UFC Glendale: Alex Cowboy finaliza ex-campeão; Poirier vence ‘luta do ano’ Gaethje

Cowboy finalizou Carlos Conditno segundo round e fica perto do ranking; Dustin Poirier vence guerra contra Justin Gaethje e pede chance por cinturão

Cowboy (foto) derrotou Condit. (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

A expectativa para as principais lutas do UFC Glendale era grande e os protagonistas do show realizado no deserto do Arizona (EUA), neste sábado (14), não decepcionaram. No duelo co-principal, o brasileiro Alex Cowboy travou uma verdadeira guerra contra o ex-campeão interino dos meio-médios Carlos Condit. Após várias alternâncias no domínio da disputa, o atleta de Três Rios, interior do Rio de Janeiro, finalizou o norte-americano com uma bela guilhotina no segundo assalto.

Na luta principal da noite, os pesos leves Dustin Poirier e Justin Gaethje travaram a melhor luta do ano até aqui. No duelo que pode ter definido o próximo desafiante ao cinturão de Khabib Nurmagomedov, Poirier levou a melhor, nocauteou o rival e pediu a chance pelo título.

Cowboy, sofre, mas finaliza Condit

Veja Também

Vídeo: Assista à vitória de Alex Cowboy sobre Carlos Condit no UFC Glendale
Vídeo: Veja os melhores momentos da batalha entre Dustin Poirier e Justin Gaethje
UFC Glendale: Durinho e Cara de Sapato brilham no card preliminar
Lute para se Sentir Bem: Exercícios e Serotonina

Alex Cowboy foi chamado as pressas para substituir o lesionado Matt Brown e encerar o ex-campeão Carlos Condit no UFC Glendale. E, mesmo sem tempo de preparação, o brasileiro superou as expectativas e travou uma verdadeira guerra no  octógono.

No início da luta, Cowboy não se intimidou com o histórico do adversário e mostrou boa movimentação na luta em pé. O brasileiro disparava mais golpes, enquanto Condit, plantado, esperava o melhor momento para atacar. Confiante em seu jogo, Alex atacou as pernas do rival e levou a disputa para o solo. Porém, ele cedeu espaço e Condit rapidamente inverteu a posição. Por cima, o ex-campeão mostrou toda sua habilidade e ganhava posições com paciência. Ele chegou as costas e esteve perto de finalizar com um mata-leão, mas o fluminense defendeu bem as três investidas até o gongo soar.

No segundo round, a história pareceria se repetir. O brasileiro segurou a perna de Condit quando ele tentou aplicar um chute, levou a disputa para solo, mas deixou o norte-americano inverter a posição. Por cima, ele tentava abrir espaço para golpear Alex. Porém, quando ele ergueu seu corpo, Cowboy disparou uma pedalada com as costas no chão que acertou o rosto de Carlos. O ex-campeão sentiu o golpe.

Sem perder tempo, Cowboy se levantou, foi para cima e encaixou uma justa guilhotina. Carlos Condit ainda tentou resistir, mas acabou batendo em desistência.

Dustin Poirier vence ‘luta do ano’ contra Justin Gaethje

Poirier ‘luta do ano’ Gaethje. Foto: Reprodução / Twitter / UFC

Se alguém tinha a expectativa dos pesos leves Dustin Poirier e Justin Gaethje travarem a luta do ano de 2018, ele deixou o UFC Glendale satisfeito. Os lutadores travaram uma verdadeira guerra no octógono e deixaram  a área de lutas ovacionados pelos fãs.

O combate entre eles começou insano, com uma troca fraca de socos. Poirier era mais preciso nos ataques, mas Gaethje mostrava sua já conhecida resistência e respondia todas as investidas do rival.

No segundo assalto, Gaethje voltou disposto a tirar a diferença da parcial anterior e abriu o jogo. O combate foi brevemente interrompido por um acidental dedo no olho de Poirier. Após a interrupção, Dustin voltou a mostrar precisão e travou o ímpeto inicial do adversário, para controlar a disputa em seu ritmo e somar pontos.

Como era de se esperar, Gaethje foi crescendo com o passar dos rounds. Apoiado pela torcida, o atleta, que nasceu no Arizona, trabalhou boas sequências de chutes e socos, sem dar espaço para Poirier. Porém, um novo dedo no olho de Dustin, tirou um ponto de Gaethje. A dedução do ponto tirou a empolgação de Justin, mas, mesmo assim, ele levou a parcial.

No quarto assalto, porém, veio o final da disputa. Dustin Poirier encaixou um lindo direto de esquerda em Gaethje. Ele sentiu o golpe, dobrou o joelho e tentou recuar. Porém, O número 3 no ranking dos leves foi pra cima e disparou vários socos no adversário até o árbitro decretar o nocaute técnico.

RESULTADOS DO UFC GLENDALE

CARD PRINCIPAL

Dustin Poirier derrotou Justin Gaethje por nocaute técnico a 33s R4

Alex Cowboy finalizou Carlos Condit com uma guilhotina a 3m17s do R2

Israel Adesanya derrotou Marvin Vettori na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Michelle Waterson derrotou Cortney Casey na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Antônio Cara de Sapato finalizou Tim Boetsch com um mata-leão a 4m28s do R1

Muslim Salikhov derrotou Ricky Rainey por nocaute a 4m12s do R2

John Moraga derrotou Wilson Reis na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Brad Tavares derrotou Krzysztof Jotko por nocaute técnico a 2m16s R3

Gilbert Durinho derrotou Dan Moret por nocaute a 59seg. do R2;

Lauren Mueller derrotou Shana Dobson na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Yushin Okami derrotou Dhiego Lima na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 20-26)

Adam Wieczorek finalizou Arjan Bhullar com uma omoplata a 1m59s do R2

Alejandro Perez derrotou Matthew Lopez por nocaute técnico (socos) a 3m42s do R2

Luke Sanders  derrotou Patrick Williams na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Notícias relacionadas