Podcast #46

Os duros desafios de Gane e Deiveson nas lutas por cinturões no UFC 270

Maurício Shogun perde por nocaute para Paul Craig e tem série invicta encerrada no UFC 255

Brasileiro sofre com quedas de rival, se cansa e acaba superado na primeira luta do card principal

M. Shogun (esq.) foi derrotado por P. Craig (dir.) no UFC 255. Foto: Reprodução/Instagram

Noite ruim para Maurício Shogun. Na primeira luta do card principal do UFC 255, realizado neste sábado (21), em Las Vegas (EUA), o brasileiro foi mal e acabou perdendo a revanche para Paul Craig. Vítima das quedas do rival, o ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.) acabou se cansando e foi derrotado por nocaute técnico no segundo round.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O confronto entre Shogun e Craig marcou a reedição de uma luta ocorrida em novembro do ano passado, pelo UFC São Paulo. Em um confronto parelho, os atletas acabaram empatando no Brasil.

Com o resultado, Maurício, de 38 anos, acabou tendo uma série invicta de três lutas encerrada. O curitibano não perdia um embate desde julho de 2018, quando foi superado por Anthony Smith.

PUBLICIDADE:

O triunfo de Paul deve fazer com que o escocês ocupe a 14ª posição no ranking da categoria, hoje, ocupada pelo brasileiro. Com dois resultados positivos em sequência, agora, Craig soma três vitórias nas últimas cinco lutas.

A luta

O duelo começou com o escocês tomando a iniciativa com um chute baixo e outro alto. Shogun respondeu na mesma moeda e buscava a melhor distância para soltar seu jogo. O brasileiro tentou surpreender o rival com uma sequência de socos, que obrigaram Paul a caminhar para trás. Na metade do round, o escocês buscou as pernas do curitibano e conseguiu derrubar. Maurício tentou se levantar, mas acabou deixando o pescoço exposto. O escocês fazia fora e tentava finalizar, mas o brasileiro conseguiu sair da posição. O curitibano conseguiu se levantar, mas foi novamente levado ao chão pelo adversário. Craig chegou às costas, mas Shogun explodiu e acabou revertendo a situação, ficando por cima. O brasileiro passou a golpear o oponente de cima para baixo e tentava se recuperar do prejuízo, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

No segundo assalto, Craig voltou sendo mais ativo, com dois chutes baixos. Shogun respondeu com uma sequência de socos, mas Paul não se abalou. O escocês seguiu apostando nos chutes, enquanto o brasileiro tentava entrar na linha de ação do oponente. Após ser acertado com dois socos do curitibano, Craig voltou a derrubar o curitibano. O escocês chegou às costas e passou a buscar o mata-leão. O brasileiro mostrou estar com o jiu-jitsu afiado e, novamente se defendeu, se levantando na sequência. Restando dois minutos para o fim do round, o escocês derrubou o brasileiro novamente e passou a atingir Shogun com socos. O brasileiro tentava resistir aos socos do adversário, mas acabou batendo em desistência.

PUBLICIDADE:

Em luta movimentada, Tim Means supera Mike Perry

T. Means (dir.) derrotou M. Perry (esq.) no UFC 255. Foto: Reprodução/Instagram

Representantes dos meio-médios (até 77kg.), Tim Means e Mike Perry entregaram aos fãs um dos confrontos mais agitados da noite. No duelo candidato a ‘Luta da Noite’, Means acabou sendo superior e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado positivo, Tim conquistou sua segunda vitória consecutiva na organização. Veterano no esporte, o lutador atingiu a marca de 31 triunfos na carreira, que conta com 45 compromissos no MMA.

Com a esposa no córner, Perry, ao contrário de sua última apresentação, não deixará Las Vegas com um triunfo. O combatente mostrou muita raça, mas acabou sendo vítima da menor envergadura e dos golpes certeiros do adversário. Agora, o norte-americano tem seis derrotas nas últimas 10 lutas e confirmou a má fase.

Em luta morna, Katlyn Chookagian supera Cynthia Calvillo por pontos

K. Chookagian (esq.) derrotou C. Calvillo (dir.) no UFC 255. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Na segunda luta do card principal, Katlyn Chookagian não deu show, mas voltou a vencer na organização. Contra Cynthia Calvillo, a ex-desafiante ao cinturão no peso mosca (até 56,7kg.) dominou a adversária por três rounds e triunfou na decisão unânime dos juízes.

Chookagian retornou ao octógono pouco mais de um mês depois da dura derrota sofrida para Jéssica Andrade. Com o resultado, Katlyn recupera o caminho das vitórias e volta a sonhar com uma nova chance de disputar o título da divisão.

Recém-chegada no peso mosca, Calvillo não conseguiu conquistar a sequência de duas vitórias em sequência. Em seu debute no grupo, a lutadora havia superado Jessica Eye, em junho.

Resultados do UFC 255

CARD PRINCIPAL

Peso mosca: Deiveson Figueiredo finalizou Alex Perez com uma guilhotina a 1m27s do R1 – Luta pelo cinturão

Peso mosca: Valentina Shevchenko derrotou Jennifer Maia na decisão unânime dos juízes (49-26, 49-46, 49-46) – Luta pelo cinturão

Peso meio-médio: Tim Means derrotou Mike Perry na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Katlyn Chookagian derrotou Cynthia Calvillo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado: Paul Craig derrotou Maurício Shogun por nocaute técnico a 3m36s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso mosca: Brandon Moreno derrotou Brandon Royval por nocaute técnico a 4m59s do R1

Peso médio: Joaquin Buckley derrotou Jordan Wright por nocaute a 0m18s do R2

Peso mosca: Antonina Shevchenko derrotou Ariane Lipski por nocaute técnico a 4m33s do R2

Peso meio-médio: Nicolas Dalby derrotou Daniel Rodriguez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Alan Jouban derrotou Jared Gooden na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio: Kyle Daukaus derrotou Dustin Stoltzfus na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26)

Peso meio-médio: Sasha Palatnikov derrotou Louis Cosce por nocaute técnico a 2m47s do R3

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico



Comentários

Deixe um comentário