutos, os lutadores começaram a boxear no centro do octógono, mas o brasileiro seguia levando a pior. Após tentar uma joelhada voadora, Dos Anjos foi pego pelo oponente e colocado no chão. O atleta conseguiu se levantar, mas não havia mais tempo para nada.

Na etapa final, Rafael precisava correr atrás do prejuízo sofrido nas etapas anteriores. Dos Anjos seguia tentando encontrar o rosto do oponente com golpes, mas o tamanho do adversário atrapalhava o êxito do niteroiense. Novamente Edwards tentou agarrar as pernas do brasileiro, que defendeu bem. Com dois minutos para o fim do combate, os atletas começaram a trocar golpes e tentar um nocaute, mas, no minuto final, Leon voltou a tentar uma queda no niteroiense, que tentava se defender como podia.

Resultados do UFC San Antonio

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-médio (até 77kg.): Leon Edwards derrotou Rafael dos Anjos na decisão unânime dos juízes (49-46 50-49 49-46)

Peso pesado (até 120kg.): Walt Harris derrotou Alexey Oleynik por nocaute aos 12s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Greg Hardy derrotou Juan Adams por nocaute aos 45s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Dan Hooker derrotou James Vick por nocaute aos 2m33s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Alexander Hernandez derrotou Francisco Massaranduba na decisão unânime dos juízes (30-27 29-28 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Andrei Arlovski derrotou Ben Rothwell na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR 

Peso pena (até 65,7kg.): Alex Caceres derrotou Steven Peterson na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28 )

Peso galo (até 61,2kg.): Raquel Pennington derrotou Irene Aldana na decisão dividida dos juízes  (29-28, 28-29, 29-28)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Klidson Abreu derrotou Sam Alvey na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Jennifer Maia derrotou Roxanne Modafferi na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Ray Borg derrotou Gabriel Silva na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Mario Bautista derrotou Jim Soo Son na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Felipe Cabocão derrotou Domingo Pilarte na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-28, 29-28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário