Ketlen Vieira faz luta segura e derrota Sijara Eubanks por pontos no UFC 253

Promessa brasileira na divisão das galos, amazonense supera norte-americana e se recupera de derrota sofrida no ano passado

K. Vieira (dir.) derrotou S. Eubanks (esq.) no UFC 253. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa brasileira na divisão das galos (até 61,2kg.), Ketlen Vieira voltou a vencer no Ultimate. No confronto contra Sijara Eubanks, realizado neste sábado (26), na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi, a amazonense fez uma luta segura e conseguiu superar a norte-americana na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

Adesanya atropela Borrachinha, vence por nocaute e defende cinturão no UFC 253
Danilo Marques vence em estreia, mas Alex Leko é derrotado no card preliminar do UFC 253

Com o resultado, Ketlen se recuperou da dura derrota sofrida para Irene Aldana, no UFC 245, em dezembro do ano passado. Na ocasião, a brasileira acabou perdendo a invencibilidade na carreira.

Atual número sete no ranking liderado por Amanda Nunes, Vieira, agora, retoma sua trajetória rumo ao sonho de uma futura disputa de cinturão. Ketlen, agora, soma 11 triunfos como profissional no MMA.

Enquanto a amazonense se recuperou na organização, Eubanks teve uma sequência de duas vitórias interrompida. A norte-americana acabou sofrendo a quinta derrota em 11 apresentações no esporte.

A luta

Logo no começo do confronto, Ketlen encurtou a distância e apostou na luta agarrada. Sijara conseguiu se afastar e conectou uma sequência de jab, direto e um chute em Vieira. A norte-americana mostrava precisão nos golpes e pontuava com socos limpos no rosto da amazonense. Na metade do assalto, as combatentes partiram para a trocação franca, mas Eubanks seguia em vantagem. No minuto final, Ketlen encontrou a distância e cresceu na luta, surpreendendo a oponente com um jab e um direto. Nos segundos finais, após uma ótima combinação de golpes, a brasileira conseguiu uma queda, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, Sijara tomou a iniciativa com um chute alto, que parou na guarda da brasileira. Em resposta, a amazonense buscou as pernas da adversária e conseguiu uma queda. Vieira passou tentar as transições e golpeava a oponente de cima para baixo. Após alguns segundos sem muita ação, o árbitro pediu que as atletas se levantassem. No centro do octógono, as combatentes trocavam jabs e tentavam encontrar o melhor momento para um nocaute. Nos segundos finais, Ketlen conectou um cruzado potente no rosto de Eubanks, mas o cronômetro zerou.

No último round, Sijara precisava se recuperar do prejuízo e foi para o tudo ou nada para cima da brasileira. Passados dois minutos, a amazonense buscava a luta agarrada e quase foi surpreendida com um chute alto da norte-americana. Eubanks era melhor, mas Ketlen mostrava muita concentração para impedir as investidas da adversária. Visivelmente mais cansadas, as lutadoras economizavam nos golpes e o combate acabou ficando mais frio. Quase no fim do combate, Eubanks colocou a brasileira para baixo, mas não havia mais tempo para nada.

Brandon Royval finaliza Kai Kara-France em luta insana

B. Royval finalizou K. Kara-France no UFC 253. Foto: Reprodução/Instagram

Representante dos moscas (até 56,7kg.), Brandon Royval e Kai Kara-France entregaram uma das lutas mais empolgantes do evento. Após um primeiro round emocionante, com trocação franca entre os dois atletas, Royval retornou para a segunda etapa e, após uma distração do rival, encaixou uma guilhotina, que obrigou Kara-France a bater em desistência.

Revelado pela LFA (Legacy Fighting Alliance), Brandon chegou ao Ultimate para assombrar a categoria liderada por Deiveson Figueiredo. Atual número nove no ranking, o norte-americano, agora, deve assumir a 7ª posição, que pertencia a France.

Esta foi a segunda apresentação de Royval com as luvas do UFC. O atleta segue invicto na empresa. Kai, por sua vez, perdeu o segundo compromisso em seis lutas na companhia.

Hakeem Dawodu bate Zubaira Tukhugov em luta equilibrada

H. Dawodu (esq.) derrotou Z. Tukhugov (dir.) no UFC 253. Foto: Reprodução/Instagram

Nem a presença de Khabib Nurmagomedov em seu corner impediu a derrota de Zubaira Tukhudov. No embate contra Hakeem Dawodu, o russo não teve sucesso em sua estratégia e acabou superado pelo rival na decisão dividida dos juízes.

Dawodu subiu ao octógono para confirmar a boa fase e defender uma sequência invicta de quatro lutas. Representante dos penas (até 65,7kg.), o atleta, agora, tem cinco resultados positivos consecutivos, perdendo apenas uma vez com as luvas do Ultimate, em sua estreia.

Parceiro de treinos de Khabib, Hakeem foi bastante criticado pelo rival após o confronto, sendo acusado de evitar a luta franca. O russo arriscou algumas quedas, mas Dawodu mostrou muita concentração para frear o ímpeto do oponente. Agora, Tukhugov soma duas derrotas no Ultimate em sete apresentações.

Resultados do UFC 253

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Israel Adesanya derrotou Paulo Borrachinha por nocaute técnico a 3m59s do R2 – Luta por cinturão

Peso meio-pesado:Jan Blachowicz derrotou Dominick Reyes por nocaute a 4m36s do R2- Luta por cinturão

Peso mosca: Brandon Royval finalizou Kai Kara-France com uma guilhotina a 48s do R2

Peso galo: Ketlen Vieira derrotou Sijara Eubanks na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Hakeem Dawodu derrotou Zubaira Tukhugov na decisão dividida dos juízes (29-28, 30-27, 29-38)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Brad Riddell derrotou Alex Leko na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Jake Matthews derrotou Diego Sanchez  na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26)

Peso pena: Ludovit Klein derrotou Shane Young por nocaute a 1m16s do R1

Peso meio-pesado: William Knight derrotou Aleksa Camur na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Peso pesado: Juan Espino finalizou Jeff Hughes com uma cervical a 3m48s do R1

Peso meio-pesado: Danilo Marques derrotou Khadis Ibragimov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments