De virada, Alex Volkanovski nocauteia Chad Mendes no segundo round

O australiano levou um sufoco nos primeiros minutos, mas aplicou uma cotovelada que nocauteou o norte-americano no segundo round

A. Volkanovski conquistou o sexto triunfo seguido no UFC. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

A primeira luta do card principal ofereceu ao público uma amostra do que a noite reservava para o UFC 232. Alex Volkanovski levou um sufoco de Chad Mendes nos primeiros minutos do combate. Mas, em uma virada surpreendente, o australiano acertou uma forte cotovelada que nocauteou o norte-americano. ‘Great’ venceu ‘Money’ por nocaute técnico aos 4m14s do segundo round.

Veja Também

Amanda Nunes nocauteia Cris Cyborg, conquista o segundo cinturão e faz história no UFC 232
VÍDEO: Assista o nocaute de Amanda Nunes sobre Cris Cyborg no UFC 232
UFC 232: Jon Jones volta a vencer Gustafsson e reconquista cinturão dos meio-pesados
VÍDEO: Assista o nocaute de Jon Jones sobre Alexander Gustafsson no UFC 232
Petr Yan domina Douglas D’Silva e vence o brasileiro no UFC 232

Volkanovski conquistou o sexto triunfo seguido no Ultimate e deve subir no ranking da categoria dos penas. Mendes soma a terceira derrota em quatro lutas no Ultimate.

O primeiro combate do card principal começou movimentado. Mendes acertou dois cruzados em Volkanovski que aguentou a pressão. Os pesos penas sorriam enquanto trocavam golpes. Chad tentou derrubar o rival que se levantou rapidamente. Em resposta, Volkanovski acertou um chute alto que parou na guarda de do norte-americano. Assim, chegou ao fim o primeiro round.

Mendes voltou buscando encerrar o combate. Ele aplicou uma sequência de golpes com (joelhada voadora, gancho e cruzado) que fizeram o adversário cair. Contudo, Alex levantou rápido. Chad pegou as pernas do oponente, foi para as costas e tentou aplicar um mata-leão. Volkanovski saiu da pegada e acertou uma cotovelada na tempora do norte-americano que o fez cair no chão nocauteado.

Com jiu-jítsu afiado, Chiesa finalizou Carlos Condit

Michael Chiesa mostrou ao Ultimate que pode ser um grande lutador dos meio-médios. Em sua estreia na categoria, ‘Maverick’ dominou Carlos Condit e encaixou uma kimura aos 56 segundos do segundo assalto.

Com o triunfo, Chiesa deixou a maré de derrotas e somou a primeira vitória em dois anos. O ex-campeão interino dos meio-médios contabiliza a quinta derrota seguida na franquia e está a perigo.

O primeiro round começou rápido. Condit acertou um chute alto e uma sequência de socos. Chiesa grudou nas pernas do rival e o derrubou. Michael trabalhou dentro da guarda e foi para as costas, mas o adversário que se levantar. ‘Maverick’ levou a luta para o solo e trabalhou na posição. Carlos conseguiu dar um bote e agarrou o braço do oponente que conseguiu sair. A luta foi para o chão e os lutadores tentaram finalizar com golpes de jiu-jitsu.

O segundo assalto iniciou com os lutadores levando o combate para o solo novamente. Chiesa conseguiu aplicar uma justa kimura que fez com que o adversário desse os três tapinhas.

Corey Anderson vence Ilir Latifi em decisão unânime

Ilir Latifi entrou no octógono confiante na vitória e chegou a dominar Corey Anderson no primeiro round. Entretanto, após o segundo round o suíço sentiu o ritmo e foi dominado pela velocidade e golpes contundentes do norte americano. Depois de 15 minutos, ‘Overtime’ conquistou uma vitória sobre ‘Sledgehammer’ na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28).

Com o triunfo, Anderson soma a terceira vitória no Ultimate e quebra a hegemonia de dois anos de Latifi.  A última derrota de Ilir havia sido para Ryan Bader em setembro de 2016 no UFC Hamburgo.

O embate começou com os lutadores tentando encontrar a distância e velocidade para os golpes entrarem. Latifi acertou um chute na panturrilha e recebeu um ataque na mesma moeda do rival. Ilir tentou levar o combate para o solo, mas Anderson resistiu e não deixou. ‘Sledgehammer’ ameaçou encaixar uma guilhotina, mas desistiu e carimbou um direto no rosto do adversário. Corey vendo a desvantagem tentou atacar o lutador suíço nos últimos segundos.

Corey voltou mais acelerado no segundo assalto e acertou golpes duros no rosto do rival. Latifi tentou laçar as pernas do rival, mas não conseguiu a queda, mas o prensou na grade. Anderson foi ao ataque e aumentou o ritmo da luta ao ver o cansaço do adversário. O norte-americano tentou mergulhar nas pernas de Ilir que bloqueou.

O terceiro assalto iniciou mais lento e os lutadores demonstraram o cansaço dos ataques nos 10 primeiros minutos. Anderson tentou se aproximar, mas o rival tentou fugir. Ilir surpreendeu o público ao colocar um chute rodado alto na guarda do rival. Faltando 10 segundos, os atletas foram para o tudo ou nada e aplicaram alguns golpes. Ao soar do gongo os pesados apertaram as mãos.

Resultados do UFC 232

Card Principal

Peso meio-pesado: Jon Jones derrotou Alexander Gustafsson por nocaute a 2m02s do R3

Peso pena: Amanda Nunes derrotou Cris Cyborg por nocaute aos 51s do R1

Peso meio-médio: Michael Chiesa finalizou Carlos Condit com uma kimura aos 56s do R2

Peso meio-pesado: Corey Anderson derrotou Ilir Latifi na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Alex Volkanovski derrotou Chad Mendes por nocaute técnico a 4m14s do R2

Card Preliminar

Peso pesado:Walt Harris derrotou Andrei Arlovski na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso pena: Megan Anderson derrotou Cat Zingano por nocaute a 1m01s do R1

Peso galo: Petr Yan derrotou Douglas D’Silva por nocaute técnico a 5m do R2

Peso leve: Ryan Hall finalizou B.J. Penn com uma chave de calcanhar a 2m46s do R1

Peso galo: Nathaniel Wood finalizou Andre Ewell com um mata-leão a 4m12s do R3

Peso médio: Uriah Hall derrotou Bevon Lewis por nocaute a 1m32s do R3

Peso meio-médio: Curtis Millender derrotou Siyar Bahadurzada na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Montel Jackson finalizou Brian Kelleher com um triângulo de mão a 1m40s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário