Wellington Turman tem dois pontos retirados, mas bate Sam Alvey e alivia situação no UFC | SUPER LUTAS

Wellington Turman tem dois pontos retirados, mas bate Sam Alvey e alivia situação no UFC

Após desferir dedos no olho, brasileiro correu perigo, mas venceu norte-americano na decisão dividida dos juízes

W. Turman derrotou S. Alvey na decisão dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Primeiro brasileiro em ação no UFC Las Vegas 35 deste sábado (28), Wellington Turman entrou ao octógono com a missão de dar novo ânimo à sua carreira no Ultimate. Porém, contra o veterano Sam Alvey, o brasileiro acabou tendo dois pontos retirados no terceiro round e, ainda assim, venceu na decisão dividida dos juízes (28-27, 27-28, 28-27). A luta foi a quinta do card preliminar.

Veja Também

Com o triunfo, Turman alivia sua situação no Ultimate. O brasileiro voltou a vencer depois de dois reveses seguidos – contra Andrew Sanchez e Bruno Blindado. Em sua carreira, agora, são 17 resultados positivos e cinco negativos.

Já Alvey, que saiu insatisfeito com a decisão dos juízes, chega em sua sétima luta sem vitória. Aos 35 anos, o norte-americano corre risco de demissão da organização e conta com um cartel de 33 triunfos, 16 reveses e uma luta sem resultado.

A luta

A primeira inciativa do combate foi aplicada por Wellington Turman, que usou dos chutes na linha da cintura. Na primeira oportunidade que teve, o brasileiro aplicou um cruzado e clinchou para derrubar Sam Alvey. O norte-americano, no entanto, conseguiu sair bem da posição e ainda desferiu bons socos na saída. Na trocação, Alvey estava levando vantagem e, por isso, Turman voltou a tentar levar para a grade e, em uma cotovelada giratória, abriu um corte feio abaixo do olho de Sam.

No segundo round, Wellington Turman voltou confiante e apostou nos chutes giratórios para atingir a cintura de Sam Alvey. Em vantagem, o brasileiro tentou, sem sucesso, levar a luta ao solo. Com a luta em pé, os atletas partiram para a trocação franca, sem grande vantagem para um dos lados.

O terceiro round foi marcado pela entrega entre os combatentes. Porém, por ter acertado três dedos no olho, Wellington Turman perdeu dois pontos e, ainda que estivesse em situação confortável, sofreu com as punições e perdeu combate.

Dustin Jacoby faz valer favoritismo e nocauteia Darren Stewart

D. Jacoby nocauteia D. Stewart. Foto: Reprodução/Instagram

Favorito ao combate, o meio-pesado (até 93kg.) Dustin Jacoby deu show e nocauteou Darren Stewart no primeiro round. Em forma, o norte-americano adotou um estilo agressivo e derrotou o inglês em pé. A luta foi a quarta do card preliminar.

Com o resultado, Jacoby segue invicto no Ultimate. Ele, agora, tem um cartel de 15 triunfos – sendo a 11ª na carreira, cinco derrotas e um empate em sua trajetória como profissional.

O veterano Stewart, por outro lado, vive série negativa na organização e deve ser ‘passar no RH’ após o resultado. Isto porque o inglês sofreu sua quarta derrota seguida no UFC. Agora, em sua carreira, são 12 triunfos e sete reveses.

Em única luta feminina da noite, JJ Aldrich domina Vanessa Demopoulos e triunfa nos pontos

J. Aldrich derrota V. Demopoulos nos pontos. Foto: Reprodução/Instagram

Representantes dos moscas (até 56,7kg.), JJ Aldrich e Vanessa Demopoulos fizeram o único combate feminino da noite. E, após três rounds, Aldrich foi superior na trocação e conseguiu dominar Demopoulos na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27).

No Ultimate desde 2017, JJ chega em sua sexta vitória, sendo a décima em sua carreira como profissional. Por outro lado, ela também já perdeu em quatro oportunidades.

Estreante no UFC, Vanessa assumiu o compromisso há uma semana, mas não conseguiu ter um bom resultado. Em seu cartel, agora, são seis resultados positivos e quatro negativos.

Pat Sabatini aplica chave de perna e finaliza Jamall Emmers no primeiro round

P. Sabatini finalizou J. Emmers no primeiro round. Foto: Reprodução/Instagram

O peso pena (até 65,7kg.) Pat Sabatini derrotou Jamall Emmers em grande estilo na segunda luta do UFC Vegas 35. De forma inusitada, ele finalizou o duelo com uma chave de perna, ainda que seu oponente também estivesse tentando atacar seu pé. O combate acabou em 1m53s do primeiro round.

Especialista no jiu-jitsu, Sabatini finalizou pela 11ª vez na carreira, em 16 triunfos. Ex-campeão do Cage Fury Fighting Championship, o norte-americano emplaca sua segunda vitória em série na organização.

A derrota fez com que Emmers fique em uma posição delicada no Ultimate, já que ele tem duas derrotas em três lutas na franquia. Em sua carreira, 18 triunfos e seis reveses em sua trajetória no MMA.

Mana Martinez tem luta dura, mas consegue derrotar Guido Cannetti em seu debute

M. Martinez vence G. Cannetti. Foto: Reprodução/Instagram

Na primeira luta do evento, o estreante Mana Martinez teve boa atuação contra Guido Cannetti e, apesar do equilíbrio no combate, conseguiu deixar uma impressão positiva. Após três rounds, o norte-americano venceu o argentino na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28).

Com o resultado, o norte-americano consegue sua nove vitória na carreira – sendo a segunda seguida. Profissional desde 2016, ele conta com um retrospecto de nove resultados positivos e dois negativos.

O argentino, por sua vez, vive momento delicado e corre o risco de ser demitido da organização com três derrotas em série. Em sua carreira, agora, são oito triunfos e sete reveses.

Resultados do UFC Las Vegas 35

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Edson Barboza x Giga Chikadze

Peso médio: Bryan Battle x Gilbert Urbina – Final do TUF 29

Peso galo: Ricky Turcios x Brady Hiestand – Final do TUF 29

Peso meio-médio: Kevin Lee x Daniel Rodriguez

Peso médio: Andre Petroski x Micheal Gillmore

Peso médio: Makhmud Muradov x Gerald Meerschaert

CARD PRELIMINAR

Peso médio: Abdul Razak Alhassan derrotou Alessio Di Chirico por nocaute a 17seg. do R1

Peso médio: Wellington Turman derrotou Sam Alvey na decisão dividida dos juízes

Peso meio-pesado: Dustin Jacoby derrotou Darren Stewart por nocaute técnico a 3m04s do R2

Peso mosca feminino: JJ Aldrich derrotou Vanessa Demopoulos na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Pat Sabatini finalizou Jamall Emmers com uma chave de calcanhar a 1m53s do R1

Peso galo: Mana Martinez derrotou Guido Cannetti na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments