Israel Adesanya encara superluta contra Jan Blachowicz como oportunidade ideal de ampliar legado

Campeão dos médios está animado com a possibilidade de conquistar um novo cinturão, porém adiantou que lutas nos meio-pesados são apenas aventuras

I. Adesanya considera superluta contra J. Blachowicz a ampliação de seu legado. Foto: Reprodução/Inatagram @stylebender

Israel Adesanya não sai dos noticiários. O campeão do peso médio (83,9kg) do UFC, que ficou bastante em evidência pela rivalidade ferrenha com Paulo Borrachinha e Jon Jones, agora, tem um novo motivo: a superluta contra Jan Blachowicz nos meio-pesados (93kg). O nigeriano sabe da importância que o duelo possui e está levando o adversário a sério.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, Adesanya acredita que o fato de ser campeão de uma categoria acima do seu peso não só irá consolidar seu nome no MMA, como também vai ampliar o seu legado e se orgulha da ascensão meteórica que teve na organização.

Veja Também

Empolgado com superluta, Adesanya elogia Blachowicz: ‘É um lutador sólido, estranho e poderoso’
Israel Adesanya critica as recentes atuações de Jon Jones e dispara: ‘Está acabado e tem inveja’
Kevin Holland explica episódio que o fez discutir com Israel Adesanya no UFC Las Vegas 12
Yoel Romero responde provocação de Israel Adesanya: ‘Ainda estou esperando você atacar’
Israel Adesanya descarta uso de esteroides e culpa maconha por anomalia no peitoral: ‘Não vou parar’

“Definitivamente, subir de categoria e ser campeão dos meio-pesados vai ampliar o meu legado. Eu poderia ficar nos médios e limpar a divisão, mas fiz essa mudança no boxe, kickboxing e farei no MMA. Estou há três anos no UFC olhem o que já fiz! Tenho um cinturão e estou prestes a ter outro”, disse Adesanya.

Apesar do próximo compromisso ser nos meio-pesados, ‘The Last Stylebender’ garantiu que seu foco será os médios, pois a categoria é a sua casa desde sempre.

“Depois, voltarei pros médios. Tenho facilidade de bater o peso. Na maioria das vezes, luto até abaixo do limite de peso. Não costumo sofrer e essa é a minha categoria. Lutas nos meio-pesados é apenas diversão, funciona como um desafio e isso me anima. Gosto de fazer coisas das quais muitos lutadores fugiriam”, finalizou.

Aos 31 anos, Israel Adesanya estreou no UFC em 2018 e se tornou campeão do peso médio em 2019. ‘The Last Stylebender’ segue invicto no MMA, já realizou nove lutas pela companhia e superou grandes nomes do MMA, como Anderson Silva, Robert Whittaker, Yoel Romero, Paulo Borrachinha, Kelvin Gastelum, Derek Brunson e Marvin Vettori.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments