Max Griffin faz jogo estratégico e supera Tim Means em duelo de veteranos no UFC Las Vegas 63

Norte-americano ‘usa e abusa’ das quedas, tem bons momentos na trocação e sai vitorioso na decisão dividida dos juízes

M. Griffin (esq.) superou T. Means no UFC Las Vegas 63. Foto: Reprodução/Instagram

Foi na estratégia. Em duelo de veteranos, válido pela divisão dos médios (até 83,9kg.), Max Griffin trabalhou com jogo de quedas e aplicou quedas para vencer Tim Means na decisão dividida dos juízes. A luta foi a segunda mais importante do UFC Las Vegas 63, evento realizado neste sábado (29).

Veja Também

Griffin, assim, se recupera da derrota sofrida na última apresentação e, agora, soma um cartel de 19 resultados positivos e nove negativos. Ele é profissional desde 2009.

PUBLICIDADE:

Means, por sua vez, sentiu o ‘sabor amargo’ da 14ª derrota na carreira, tendo também 32 vitórias, um empate e uma luta sem resultado em sua trajetória como profissional. Ele iniciou sua trajetória em 2004.

A Luta

Griffin começou se movimentando, girando no octógono e marcando a perna de Means. Com jogo de qualidade, Max aplicou um direto no queixo de Tim, que caiu desnorteado. O norte-americano foi com tudo para cima, mas viu seu adversário se recuperar rapidamente e já colocar a luta junto à grade. Os dois lutadores voltaram em pé e, assim como o início, Max Griffin ditava o ritmo com as melhores ações.

PUBLICIDADE:

O equilíbrio apareceu no segundo assalto. Means já marcava o tempo na guarda de Griffin, que não era contundente, mas ainda seguia se movimentando no octógono. Max, na curta distância, entrou com mais um direto no minuto final e ficou na guarda do adversário até o final do round.

No terceiro e último round, Griffin voltou no ‘abafa’ contra Means e abriu com mais uma queda. Em vantagem, o norte-americano optou por não se expor e, à medida que o tempo passava, era ainda mais perigoso por cima, na guarda de seu rival. Na reta final, Tim voltou a reverter a situação e ainda buscou uma queda, terminando por cima.

PUBLICIDADE:

Estreante, Waldo Cortes-Acosta confirma favoritismo e bate Jared Vanderaa por pontos

W. Cortes-Acosta (dir.) bateu J. Vanderaa (esq.) no UFC Las Vegas 63. Foto: Reprodução/InstagramEstreante da noite no card principal, Waldo Cortes-Acosta confirmou um dos maiores favoritismos da noite e bateu Jared Vanderaa na decisão unânime dos juízes. O dominicano, que sofreu com chutes no joelho, seguiu agressivo e pontuou com boas combinações. O duelo foi válido pela divisão dos pesos pesados (até 120,2kg.).

Com isso, Cortes-Acosta segue invicto em sua carreira, com oito vitórias – sendo terceira na decisão. Vanderaa, por sua vez, pode ser demitido da organização, já que tem quatro reveses seguidos. Ele soma 12 resultados positivos e nove negativos.

PUBLICIDADE:

Tresean Gore ‘apaga’ Josh Fremd com guilhotina brutal

T. Gore finalizou J. Frend no UFC Las Vegas 63 (Foto: Instagram/UFC)

Na segunda luta do card principal, válida pela divisão dos médios (até 83,9kg), Tresean Gore não tomou conhecimento de Josh Fremd e conquistou sua primeira vitória no Ultimate. Após apresentar um wrestling de altíssimo nível no primeiro round, o atleta de 28 anos liquidou a fatura no segundo assalto ao encaixar uma guilhotina brutal e apagar o oponente.

Após começo ruim no Ultimate, com duas derrotas consecutivas, Tresean Gore conquistou sua primeira vitória na organização.

Do outro lado, Josh Fremd segue sem vencer no octógono. O atleta da Factory X tem agora dois reveses no Ultimate.

Khalil Rountree cresce no terceiro round e bate Dustin Jacoby na decisão

A primeira luta do card principal do UFC Las Vegas 63, válida pela divisão dos meio-pesados (até 93kg.) teve resultado polêmico. Após duelo equilibrado, Khalil Rountree Jr. derrotou Dustin Jacoby na decisão dividida dos juízes, resultado que gerou vaias do público presente no UFC Apex.

A vitória sobre Dustin Jacoby é a terceira consecutiva de Khalil Rountree, que vive seu melhor momento no Ultimate e não perde desde janeiro de 2021.

Por outro lado, o resultado dá fim à invencibilidade de Dustin Jacoby, que durava nove lutas, sete delas no UFC. O kickboxer não era derrotado desde janeiro de 2015, quando ainda atuava pelo Bellator.

Resultados do UFC Las Vegas 63

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Calvin Kattar x Arnold Allen

Peso meio-médio (até 77kg.): Max Griffin derrotou Tim Means na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Waldo Cortes-Acosta derrotou Jared Vanderaa na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Tresean Gore derrotou Josh Fremd por finalização (guilhotina) aos 49s do R2

Peso meio-pesado (até 93kg.): Khalil Rountree Jr derrotou Dustin Jacoby na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso médio (até 83,9kg.): Roman Dolidze derrotou Phil Hawes por nocaute (socos) aos 4m09s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Marcos Pezão finalizou Andrei Arlovski com um mata-leão a 1m50 do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Jun Yong Park finalizou Joseph Holmes com um mata-leão a 3m04s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Steve Garcia Jr. derrotou Chase Hooper por nocaute técnico a 1m32s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Cody Durden derrotou Carlos Mota na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Christian Rodriguez finalizou Joshua Weems com um triângulo de mão a 4m07s do R1

Leia Mais sobre: , , , , , , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300