Amanda Lemos tem boa atuação, finaliza Michelle Waterson e volta a vencer no UFC

Brasileira controla 'poder de fogo' da norte-americana e aplica guilhotina para sair com os braços erguidos no duelo

A. Lemos (dir.) finalizou M. Waterson (esq.) no UFC Long Island. Foto: Reprodução/Instagram

Única representante brasileira no UFC Long Island, evento realizado neste sábado (16) na UBS Arena, em Nova York (EUA), Amanda Lemos encarou Michelle Waterson pela divisão das moscas (até 56,7kg.). E, no segundo assalto, a paraense conseguiu uma guilhotina e voltou ao caminho das vitórias na organização.

PUBLICIDADE:

Amanda se recuperou de finalização sofrida por Jéssica Bate-Estaca, em março deste ano, e deve subir posições no ranking da categoria. Com o resultado, ela conquista seu 12º triunfo, enquanto também tem outros dois reveses e um empate.

Veja Também

Já Waterson, em fase final de sua carreira, sente o ‘sabor amargo’ da décima derrota em sua trajetória na organização. Ela soma, agora, 18 resultados positivos e dez negativos.

PUBLICIDADE:

A Luta

As atletas começaram trocando chutes e mostrando suas qualidades no muay thai. Amanda marcava bem a distância e entrava no raio de ação de Waterson, que aproveitou para, na reta final, quedar. Entretanto, Lemos não deixou barato e inverteu a situação para terminar por cima.

No segundo assalto, o desfecho para Amanda. Depois de se sentir confortável em pé, Lemos se defendeu de uma queda e, assim que bateu no chão, fez transição para a guilhotina. A brasileira soltou a ‘pegada’, mesmo sem o árbitro central parar o duelo. Ainda assim, reconheceu que bateu pelo lado oposto do árbitro.

Após sofrer dois knockdows, lutador tem sobrevida e consegue reviravolta impressionante 

M. Schnell (esq.) conseguiu reviravolta impressionante contra S. Mudaerji no UFC Long Island. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

PUBLICIDADE:

O MMA mostrou, mais uma vez, que sempre pode surpreender com algo novo e entusiasmante aos amantes de lutas. Em duelo válido pelo card principal do UFC Long Island, evento realizado neste sábado (16), Matt Schnell conseguiu uma das maiores reviravoltas do ano e finalizou Su Mudaerji no segundo round.

No combate pelos moscas (até 56,7kg.) o norte-americano sofreu dois knockdowns e sentia as cotoveladas do adversário, mas deu a volta por cima com um triângulo e ‘apagou’ o chinês no octógono.

PUBLICIDADE:

Schnell, agora, tem sobrevida e volta a vencer na organização. Em sua carreira, o lutador conta com um retrospecto de 16 triunfos, seis reveses e um empate. Enquanto isso, Mudaerji soma 16 resultados positivos e cinco negativos.

Em luta eletrizante, Shane Burgos supera Charles Jourdain na decisão majoritária

S. Burgos (esq.) bateu C. Jourdain (dir.) no UFC Long Island. Foto: Reprodução/Instagram

Prometeram e cumpriram. Em luta válida pelo card principal, Shane Burgos e Charles Jourdain protagonizaram um verdadeiro show ao público presente em Long Island. O norte-americano fez boa apresentação e garantiu amplo domínio em dois assaltos, além de ‘sofrer’ no terceiro em confronto de reviravoltas. Ele saiu com os ‘braços erguidos’ na decisão majoritária dos juízes.

Burgos, agora, soma um retrospecto de 15 triunfos e três reveses. Por outro lado, Jourdain tem 13 resultados positivos, quatro negativos e um empate na carreira.

Resultados do UFC Long Island

CARD PRINCIPAL (15h, horário de Brasília)

Peso pena (até 65,7kg.): Brian Ortega x Yair Rodriguez

Peso palha (até 52,1kg.): Amanda Lemos finalizou Michelle Waterson com uma guilhotina no R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Peso meio-médio (até 77kg.): Li Jingliang derrotou Muslim Salikhov por nocaute técnico a 4m38s no R2

Peso mosca (56,7kg.): Matt Schnell finalizou Su Mudaerji com um triângulo a 4m24s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Shane Burgos derrotou Charles Jourdain na decisão majoritária dos juízes (29-28, 28-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Lauren Murphy derrotou Miesha Tate na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

CARD PRELIMINAR (12h, horário de Brasília)

Peso médio (até 83,9kg.): Puna Soriano derrotou Dalcha Lungiambula por nocaute a 28seg do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Ricky Simon finalizou Jack Shore com um katagatame a 3m28s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Bill Algeo derrotou Herbert Burns por nocaute técnico a 1m05s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Dustin Jacoby derrotou Da Un Jung por nocaute a 3m13s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Dustin Stoltzfus derrotou Dwight Grant na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha (até 52,1kg.): Emily Ducote derrotou Jessica Penne na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC