Em combate eletrizante, Michel Pereira vence Niko Price no card preliminar do UFC 264 | SUPER LUTAS

Em combate eletrizante, Michel Pereira vence Niko Price no card preliminar do UFC 264

O lutador brasileiro deu mais um show no octógono e derrotou o norte-americano na noite desse sábado (10), em Las Vegas (EUA)

M. Pereira venceu N. Prince no UFC 264 Foto: Instagram

Noite feliz para Michel Pereira. No card preliminar do UFC 264 que aconteceu nesse sábado (10), o ‘paraense voador’ venceu Niko Price na decisão unânime dos juízes em um combate eletrizante. Com o triunfo, o brasileiro pode aparecer pela primeira vez no top-15 dos meio-médios (até 77,1kg) nos próximos dias. O show aconteceu na T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA).

Veja Também

Jessica Eye
Jennifer Maia Jessica Eye

No primeiro minuto de luta, Michel acertou um direto no rosto de Price que, de forma não intencional, deu uma ‘dedada’ no olho do brasileiro. Pequena interrupção no combate. Após o retorno, o norte-americano colou o brasileiro na grade, fazendo o jogo de clinch. Os dois atletas voltaram pro centro do octógono e mantiveram a trocação franca. O atleta tupiniquim encontrou a distância dos golpes e passou a ser mais efetivo que seu adversário com boas combinações de socos e chutes.

Na segunda parcial, o ‘paraense voador’ seguiu melhor no combate, acertando bons chutes e socos no seu adversário. O brasileiro conseguiu montar em Price e seguiu golpeando, chegou a tentar uma finalização mas o norte-americano resistiu. Após uma distração do brasileiro, Niko quase conseguiu uma chave de perna mas Michel logo se levantou. No último minuto, o paraense foi encurralado na grade pelo ‘Híbrido’ que o atingia com pisões no pé. O assalto terminou com os dois atletas demonstrando grande desgaste físico.

A terceia parcial iniciou com os dois lutadores apelando para a trocação franca. O brasileiro saiu do ‘furacão’ e acalmou a luta. Michel acertou um ‘chute baixo’ no seu adversário e o árbitro interrompeu o combate. O norte-americano retornou acertando os melhores golpes e mostrava melhor preparo físico do que o atleta tupiniquim. Price tentou encurralar o brasileiro novamente na grade mas logo foi afastado. O ‘paraense voador’ deixava a guarda baixa enquanto o seu rival tentava acertá-lo. O assalto terminou com outro ‘festival de trocação’ no centro do ringue.

Com mais uma vitória pra conta, Michel agora soma três vitórias seguidas no Ultimate e pode aparecer pela primeira vez no ranking dos meio-médios (até 77,1kg) nos próximos dias. O ‘paraense voador’ agora marca 26 triunfos e 11 derrotas em sua carreira.

O veterano Nick Price agora marca três lutas sem sentir o ‘doce sabor’ de uma vitória. O norte-americano vem de uma ‘luta sem resultado’ e uma derrota nos seus duelos anteriores. O ‘Híbrido’ agora ostenta o cartel de 14 triunfos e cinco reveses.

Max Griffin vence Carlos Condit na decisão unânime dos juízes

M. Griffin derrotou C. Condit Foto: Instagram

A primeira parcial foi marcada por amplo domínio de Griffin sobre Condit. Com boa estratégia em pé, Max abusava dos chutes baixos tentando minar a base do seu oponente e conseguia bons jabs e diretos contra um, incrivelmente, passivo Carlos. No segundo assalto, o ‘Pain’ seguiu dominante mas o ex-campeão interino dos meio-médios passou a responder aos ataques e tentar pontuar.

No terceiro round, Griffin retomou a agressividade e assumiu novamente o controle da luta. O ‘Assasino Natural’ demonstrou uma leve queda física mas seguia tentando responder aos ataques do seu oponente. Nos minutos finais, foi a vez de Max comecar a cadenciar o combate enquanto Condit buscava um ‘pombo sem asa’. Griffin botou a luta para baixo nos segundos derradeiros e depois travou o ex-campeão interino no clinch até o soar do gongo.

Embalado na categoria, Max Griffin consegue a sua terceira vitória seguida. O ‘Pain’ agora marca o cartel de 18 triunfos e oito reveses no MMA profissional. Com o resultado adverso para Griffin, Condit tem a sua sequência de duas vitórias interrompidas e agora ostenta o histórico de 32 triunfos e oito derrotas em sua carreira.

Ilia Topuria nocauteia Ryan Hall e segue invicto no MMA

I. Topuria derrotou R. Hall e segue invicto no MMA Foto: Instagram

Veterano das artes marciais e especialista no jíu-jitsu, Ryan Hall tem o seu estilo de jogo bastante conhecido. Coube ao novato Ilia Topuria conseguir o ‘anti-jogo’ para vencê-lo. E o georgiano obteve êxito na missão. ‘Fugindo’ das tentativas de finalização do norte-americano, o lutador de 24 anos encontrou uma brecha em um dos rolamentos do seu adversário e conseguiu uma sequência de golpes que o levou a nocaute. Vitória da estratégia.

Com o seu terceiro triunfo em três lutas no Ultimate, Ilia mostra-se como um dos grandes nomes a ser observado na divisão dos penas (até 65,7kg). O georgiano está invicto no MMA com 11 vitórias. O veterano Ryan Hall volta de longa inatividade e tem a sua sequência de 4 resultados positivos quebrada. O lutador de 36 anos agora marca 8 triunfos e 2 reveses em sua carreira nas artes marciais mistas.

Dricus Du Plessis nocauteia Trevin Gilles no segundo round

D. Du Plessis nocauteou T. Gilles Foto: Instagram

O confronto entre Dricus Du Plessis e Trevin Gilles foi marcado pelo bom nível técnico. Os dois atletas demonstraram começaram o duelo demonstrando qualidade na trocação. Preocupado com o estilo pouco ortodoxo de Gilles,o sul-africano chegou a botar a luta para baixo e quase encaixou uma finalização. No início do segundo assalto, Dricus acertou um direto limpo que levou o norte-americano a nocaute. Ainda deu tempo de Du Plessis acertar mais um golpe antes da interrupção do árbitro.

Com o belo nocaute, Du Plessis chega a sua quarta vitória seguida na carreira e passa a marcar o cartel de 16 triunfos e dois reveses. Por outro lado, Trevin não consegue marcar o seu quarto resultado positivo e sofre a sua terceira derrota na carreira. O norte-americano possui 14 triunfos no MMA profissional.

CARD PRINCIPAL

Peso leve: Dustin Poirier x Conor McGregor

Peso meio-médio: Gilbert Durinho x Stephen Thompson

Peso pesado: Tai Tuivasa x Greg Hardy

Peso galo: Irene Aldana x Yana Kunitskaya

Peso galo: Sean O’MalleyKris Moutinho

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio:  Max Griffin derrotou Carlos Condit na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio: Michel Pereira derrotou Niko Price na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena:  Ilia Topuria derrotou Ryan Hall por nocaute a 4m47s do R1

Peso médio: Dricus du Plessis derrotou Trevin Giles por nocaute a 1m41s do R2

Peso mosca: Jennifer Maia derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso médio: Brad Tavares derrotou Omari Akhmedov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Zhalgas Zhumagulov finalizou Jerome Rivera com uma guilhotina a 2m02s do R1

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments