Adesanya concorda que Glover Teixeira merece lutar pelo cinturão dos meio-pesados, mas depois dele: ‘Cheguei primeiro’

Apesar de reconhecer a grande fase vivida pelo veterano brasileiro, o campeão dos médios lembrou que, antes, o UFC lhe deu essa oportunidade

I. Adesanya concorda que G. Teixeira merece lutar pelo cinturão, mas depois dele. Foto: Reprodução/Instagram

Se o peso meio-pesado (93kg) do UFC teve um novo rei coroado em 2020, seu primeiro desafiante ainda é um mistério. Anteriormente, Dana White surpreendeu ao anunciar Israel Adesanya, campeão dos médios (83,9kg), como próximo adversário de Jan Blachowicz, porém, depois que Glover Teixeira finalizou Thiago Marreta, em novembro, o presidente da organização sinalizou que ele pode lutar pelo cinturão. Ao saber que seu lugar ficou ameaçado, o nigeriano se pronunciou.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, Adesanya concordou que Glover vive grande fase e que merece disputar o cinturão dos meio-pesados, mas lembrou que Dana lhe prometeu a superluta contra o polonês primeiro.

Veja Também

Jon Jones minimiza importância de possível luta contra Israel Adesanya: ‘O que vale é enfrentar Miocic’
Campeão no meio-pesado, Jan Blachowicz dá ‘conselho de amigo’ a Adesanya sobre riscos na divisão
Israel Adesanya encara superluta contra Jan Blachowicz como oportunidade ideal de ampliar legado
Israel Adesanya surpreende ao analisar sua invencibilidade no MMA: ‘Posso ser batido’
Adesanya revela que não ficou impressionado com vitória de Whittaker sobre Cannonier e faz previsão: ‘Nocautearia de novo’

“Estou bastante confiante de que Blachowicz será meu próximo adversário. Glover fez uma luta incrível! Ele se saiu muito bem. Sinceramente, ele tem razão de pedir uma chance de lutar pelo cinturão, porque sabe que está com uma idade avançada e essa é a segunda chance que tem para ser campeão. Mas cheguei primeiro e sinto que tenho as cartas certas nas minhas mãos para fazer isso acontecer. Não estou dizendo que Glover não lutará pelo cinturão, mas fui o primeiro da fila”, disse Adesanya

Invicto no MMA, o nigeriano revelou que, aos 31 anos, passou a valorizar mais seus feitos nos esportes de combate.

“Eu nunca costumava curtir as vitórias quando eu era mais jovem, porque sempre procurava o próximo desafio, mas, agora que estou mais velho, gosto de parar e apreciar o que conquistei”, finalizou.

Antes de focar no MMA, Israel Adesanya lutou kickboxing e boxe e soma 100 vitórias nas três modalidades esportivas. O campeão do peso médio do UFC estreou pela organização em 2018, conquistou o cinturão um ano depois e já venceu grandes nomes do esporte, o que faz seu nome ter apelo para disputar superlutas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments