Cinco motivos para assistir UFC 262 AO VIVO | SUPER LUTAS

AO VIVO

Assista o UFC 263 com Deiveson e Adesanya defendendo seus cinturões

Cinco motivos para assistir ao UFC 262, com Charles do Bronx na disputa do cinturão dos leves

Adversário de Michael Chandler, paulista encabeça evento com 12 lutas confirmadas e esquadrão brasileiro

C. Do Bronx (esq.) encara M. Chandler (dir.) no UFC 262, pelo cinturão dos leves. Foto: Reprodução/Instagram

Chegou o grande momento. Destaque do Ultimate há anos, Charles do Bronx, enfim, disputará o cinturão dos leves (até 70,3kg.) da organização. Neste sábado (15), pelo UFC 262, em Houston (EUA), o brasileiro protagonizará o espetáculo junto a Michael Chandler, na buscando ocupar o trono deixado por Khabib Nurmagomedov. Além da luta pelo título, o show terá mais 11 confrontos em sua programação.

Veja Também

Vivendo o melhor momento em sua carreira, Do Bronx poderá fazer história na organização. Caso supere Chandler na última luta da noite, o brasileiro tomará o lugar deixado pelo lendário Khabib, que se aposentou do esporte invicto, no fim de 2020.

Na luta co-principal, outro grande atrativo para os espectadores. Considerado um dos homens mais temidos na história dos leves, Tony Ferguson busca se recuperar de duas derrotas consecutivas. Para isso, o ‘Bicho Papão’ deverá passar pelo promissor Beneil Dariush, que pede passagem na categoria.

Ainda no card principal, três brasileiros levarão o verde-amarelo para o octógono. Edson Barboza, Viviane Araújo e Rogério Bontorin serão os destaques tupiniquins na etapa.

Na primeira metade do espetáculo, Priscila Pedrita será a primeira bazuca a subir no octógono. Encerrando o card preliminar, Ronaldo Jacaré e André Sergipano trocam forças e dividem os corações dos torcedores.

Para entrar no clima, nossa equipe selecionou cinco motivos para acompanhar o UFC 262. Confira:

1) Charles x Chandler

C. Do Bronx (esq.) e M. Chandler (dir.) tentarão conquistar o título vago dos leves no UFC 262. Foto: Reprodução/Instagram

Representante do UFC há mais de 10 anos, Do Bronx está perto de fazer história na organização. Depois de passar por altos e baixos na empresa, o brasileiro se encontrou e vive um momento espetacular. Com oito resultados positivos em sequência, o paulista carimbou o passaporte para disputar o título depois de um ‘passeio’ diante de Tony Ferguson em dezembro de 2020. Contra o ‘Bicho Papão’, o brasileiro não tomou conhecimento do rival, dominando e vencendo por pontos, na ocasião.

Confirmado como um dos protagonistas do show, Do Bronx não pensou duas vezes para aceitar o compromisso de encarar Chandler. Contra o recém-chegado na empresa, o brasileiro poderá mostrar, novamente, sua evolução no esporte e somar seu 31º resultado positivo na carreira.

Para levar o cinturão para casa, Charles deverá passar pela lenda do Bellator. Contratado pelo Ultimate no segundo semestre de 2020, o ex-campeão dos leves na concorrência quer provar que valeu o investimento feito pelo UFC.

Aposta da organização, o norte-americano estreou com o pé direito. Em janeiro, o combatente precisou de menos de cinco minutos para atropelar o perigoso Dan Hooker. Após um nocaute devastador, o lutador encheu os olhos da diretoria e, meses depois, foi confirmado como um dos representantes na disputa do cinturão vago por Khabib Nurmagomedov.

2) Fim da ‘Era Khabib’

K. Nurmagomedov anunciou sua aposentadoria em outubro de 2020. Foto: Reprodução/Twitter @ufc

 

O encontro entre Charles e Chandler colocará fim à hegemonia de Khabib Nurmagomedov na organização. Considerado uma lenda viva no esporte, o russo se aposentou em outubro do ano passado, depois de bater Justin Gaethje e unificar o título.

Ainda no octógono, depois de derrotar o norte-americano, o ‘Águia’ justificou a decisão de pendurar as luvas. Segundo Khabib, a morte do pai, Abdulmanap Nurmagomedov – em julho, por conta de complicações da Covid-19 -, foi determinante para a decisão. De acordo com o russo, não fazia sentido seguir competindo seu principal mentor, técnico e incentivador.

Considerado, por muitos, como o melhor peso leve da história, Khabib deixou o MMA depois de uma trajetória perfeita. Em 29 compromissos, o lutador não soube o que é perder.

O lutador encabeçou a divisão entre 2018 e 2020, fazendo três defesas de título.

3) Ferguson e a busca pela recuperação

T. Ferguson (foto) vem de duas derrotas consecutivas no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos nomes mais temidos na história dos leves, Tony Ferguson sobe ao octógono neste fim de semana pressionado por um bom resultado. Vivendo um momento inédito na carreira, com dois resultados negativos em sequência, o ‘Bicho Papão’ precisa vencer para retomar o sonho de disputar o cinturão interino do grupo.

O lutador, no entanto, não terá vida fácil no UFC 262. Quando soar o gongo, o atleta terá pela frente o perigoso Beneil Dariush, que vive grande momento e pede passagem rumo ao topo da categoria.

Para voltar a vencer, Ferguson deverá mostrar todo o seu arsenal diante de um adversário que não perde há seis confrontos. O último revés de Dariush aconteceu em 2018, quando acabou superado por Alexander Hernandez. Desde então, o lutador segue em alta.

Hoje, Ferguson ocupa a quinta posição na categoria. Sonhando com o topo, Dariush vem em nono e pode tomar o posto de Tony, caso vença o veterano de 37 anos.

4) Jacaré: ‘vida ou morte’

R. Jacaré em atuação pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ronaldojacare

Antigo destaque no peso médio (até 83,9kg.), Ronaldo Jacaré ‘lutará pelo emprego’ neste fim de semana. Vivendo uma fase complicada na organização, o brasileiro precisa de um resultado positivo para se manter vivo na empresa.

Ex-campeão do Strikeforce, Ronaldo vem de quatro derrotas em suas últimas cinco lutas. Para voltar a somar um resultado positivo no cartel, o veterano terá de superar uma promessa brasileira na organização.

Neste sábado, Jacaré trocará forças com André Sergipano, que está com 100% de aproveitamento na companhia. Revelado pelo ‘Contender Series’, o mineiro vai para seu quarto compromisso com as luvas do UFC. Até o momento, o combatente soma duas finalizações e uma vitória por pontos.

5) Mais Brasil

P. Pedrita em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Além de Do Bronx, Jacaré e Sergipano, o Brasil contará com mais quatro representantes tupiniquins distribuídos nos cards preliminar e principal.

Primeira brasileira a subir no octógono, Priscila Pedrita quer provar que o início difícil na organização ficou para trás. Depois de sofrer três derrotas consecutivas, a carioca conquistou seu primeiro triunfo diante de Shana Dobson, em fevereiro de 2020. Agora, a combatente terá um novo teste contra Gina Mazany, em duelo disputado no peso mosca (até 56,7kg.).

No card principal, o perigoso Edson Barboza retorna à cena. Agora, nos penas (até 65,7kg.), o friburguense terá um duro compromisso diante de Shane Burgos. Conhecido pela sua agressividade, o brasileiro tenta seguir sua trajetória rumo ao topo da divisão liderada por Alexander Volkanovski.

Em grande fase no Ultimate, Viviane Araújo pode se aproximar de uma disputa de cinturão, caso supere Katlyn Chookagian no UFC 262. Atual número sete no ranking liderado pela lendária Valentina Shevchenko, a brasileira enfrentará a número dois do grupo. Caso supere a norte-americana, a atleta do Distrito Federal dará um salto na divisão e pode ganhar o direito de desafiar a atual campeã.

Atuando no peso galo (até 61,2kg.), Rogério Bontorin terá um desafio que promete agitar os espectadores do espetáculo. Embora não esteja no melhor momento na organização, com dois resultados negativos em sequência, o paranaense colocará suas técnicas em jogo diante de Matt Schnell. O duelo representará uma disputa de estilos semelhantes, já que ambos são conhecidos por suas qualidades no jiu-jitsu.

Ficha técnica do UFC 262

Data: 15 de maio de 2021

Horário: A partir das 19h30 (horário de Brasília)

Local: Toyota Center, Houston, Estados Unidos

Como assistirSUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRELIMINAR (23h, horário de Brasília)

Peso leve: Charles Do Bronx x Michael Chandler – Luta pelo cinturão

Peso leve: Tony Ferguson x Beneil Dariush

Peso galo: Matt Schnell x Rogério Bontorin

Peso mosca: Katlyn Chookagian x Viviane Araújo

Peso pena: Shane Burgos x Edson Barboza

CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília)

Peso médio: Ronaldo Jacaré x André Sergipano

Peso pena: Lando Vannata x Mike Grundy

Peso médio: Jordan Wright x Jamie Pickett

Peso mosca: Andrea Lee x Antonina Shevchenko

Peso mosca: Gina Mazany x Priscila Pedrita

Peso pena: Kevin Aguilar x Tucker Lutz

Peso leve: Christos Giagos x Sean Soriano

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments