Augusto Sakai dá show e aplica nocaute rápido no UFC Vancouver

Brasileiro não toma conhecimento Marcin Tybura, 14º no ranking, e termina combate logo no primeiro minuto

A. Sakai em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram Augustosakai

O paranaense Augusto Sakai deu um verdadeiro show no UFC Vancouver, realizado neste sábado (14), no Canadá. O brasileiro precisou de menos de um minuto para aplicar um nocaute devastador em Marcin Tybura na última luta do card preliminar do evento.

Veja Também

Em duelo de cascas-grossas, Cerrone e Gaethje se enfrentam de olho no cinturão
Justin Gaethje aplica nocaute fulminante em Donald Cerrone no UFC Vancouver
UFC Vancouver: Justin Gaethje x Donald Cerrone – Resultados

Sakai subiu ao octógono para tentar tirar a má impressão causada em sua última performance, quando saiu vencedor do combate contra o ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.), Andrei Arlovski, na decisão dividida dos juízes. Para este final de semana, o atleta teria um confronto em que encontraria um adversário conhecido por ser bom no chão. Restou a Sakai mostrar que a potência nas mãos poderia bater a qualidade na luta agarrada de Tybura.

Não demorou muito. No primeiro momento em que um golpe de encontro do brasileiro tocou o rosto do polonês, o rival imediatamente acusou o golpe e restou ao paranaense o dever de encerrar o duelo.

O triunfo marcou a terceira vitória consecutiva no Ultimtate. Até o momento, o brasileiro não sabe o que é perder dentro da nova organização.

A luta

A luta começou com o polonês arriscando chutes baixos contra o brasileiro. Sakai permanecia buscando encontrar a distância e desferindo poucos golpes. Com menos de um minuto, o primeiro direto de Augusto entrou e balançou o rival. O paranaense permaneceu golpeando o rival até que Marcin desabou e o árbitro interrompeu o combate.

Austin Hubbard e Kyle Prepolec abrem card com boa luta

Os norte-americano Austin Hubbard e o canadense Kyle Prepolec travaram um combate satisfatório na abertura do UFC Vancouver. Embora não tenham arrancado suspiros do público que ainda chegava à arena no Canadá, os atletas se esforçaram e não fugiram do confronto direto.

O atleta da casa, Prepolec, se saiu melhor no primeiro assalto, arriscando mais golpes e conectando mais ataques eficientes em Austin, que parecia travado no combate. A partir da segunda etapa, o jogo virou totalmente. Hubbard conseguiu encurtar a distância e levar o combate para o chão, onde é uma zona de conforto. Na etapa final, o norte-americano voltou a manter o combate na luta agarrada, o que favoreceu à pontuação de Austin e garantiu a primeira vitória no atleta pelo Ultimate.

Chas Skelly e Jordan Griffin agitam público com combate de reviravoltas

C. Skelly derrotou J. Griffin no UFC Vancouver. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

A terceira luta da noite foi marcada pelo encontro entre os norte-maericano Chas Skelly e Jordan Griffin. No duelo, com muitas reviravoltas, Chas acabou saindo vitorioso por pontos na decisão unânime dos juízes e encerrou uma sequência de duas derrotas seguidas.

Após um início favorável, Jordan acabou sofrendo uma queda onde foi submetido a uma guilhotina bastante ajustada. Enquanto os espectadores apostavam que Griffin bateria em desistência, o atleta conseguiu surpreender o público e, não só sair da posição desfavorável, como retornar o combate de pé e quase aplicar um nocaute em Skelly.

Nos assaltos seguintes, mais cansados após muita ação, Jordan continuava a levar vantagem, desferindo mais golpes. No entanto, Skelly, que aparentava cansaço, conseguiu se superar e retornar para a luta agarrada. Jordan novamente conseguiu fugir da situação desfavorável e também quase chegou a aplicar uma finalização, mas o compatriota defendeu e conseguiu reverter a situação e permaneceu nas costas do adversário buscando um mata leão. Griffin permaneceu se segurando e o combate foi encerrado por pontos. Os lutadores foram muito aplaudidos no fim.

Resultados do UFC Vancouver

CARD PRINCIPAL 

Peso leve (até 70,3kg.): Justin Gaethje derrotou Donald Cerrone por nocaute a 4m18s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Glover Teixeira derrotou Nikita Krylov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pesado (até 120,2kg.): Todd Duffee x Jeff Hughes terminou em No Contest (sem resultado)

Peso meio-médio (até 77kg.): Tristan Connelly derrotou Michel Pereira na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27, 29-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Uriah Hall derrotou Antônio Cara de Sapato na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Misha Cirkunov derrotou Jimmy Crute por finalização a 3m38s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pesado (até 120,2kg.): Augusto Sakai derrotou Marcin Tybura por nocaute a 59s do R1

Peso galo (até 62,3kg.): Cole Smith derrotou Miles Johns derrotou Cole Smith na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo (até 62,3kg.): Hunter Azure derrotou  Brad Katona na decisão unânime dos juízes (30-27 30-27 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Chas Skelly derrotou Jordan Griffin na decisão unânime dos juízes (29-28 29-28 29-28)

Peso galo (até 62,3kg.): Louis Smolka derrotou Ryan MacDonald por nocaute a 4m43s do R1

Peso leve (até 70,3kg.):  Austin Hubbard derrotou Kyle Prepolec na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

 

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário