Marcos Dhalsim e Rani Yahya perdem no card principal do UFC 234

Em sua estreia o aluno de Anderson Silva foi nocauteado por Lando Vannata no evento co-principal e o brasiliense perdeu por pontos para Ricky Simon

L. Vannata finalizou no final do primeiro round. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

Os dois representantes do Brasil levaram a pior em suas lutas no card principal do UFC 234, realizado neste sábado (09), em Melburne na Austrália. No evento co-principal da atração, o paulista Marcos Dhalsim, pupilo de Andeson Silva, foi finalizado por Lando Vannata no primeiro round. Já o brasiliense Rani Yahya foi superado por Ricky Simon na decisão unânime (30-27, 30-25, 30-27).

Veja Também

Raulian Paiva faz luta dura, mas é derrotado no card preliminar do UFC 234
UFC 234: Anderson Silva x Israel Adesanya – Resultados

Em apresentação segura, Lando Vannata finaliza Marcos Dhalsim

Lando Vannata fez uma apresentação segura no evento co-principal do UFC 234. O norte-americano, conhecido por fazer lutas abertas, com muita emoção, dessa vez foi tático. Ele controlou a juventude do brasileiro Marcos Dhalsim e finalizou a peleja com uma kimura aos 4m55s do R1.

Com o triunfo, Vannata quebra um sequência irregular com derrotas e empates e soma a segunda vitória no Ultimate. O estreante brasileiro contabiliza o quinto revés em sua carreira como profissional.

O aluno de Anderson Silva tomou a iniciativa do combate e tentou aplicar dois chutes no rival. O norte-americano encurtou a distância e acertou um cruzado. Em resposta, ‘Dhalsim’ acertou um chute rodado na linha de cintura que parou na guarda do rival. Vannata se aproximou do oponente, agarrou e derrubou. Lando começou a trabalhar o ground and pound em cima de Marcos. Nos últimos segundos, o veterano passando a posição norte-sul e Dhalsim deixou o braço. Vendo isso, ‘Groovy’ pegou o brasileiro em uma justa kimura.

Rani Yahya foi derrotado por Ricky Simon por decisão unânime

R. Simon se mantém invicto no UFC. Foto: reprodução/Facebook ufcbrasil

Ricky Simon traçou a estratégia perfeita para vencer Rani Yahya no card principal do UFC 234. O norte-americano manteve o combate em pé e não deixou o brasileiro trabalhar seu jiu-jítsu. Assim, ele conquistou um triunfo por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-25, 30-27).

Com a vitória, Simon mantém sua invencibilidade no Ultimate após três combates. Enquanto isso, o brasileiro interrompe uma sequência de três triunfos.

O combate dos pesos galos iniciou com o ataque do norte-americano que colocou o rival para a grade. O brasileiro tentou contragolpear os chutes baixos e mergulhou nas pernas do oponente. Em resposta, Simon colocou um upper e jogou o brasiliense no chão. Ricky não quis levar o combate para o solo e manteve a luta em pé. Ele antecipou os ataques de Yahya e conectou bons golpes.

O brasileiro tentou afastar o oponente com chutes altos de direita no inicio do segundo assalto. Simon se esquivou dos ataques e derrubou o brasileiro, mas não foi para o solo. Rani levantou e colocou os golpes, mas o rival conseguiu escapar dos ataques. O norte-americano acertou uma ‘ombrada’ que fez o adversário cair. O brasiliense se recuperou e partiu cima, mas não teve mais tempo.

Buscando reverter o combate, o brasileiro chamou o rival para a guarda e tentou aplicar um triângulo. No entanto, Simon conseguiu sair e se levantou. O norte-americano dominou o duelo em pé no centro do cage. O brasiliense buscou pontuar com bons golpes, mas eles passam no vazio. Rany buscou a queda de qualquer forma, mas Ricky não quis entrar na estratégia de Yahya. Assim, o combate chega ao fim.

Com uma linda finalização, Montana De La Rosa vence Nadia Kassem

M. De La Rosa conquistou a terceira vitória no UFC. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

Montana De La Rosa deu um show de jiu-jítsu e finalizou Nadia Kassem com uma chave de braço a 2m37s do segundo round. A norte-americana desde os primeiros segundos levou a luta o chão, dominou a rival e apenas esperou o momento certo para encaixar o golpe que encerrou o combate.

Montana tomou a iniciativa e partiu pra cima da rival nos primeiros segundos do combate. Ela disparou socos, colocou Nadia na grade e conseguiu a queda. De La Rosa ficou por cima e começou a trabalhar seu jiu-jitsu e ground and pound. A norte-americana aplicou a posição norte-sul e buscou a chave de braço. Kassem se defendeu. Sem mais tempo o primeiro round chegou ao fim.

Kassem tentou reverter o jogo e atacou a rival com chutes. No entanto, Montana colocou jabs, diretos e derrubou a oponente novamente. De La Rosa dominou a australiana e fechou um triângulo na montada. Sem conseguiu fechar a posição, a norte-americana jogou cotoveladas na cabeça e encontrou a brecha para finalizar. Assim, a peso mosca encerrou o duelo com uma chave de braço a 2m37.

Jim Crute venceu Sam Alvey por nocaute no primeiro round

J. Crute soma a segunda vitória na franquia. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

Jim Crute abriu com chave de ouro o card principal do UFC 234, neste sábado (09). O dono de casa não deu chances para Sam Alvey aplicar sua estratégia e o nocauteou os 2m49s do primeiro round. Apesar de ser nocauteado duas vezes no mesmo assalto, o norte-americano reclamou a interrupção do árbitro e acreditou que o combate poderia continuar.

Com a bela apresentação, o australiano conquista a segunda vitória no Ultimate. Sua primeira luta na franquia foi no UFC Adelaide, quando finalizou Paul Craig. Enquanto isso, Alvey contabiliza a segunda derrota seguida. O norte-americano foi nocauteado por Antonio Rogerio Nogueira no UFC São Paulo em setembro do ano passado.

O duelo entre os meio-pesados iniciou lento com os dois lutadores aplicando poucos golpes. No entanto, os ataques mais contundentes foram do dono da casa que acertou vários chutes baixos e na linha de cintura. Crute tentou colocar chute alto que passou no vaziou e na sequência conectou uma bomba de direita que e Alvey caiu tonto no chão. Percebendo isso, Jim recuou e o rival se levantou. Ao ver que o adversário estava de pé novamente, ‘The Brute’ desferiu um chute alto e o norte-americano buscou agarrar para derrubar oponente. No entanto, o australiano inverteu a posição no chão e golpeou repetidamente a cabeça de ‘Smile’n’. Sam levantou gritando o árbitro, reclamando da interrupção, mas Goddard afirmou que ele não estava respondendo e se defendendo inteligentemente.

Resultados do do UFC 234

Card Principal

Peso médio: Israel Adesanya derrotou Anderson Silva na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso leve: Lando Vannata finalizou Marcos ‘Dhalsim’ Rosa com uma kimura aos 4m55s do R1

Peso galo: Ricky Simon derrotou Rani Yahya na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-25, 30-27)

Peso mosca: Montana De La Rosa finalizou Nadia Kassem com uma chave de braço a 2m37s do R2

Peso meio-pesado: Jim Crute derrotou Sam Alvey por nocaute técnico a 2m49s do R1

Card Preliminar

Peso leve: Devonte Smith derrotou Ma Dong Hyun por nocaute técnico a 3m53s do R1

Peso pena: Shane Young derrotou Austin Arnett na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Kai Kara-France derrotou Raulian Paiva na decisão dividida dos juízes (28-29, 28-29, 29-28)

Peso galo: TKyung Ho Kang finalizou Teruto Ishihara com um mata-leão a 3m59s do R1

Peso leve: Jalin Turner derrotou Callan Potter por nocaute a 53s do R1

Peso galo:Jonathan Martinez derrotou Wuliji Buren na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário