Israel Adesanya confessa que ficou impressionado com reviravolta na carreira de Jan Blachowicz

Campeão dos médios elogia o número um dos meio-pesados, pois ele conseguiu dar a volta por cima, algo que poucos atletas conseguem

I. Adesanya se surpreende com feito de J. Blachowicz e o elogia. Foto: Reprodução/Instagram

O MMA é um esporte no qual algo improvável pode acontecer e o peso meio-pesado (93kg) do UFC foi palco de uma história curiosa. Jan Blachowicz surpreendeu ao nocautear Dominick Reyes, no segundo round, consequentemente, conquistou o cinturão da categoria, que estava vago, e Israel Adesanya revelou que ainda tem dificuldade para acreditar no que aconteceu com o polonês.

Em entrevista ao site norte-americano ‘MMA Fighting‘, o número um dos médios (83,9kg) admitiu que ficou impressionado com a recuperação de Blachowicz, seu possível adversário, já que, no passado, esteve bem próximo de ser cortado da organização e o parabenizou pelo feito, porque são poucos os que conseguem dar a volta por cima na carreira.

Veja Também

Adesanya concorda que Glover Teixeira merece lutar pelo cinturão dos meio-pesados, mas depois dele: ‘Cheguei primeiro’
Campeão no meio-pesado, Jan Blachowicz dá ‘conselho de amigo’ a Adesanya sobre riscos na divisão
Jon Jones minimiza importância de possível luta contra Israel Adesanya: ‘O que vale é enfrentar Miocic’
Israel Adesanya encara superluta contra Jan Blachowicz como oportunidade ideal de ampliar legado

“Fiquei impressionado com a recuperação de Blachowicz. Ele esteve perto de ser cortado do UFC e a maioria não consegue se recuperar, mas ele conseguiu e conquistou o cinturão. Foi incrível!”, elogiou Adesanya.

O plano original do nigeriano era defender o cinturão dos médios contra Jared Cannonier, mas, como este perdeu para Robert Whittaker, a revanche contra o neozelandês não o animou. Sendo assim, ‘The Last Stylebender’ aceitou a proposta do UFC de realizar uma superluta na categoria de cima, pois não se desperdiça uma oportunidade como essa.

“A configuração do terreno, especialmente na guerra, está sempre mudando. Você não pode se apegar a uma ideia. Eu queria lutar contra Cannonier, mas tudo mudou e essa oportunidade apareceu para mim. Tenho que aproveitar e é isso que farei”, finalizou.

Contratado a peso de ouro pelo UFC, o início de Jan Blachowicz na organização foi conturbado. O polonês, ex-campeão do KSW, perdeu quatro das seis primeiras lutas que realizou e quase foi cortado pelo baixo rendimento. No entanto, ‘Prince of Cieszyn’ não desistiu, se dedicou e, atualmente, venceu oito dos últimos nove combates. Apesar do interesse do UFC, Blachowicz e Israel Adesanya, a superluta entre os campeões ainda não está oficializada. O triunfo de Glover Teixeira sobre Thiago Marreta pode impedir o encontro dos campeões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments