Cinco motivos para assistir o UFC Chile neste sábado

O primeiro evento do UFC na América do Sul fora do Brasil tem Demian Maia e Kamaru Usman na luta principal

D. Maia e K. Usman fazer a luta principal do UFC Chile após lesão do argentino S. Ponzinibbio. Foto: Reprodução/Instagram UFC

O Ultimate desembarca em Santiago neste sábado (19) para o UFC Fight Night Chile. Essa é a primeira vez que o evento acontece na América do Sul fora do Brasil. Na luta principal da noite, o brasileiro Demian Maia enfrenta o nigeriano, Kamaru Usman na categoria dos meio-médios.

Veja Também

Demian Maia é azarão na luta principal do UFC Chile
Diante de Demian, Usman vê oportunidade de mostrar que é diferenciado

O card do evento ainda traz mais quatro brasileiros: Vicente Luque enfrenta Chad Laprise; Michel Trator encara Zak Cummings; Poliana Botelho mede forças contra a japonesa Syuri Kondo; Felipe Silva terá pela frente Claudio Puelles.

Para você entrar no clima do UFC Chile, confira cinco motivos para você assistir o evento.

1 – A contagem regressiva de Demian

D. Maia aceitou o desafio de substituir S. Ponzinibbio mesmo com pouco tempo de preparação. Foto: Reprodução/Instagram Demian Maia

Demian Maia anunciou nesta semana que tem mais quatro lutas em contrato com o UFC e deve pendurar as luvas em seguida. O primeiro embate é contra Kamaru Usman neste sábado. O brasileiro acredita que até o fim de 2019 deve encerrar a carreira.

Maia é considerado um dos maiores representantes do jiu-jitsu no MMA e ela a sério esse posto. “O que me empolga é a minha missão de divulgar o Jiu-Jitsu para as pessoas, a diversão de treinar e me manter no topo. Foi uma visão que eu tive há uns três anos, após ter um problema no ombro, que é a missão de divulgar o Jiu-Jitsu, que faz a diferença todos os dias na vida de tantas pessoas, e isso é mais importante do que qualquer coisa”, explicou Demian

Demian tem um cartel de 32 lutas, 25 vitórias e oito derrotas no MMA. O faixa-preta de jiu-jitsu já disputou o cinturão do UFC em duas oportunidades, sendo superado por Anderson Silva, em 2010, pelo título dos médios (até 84kg.) e Tyron Woodley pelo cinturão dos meio-médios (até 77,1kg). em 2017. A última luta do brasileiro foi a derrota para o norte-americano Colby Covington em outubro passado, em São Paulo.

2 – O pesadelo nigeriano: Kamaru Usman

Usman mantem-se invicto no UFC. (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Mesmo com 31 anos, Kamaru Usman ainda é um novato para o MMA. O nigeriano encara o brasileiro Demian Maia de olho na ascensão ao top-5 dos meio-médios.

Dono de um jogo de wrestler com excelente quedas e um boxe de punhos pesados, Usman quer fazer jus apelido e ser o ‘Pesadelo Nigeriano’ do brasileiro.

Ele tem 13 lutas na carreira, com 12 triunfos e uma derrota. No UFC, ele está invicto com sete vitórias. O pesadelo nigeriano já enfrentou os brasileiros: Warlley Alves e Sérgio Moraes.

3 – Zak Cummings x Michel Trator

Trator não conseguiu bater o peso da categoria dos leves no UFC Belém e Rotterdam. Foto: Reprodução/Instagram Michel Trator

Na categoria dos meio-médios Zak Cummings enfrenta o brasileiro Michel Trator na última luta do card preliminar. Michel Trator originalmente pertence aos pesos leves (até 70,3kg.), mas com dificuldades de perder peso nos eventos em Belém e em Rotterdam foi penalizado pelo UFC. O atleta foi colocado na divisão dos pesos meio-médios (até 77,1kg.).

Trator estreou com derrota no Ultimate em 2013 contra o também brasileiro Paulo Thiago no UFC on FX: Belfort vs. Rockhold. Michel tem um cartel de 26 lutas, com 24 vitórias e duas derrotas. Sua última luta foi a vitória por decisão sobre o norte-americano Desmond Green no UFC Belém em fevereiro deste ano.

Zak Cummings iniciou sua carreira no MMA em 2007 e acumulou dez vitórias consecutivas em eventos nos Estados Unidos. Assim, em 2009, chamou a atenção do extinto Strikeforce que o contratou para lutar contra Tim Kennedy. Cummings foi derrotado por finalização com um estrangulamento no segundo round. Em 2013 foi contratado pelo UFC e estreou com uma vitória sobre Ben Alloway. Zac tem um cartel de 26 lutas, com 21 vitórias e cinco derrotas.

4 – Poliana Botelho, a esperança da Nova União

P. Botelho tem um cartel com seis vitórias e uma derrota. Foto: Reprodução/Instagram Poliana Botelho

Nos últimos anos, a equipe Nova União ostentou cinturões nos principais eventos de MMA pelo mundo. Porém, recentemente, o time perdeu espaço com as quedas de José Aldo e Renan Barão no UFC, além de Dudu Dantas no Bellator. Mas com uma nova safra de atletas, isso pode mudar.

Poliana Botelho, de 29 anos, é discípula de Dedé Pederneiras e esperança uma das esperanças na Nova União. No UFC Chile contra a japonesa Syuri Kondo ela vai para a segunda luta pelo Ultimate.

Em 2014 e 2015, a brasileira lutou três vezes pelo XFC Internacional onde venceu todos os embates por nocaute. As apresentações de Poliana chamaram a atenção do UFC. A estreia foi com vitória sobre Pearl Gonzalez no UFC 216 em outubro de 2017.

Primeiro evento na América do Sul fora do Brasil

UFC Fight Night 129 deve receber cerca de 12 mil espectadores. (Foto: Reprodução/Instagram Movistar Arena)

Em seu plano de expansão mundial, o UFC dá mais um passo neste sábado. A cidade de Santiago, capital do Chile recebe o primeiro evento realizado na América do Sul que fala espanhol. Os outros eventos foram realizados somente no Brasil. A Movistar Arena, tem capacidade para cerca de 12 mil espectadores e promete ter lotação máxima.

Com o evento no Chile, vão ser dois cards consecutivos na América do Sul. Uma semana antes, no dia 12 de maio, o Rio de Janeiro recebe o UFC 224 na Jeunesse Arena.

UFC Fight Night 129 tem 13 lutas com seis embates no card principal e sete no preliminar. O evento será transmitido pelo Canal Combate a partir das 19h30.

Ficha técnica do UFC Chile:

DATA E HORÁRIO:  19/04/2018, a partir das 19h15 (horário de Brasília)

LOCAL: Movistar Arena, Santiago, Chile

TRANSMISSÃO: Canal Combate

Card principal 

Peso meio-médio: Demian Maia x Kamaru Usman

Peso palha: Alexa Grasso x Tatiana Suarez

Peso meio-pesado: Jared Cannonier x Dominick Reyes

Peso galo: Diego Rivas x Guido Cannetti

Peso mosca: Veronica Macedo x Andrea Lee

Peso meio-médio: Vicente Luque x Chad Laprise

Card preliminar

Peso meio-médio: Zak Cummings x Michel Trator

Peso mosca: Brandon Moreno x Alexandre Pantoja

Peso palha: Poliana Botelho x Syuri Kondo

Peso pena: Gabriel Benítez x Humberto Bandenay

Peso galo: Henry Briones x Frankie Saenz

Peso leve: Claudio Puelles x Felipe Silva

Peso pena: Enrique Barzola x Brandon Davis

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments