UFC 232: Jon Jones volta a vencer Gustafsson e reconquista cinturão dos meio-pesados

Jones espanta polêmicas, volta a ter o cinturão do UFC e se firma como o maior lutador de todos os tempos

Jones bate Gustafsson e reconquista cinturão do UFC. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Jon Jones está de volta! Considerado por muitos como o maior lutador da história, o norte-americano deixou as polêmicas de lado, mostrou que o tempo afastado do octógono não fez mal e reconquistou o cinturão dos meio-pesados do Ultimate. Na noite deste sábado (29), na luta principal do UFC 232, ele voltou derrotar Alexander Gustafsson, nocauteando de forma incontestável o rival que havia lhe dado mais trabalho no octógono.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Jon Jones sobre Alexander Gustafsson no UFC 232
Amanda Nunes nocauteia Cris Cyborg, conquista o segundo cinturão e faz história no UFC 232
VÍDEO: Assista o nocaute de Amanda Nunes sobre Cris Cyborg no UFC 232
Petr Yan domina Douglas D’Silva e vence o brasileiro no UFC 232
De virada, Alex Volkanovski nocauteia Chad Mendes no segundo round

“Quero agradecer a todos que ficaram ao meu lado. Minha equipe, meus técnicos, minha família. Eu sou produto das grandes pessoas que tenho ao meu redor. Alexander tem um alcance muito grande e conectou bons golpes no meu rosto. Ele é um cara que se recupera muito rápido. O plano era usar o wrestling para vencê-lo. Tem um cara aí que se chama de campeão duplo… Que tipo de cara abandona seu cinturão só por que eu cheguei em casa? O papai está em casa, Cormier. Venha pegar o seu cinturão, ele está bem aqui”, disse Jones ainda no cage.

A luta

A luta começou cercada da expectativa. Após a disputa extremante equilibrada em 2013, Jones tentou iniciar a revanche em busca da queda, mas o sueco defendeu bem. O norte-americano trabalhou com pisões frontais no joelho de Gustafssson, que girava bem no octógono, mas sempre que entrava no raio de ação era recebido com cotoveladas de encontro.

No segundo round, Gustafsson fez valer a tática que equilibrou o primeiro encontro entre eles. O sueco caminhava pra frente, combinando socos e forçando Jon a recuar. O norte-americano tentava responder com chutes nas pernas, mas sem a mesma pressão.

Com a luta caminhando para se tornar tensa, assim como no primeiro duelo, Jones resolveu mostrar todo seu valor. Sem dar sopa para o azar, assim que começou o terceiro assalto, ele atacou as pernas de Gustafsson e levou a disputa para o solo. Por cima, o norte-americano mostrou toda sua superioridade. Ele rapidamente passou a guarda, prendeu um dos braços do rival, chegou as costas e com vários socos na lateral da cabeça forçou o árbitro a interromper a disputa e decretar o nocaute aos 2m02s.

Resultados do UFC 232

Card Principal

Peso meio-pesado: Jon Jones derrotou Alexander Gustafsson por nocaute a 2m02s do R3

Peso pena: Amanda Nunes derrotou Cris Cyborg por nocaute aos 51s do R1

Peso meio-médio: Michael Chiesa finalizou Carlos Condit com uma kimura aos 56s do R2

Peso meio-pesado: Corey Anderson derrotou Ilir Latifi na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Alex Volkanovski derrotou Chad Mendes por nocaute técnico a 4m14s do R2

Card Preliminar

Peso pesado:Walt Harris derrotou Andrei Arlovski na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso pena: Megan Anderson derrotou Cat Zingano por nocaute a 1m01s do R1

Peso galo: Petr Yan derrotou Douglas D’Silva por nocaute técnico a 5m do R2

Peso leve: Ryan Hall finalizou B.J. Penn com uma chave de calcanhar a 2m46s do R1

Peso galo: Nathaniel Wood finalizou Andre Ewell com um mata-leão a 4m12s do R3

Peso médio: Uriah Hall derrotou Bevon Lewis por nocaute a 1m32s do R3

Peso meio-médio: Curtis Millender derrotou Siyar Bahadurzada na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Montel Jackson finalizou Brian Kelleher com um triângulo de mão a 1m40s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário