VÍDEO: Assista e relembre os melhores nocautes do primeiro semestre de 2022

Os seis primeiros meses do ano foram repletos de nocautes brutais e memoráveis; a equipe do SUPER LUTAS selecionou os cinco mais marcantes

T. Ferguson recebe duro nocaute de M. Chandler. Foto: Reprodução/Twitter @HansGutknecht

Os seis primeiros meses de 2022 apresentaram aos fãs de MMA uma enorme quantidade de nocautes memoráveis. A equipe do SUPER LUTAS teve a dura missão de escolher, entre tantos, os cinco desfechos mais marcantes e impressionantes do primeiro semestre do ano. Confira abaixo a lista, que apresenta os desfechos em ordem cronológica.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Jamahal Hill x Johnny Walker – UFC Las Vegas 48

O primeiro nocaute da lista aconteceu logo no segundo mês do ano. Na luta principal do UFC Las Vegas 48, no dia 18 de fevereiro, Jamahal Hill conectou um direto de encontro na testa de Johnny Walker. Ao receber o golpe, o brasileiro teve o corpo projetado para trás de forma peculiar, o que valorizou ainda mais o nocaute do norte-americano.

 

PUBLICIDADE:

Manny Akpan x Connor Hitchens – Cage Warriors 136

Continuamos na Inglaterra, mas trocamos o octógono do UFC pelo do Cage Warriors, onde o britânico Manny Akpan colocou a capoeira em jogo e surpreendeu o compatriota Connor Hitchens com uma meia-lua de compasso espetacular, garantindo a vitória por nocaute e um lugar na nossa lista.

Molly McCann x Luana Dread – UFC Londres

De Las Vegas, cruzamos o Atlântico e vamos até a Inglaterra, mais precisamente ao octógono do UFC Londres, realizado no dia 19 de março. Em evento repleto de nocautes e finalizações, um se destacou dos demais pela brutalidade. Pela divisão peso mosca (até 56,7 kg), Molly McCann conectou uma cotovelada giratória certeira e apagou a brasileira Luana Dread em um dos desfechos mais brutais da história do MMA feminino.

PUBLICIDADE:

Michael Chandler x Tony Ferguson – UFC 274

No polêmico UFC 274, evento no qual Charles do Bronx finalizou Justin Gaethje, mas perdeu o cinturão dos leves (até 70,3 kg) por não ter batido o peso, a cota de brutalidade foi cumprida por Michael Chandler. O ex-campeão do Bellator “obliterou” Tony Ferguson com um chute frontal espetacular no segundo round.

Weili Zhang x Joanna Jedrzejczyk – UFC 275

Por último, mas não menos importante, a ex-campeã peso palha (até 52,1 kg) Weili Zhang garantiu seu lugar na lista ao nocautear a também ex-campeã Joanna Jedrzjeczyk com um golpe giratório avassalador no segundo round da tão aguardada revanche entre as duas. A polonesa anunciou a aposentadoria do MMA logo após a derrota.

PUBLICIDADE:
Menções honrosas: 
Shavkat Rakhmonov x Carlston Harris (UFC Las Vegas 47); Tai Tuivasa x Derrick Lewis (UFC 271); Andrey Koreshkov x Chance Rencountre (Bellator 274); Ilia Topuria x Jai Herbert (UFC Londres); Renan Problema x Jamelle Jones (PFL 2 2022); Maki Pitolo x Douglas Usher (Eagle FC 47); Ricardo Carcacinha x Danny Chavez (UFC Austin); Jeremiah Wells x Court McGee (UFC Austin).

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC