Em horário alternativo e com seis brasileiros, UFC Ilha da Luta 8 acontece nesta quarta-feira | SUPER LUTAS

Em horário alternativo e com seis brasileiros, UFC Ilha da Luta 8 acontece nesta quarta-feira

Card terá início às 11h (horário de Brasília) e conta com Chiesa x Magny como atração principal; haverá também a presença de seis brasileiros

M. Chiesa e N. Magny fazem luta principal do UFC Ilha da Luta 8. Foto: Montagem SUPER LUTAS

A maratona com três cards em uma semana do Ultimate segue nesta quarta-feira (20). A partir das 11h da manhã, acontece o ‘UFC Ilha da Luta 8’,  em Abu Dhabi. A organização organizou 14 combates para agitar os fãs de MMA, incluindo a presença de seis brasileiros.

Veja Também

Na luta principal da noite, um confronto entre dois lutadores que estão no top 10 da divisão dos meio-médios (até 77,1kg.). Michael Chiesa e Neil Magny trocam forças, em duelo marcado por dois dos lutadores mais experientes da categoria e, quem vencer, pode se aproximar de um lugar entre os cinco melhores.

No combate co-principal, ainda entre os meio-médios, o mineiro Warlley Alves encara Mounir Lazzez. O brasileiro busca se recuperar da derrota contra Randy Brown por finalização, no UFC São Paulo, em novembro de 2019.

Além do mineiro, o Brasil será representado por mais cinco combatentes. No card principal, Vinícius Mamute enfrenta Ike Villanueva; Douglas D’Silva tenta encontrar o caminho das vitórias contra Lerone Murphy, enquanto Viviane Araújo dividirá o octógono com Roxanne Modafferi. Já nas lutas preliminares, Markus Maluko luta contra Dalcha Lungiambula e Francisco Figueiredo – irmão do campeão peso mosca (até 56,7kg.), Deiveson – estreia no Ultimate, diante de Jerome Rivera.

Chiesa x Magny

Voltando de uma lesão no joelho, que o tirou de ação desde o início de 2020, Michael Chiesa atravessa grande fase no Ultimate, vindo de três vitórias seguidas. Atualmente, ele ocupa a oitava posição na categoria e derrotou Rafael dos Anjos, no UFC Releigh, na decisão unânime dos juízes.

Neil Magny também chega ao combate com três triunfos – todos em 2020 – e venceu Robbie Lawler em sua última luta, no UFC Las Vegas 8, também na decisão unânime. Ele está no nono lugar do ranking da divisão.

Warley Alves: Para seguir sonhando…

Mesmo com o card ocorrendo em Abu Dhabi, por conta da pandemia da COVID-19, o Brasil também estará presente na luta co-principal do espetáculo. Visando corresponder às expectativas, Warlley Alves precisa fazer as pazes com a vitória. Considerado como uma das grandes promessas do país, o vencedor do TUF Brasil 3, em 2014, ainda não estourou na organização e precisa do triunfo diante do tunisiano Mounir Lazzez para buscar uma vaga no top 15 dos meio-médios

Warlley já fez 11 combates no evento, incluindo uma vitória contra o ex-campeão interino, Colby Covington e uma derrota para o detentor do título, Kamaru Usman. São sete vitórias e três derrotas até o momento.

Mais Brasil!

Ainda no card principal, Vinícius Mamute está ‘com a corda no pescoço’ na companhia. Descoberto no Contender Series – programa em que Dana White descobre novos talentos -, mas ainda não sabe o que é vencer no Ultimate. São três reveses, todos por nocaute ainda no primeiro round. Seu oponente, Ike Villanueva, também não está bem, já que foi nocauteado nos dois últimos combates dentro da franquia.

Viviane Araújo pode dar bom passo rumo ao título da divisão peso mosca feminino (até 56,7kg.), caso vença Roxanne Modafferi. A brasileira, que ocupa a nona posição da categoria atualmente dominada por Valentina Shevchenko, vem de vitória na decisão unânime dos juízes, contra Montana De La Rosa, em setembro de 2020. Já sua rival, Modafferi, tem um cartel de 25 triunfos e 17 reveses, além de ser uma das atletas mais antigas na organização, com estreia em 2013.

Já Douglas D’Silva retorna ao octógono após superar inúmeras lesões em 2020. O paraense tem oscilado entre bons e maus momentos, mas se destacou ao vencer Marlon Vera e, por último, Renan Barão. Ele enfrenta Lerone Murphy, que está invicto em nove lutas.

Entre os demais brasileiros, vale destacar Markus Maluko e Francisco Figueiredo. O primeiro chega ao combate com duas derrotas seguidas e visa recomeçar no UFC contra Dalcha Lungiambula. Já o irmão do campeão dos moscas, Deiveson, faz sua estreia na organização, encarando Jerome Rivera.

Ficha técnica do UFC Ilha da Luta 8

DIA: 20 de janeiro de 2021

HORA: A partir das 11h (horário de Brasília)

LOCAL: Yas Island, em Abu Dhabi

COMO ASSISTIR: SUPER LUTAS (as duas primeiras lutas AO VIVO) e canal Combate (todo o card)

CARD PRINCIPAL (14h, no horário de Brasília)

Peso meio-médio: Michael Chiesa x Neil Magny

Peso meio-médio: Warlley Alves x Mounir Lazzez

Peso meio-pesado: Ike Villanueva x Vinícius Mamute

Peso mosca: Roxanne Modafferi x Viviane Araújo

Peso mosca: Matt Schnell x Tyson Nam

Peso pena: Lerone Murphy x Douglas D’Silva

CARD PRELIMINAR (11h, no horário de Brasília)

Peso médio: Omari Akhmedov x Tom Breese

Peso galo: Ricky Simon x Gaetano Pirrello

Peso mosca: Su Mudaerji x Zarrukh Adashev

Peso médio: Dalcha Lungiambula x Markus Maluko

Peso mosca: Francisco Figueiredo x Jerome Rivera

Peso leve: Mike Davis x Mason Jones

Peso pena: Umar Nurmagomedov x Sergey Morozov

Peso mosca: Victoria Leonardo x Manon Fiorot

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments