Stephens promete castigo a Yair Rodriguez neste sábado: ‘Será uma noite longa para ele’

Norte-americano enfrenta ‘Dono da Casa’ no UFC Cidade do México e pede passagem rumo ao topo da divisão

J. Stephens em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook ufc

O combate deste sábado (21), que marca a luta principal do UFC Cidade do México (MEX), promete pegar fogo e, se depender de um dos protagonistas da noite, Jeremy Stephens, será um verdadeiro sofrimento para Yair Rodriguez, o atleta da casa. Com a motivação em alta, o norte-americano afirmou que irá fazer de tudo para que o combate seja disputado ao longo de 25 minutos. O desejo é fazer com que seu desafiante sofra o maior tempo possível. As declarações foram feitas em entrevista recente ao ‘Combate’.

Veja Também

Masvidal afirma que não vai haver provocação entre ele e Nate: ‘Não precisamos disso’
Sem triunfar desde 2016, Bethe Correia quer voltar a vencer neste sábado: ‘Quero meu braço levantado de novo’
Justin Gaethje ultrapassa Cerrone no ranking dos leves e se aproxima de Khabib

“Não me importo como vai terminar. Planejo fazer mais pontos e envergonhar esse garoto (Yair) por todos os 25 minutos (cinco rounds). Não acho que ele tenha o condicionamento ou as habilidades para me aguentar por 25 minutos. Será uma longa noite para ele e planejo trazer muita dor e fogo e fazer o que faço melhor: fazer as pessoas apagarem”, afirmou Jeremy.

A alta na confiança mascara o momento atual vivido na carreira do peso leve (até 65,7kg.). O atleta vem de duas derrotas consecutivas dentro da organização. Em julho de 2018, o norte-americano, vindo de três triunfos consecutivos, foi brutalmente nocauteado pelo ex-campeão da categoria, José Aldo. Já março deste ano, o atleta foi batido pela promessa Zabit Magomedsharipov.

Um triunfo sobre Rodriguez pode recolocar Stephens de volta aos holofotes da divisão, já que, atualmente, o lutador figura na oitava posição no ranking da divisão. Embora o momento não seja o melhor, Jeremy ainda se mostra confiante em seu trabalho e acredita que seu estilo de combate traz audiência e é capaz de satisfazer os desejos do público por uma boa luta.

“Acho que sou empolgante, acho que as pessoas gostam de sintonizar para ver um nocauteador brutal que luta desde os 16 anos. Nasci para isso. Este é meu destino, irmão. Nasci pronto. Estou super empolgado em estar aqui no México, onde alguns dos melhores fãs do mundo estão. Irei ao trabalho e farei o que faço de melhor: destruir as pessoas”, confirmou o atleta.

Em 28 vitórias como profissional das artes marciais mistas, Stephens, hoje, soma 19 triunfos por nocaute.

Yair Rodriguez, uma jovem promessa da organização, soma 13 combates, com 11 triunfos e apenas duas derrotas. Seu último revés aconteceu em maio de 2017, quando perdeu para Frankie Edgar no UFC 211.

Relação de lutas do UFC Cidade do México

CARD PRINCIPAL (21h, horário de Brasília)

Peso pena (até 65,7kg.): Yair Rodríguez x Jeremy Stephens

Peso palha (até 52,6kg.): Carla Esparza x Alexa Grasso

Peso mosca (até 56,7kg.): Brandon Moreno x Askar Askarov

Peso galo (até 61,2kg.): Irene Aldana x Vanessa Melo

Peso pena (até 65,7): Martín Bravo x Steven Peterson

CARD PRELIMINAR (18h, horário de Brasília)

Peso galo (até 61,2kg.): José Alberto Quiñonez x Carlos Huachin

Peso pena (até 65,7kg.): Marco Polo Reyes x Kyle Nelson

Peso palha (até 52,6kg.): Ariane Sorriso x Angela Hill

Peso mosca (até 56,7kg.): Sergio Pettis x Tyson Nam

Peso meio-médio (até 77kg.): Vinícius Mamute x Paul Craig

Peso galo (até 65,7kg.): Sijara Eubanks x Bethe Correia

Peso leve (até 70,3kg.): Cláudio Puelles x Marcos Dhalsim

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário