Em luta 'sangrenta', Jennifer Maia derrota Jessica Eye no card preliminar do UFC 264 | SUPER LUTAS

Em luta ‘sangrenta’, Jennifer Maia derrota Jessica Eye no card preliminar do UFC 264

Primeira atleta tupiniquim nesse sábado (10), a ex-desafiante dos moscas (até 56,7kg) se recuperou da derrota em seu último combate e se manteve no topo da divisão

J. Maia venceu J. Eye na decisão dos juízes Foto: Instagram

O Brasil começou o UFC 264 com o pé direito. Na noite desse sábado (10), a brasileira Jennifer Maia se recuperou da derrota para Valentina Shevchenko e venceu a veterana Jessica Eye na decisão unânime dos juízes. O espetáculo foi realizado na T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)

Veja Também

O confronto começou com Jessica mais agressiva e golpeando Jennifer que chegou a responder com uma joelhada. A brasileira adotava um estilo mais reativo, esperando para contragolpear a sua rival com jabs e diretos. A atleta tupiniquim acertava os ataques mais potentes enquanto a norte-americana dominava o centro do octógono mas com pouca efetividade. Faltando 15s para o fim do round, Eye chegou a derrubar Maia mas não teve tempo para nenhuma tentativa de finalização ou golpe.

O segundo assalto iniciou com o mesmo cenário do começo da luta, porém a brasileiro voltou mais agressiva. A norte-americana chegou a tentar uma queda, que foi repelida pela atleta tupiniquim. Ainda tomando mais a iniciativa, Jessica passou a acertar mais golpes na brasileira. No final do round, as duas atletas tiveram um choque de cabeças, o que levou a um corte profundo na testa de Eye.

Na terceira parcial, Jennifer passou a ser mais agressiva e mirava os seus golpes no corte sofrido por Jéssica na testa. As duas lutadoras partiram para a trocação franca buscando vencer o round de um combate equilibrado até então. No minuto final, a norte-americana acertou boas combinações e chegou a tentar uma queda, porém, a brasileira conseguiu se manter de pé. Na decisão dos juízes, vitória da atleta tupiniquim.

Com o resultado positivo, Jennifer se recupera da derrota na disputa de cinturão para Valentina Shevchenko e se mantém no topo da categoria. A atleta tupiniquim agora possui um cartel de 19 vitórias, sete reveses e um empate. A veterana Jessica Eye alcança a triste marca de três derrotas seguidas e se complica na organização. A norte-americana agora marca 15 triunfos e seis resultados negativos no MMA profissional.

Em duelo equilibrado, Brad Tavares vence Omari Akhmedov na decisão dividida dos juízes

B. Tavares venceu O. Akhmedov no UFC 264 Foto: Instagram

No combate entre Omari Akhmedov e Brad Tavares, o equilíbrio foi marcante durantes os três rounds. O norte-americano dominava o centro do octógono e era mais agressivo, porém, o russo deixava poucos golpes sem resposta. O ‘Wolverine’ buscou as quedas durante grande parte do duelo mas era frustrado pelo seu adversário que mostrou boa defesa na luta olímpica. Após 15 minutos, vitória de Brad Tavares na decisão dividida dos juízes.

O norte-americano engata a sua segunda vitória consecutiva e deve subir mais alguns degraus no ranking da divisão dos médios (até 83,9kg). O veterano agora possui um cartel de 18 triunfos e seis reveses. Número 13 na classificação, Akhmedov segue sua ‘gangorra’ de resultados e volta a sentir o gosto amargo de um revés. Agora, o russo marca 21 resultados positivos, seis negativos e um empate no MMA profissional.

Zhalgas Zhumagulov vence Jerome Rivera com uma guilhotina em pé

Z. Zhumagulov finalizou J. Rivera com uma guilhotina Foto: Instagram

A primeira luta da noite começou com Jerome Rivera pressionando Zhalgas Zhumagulov e tentando encurralá-lo na grade. O lutador cazaque se defendia bem e respondia com pesados contra-golpes. Ainda no primeiro round, Rivera tentou de forma atabalhoada derrubar o ‘Zhako’ e acabou caindo em uma guilhotina em pé do seu adversário. Não restou outra alternativa ao ‘Renegado’ que não fosse bater em sinal de desistência.

Com o triunfo, Zhalgas quebra sua incômoda sequência de duas derrotas seguidas e ganha uma ‘sobrevida’ no Ultimate. O lutador cazaque agora possui o histórico de 14 triunfos e cinco reveses em sua carreira. Por outro lado, Rivera emplaca o seu quarto resultado negativo na organização e  pode ter o seu emprego ameaçado nos próximos dias. O combatente agora marca 10 vitórias e 6 derrotas em seu cartel.

RESULTADOS DO UFC 264

CARD PRINCIPAL

Peso leve: Dustin Poirier x Conor McGregor

Peso meio-médio: Gilbert Durinho x Stephen Thompson

Peso pesado: Tai Tuivasa x Greg Hardy

Peso galo: Irene Aldana x Yana Kunitskaya

Peso galo: Sean O’Malley x Kris Moutinho

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Max Griffin derrotou Carlos Condit na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio: Michel Pereira derrotou Niko Price na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Ilia Topuria derrotou Ryan Hall por nocaute a 4m47s do R1

Peso médio: Dricus du Plessis derrotou Trevin Giles por nocaute a 1m41s do R2

Peso mosca: Jennifer Maia derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso médio: Brad Tavares derrotou Omari Akhmedov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Zhalgas Zhumagulov finalizou Jerome Rivera com uma guilhotina a 2m02s do R1

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments