Deiveson cumpre promessa e, com grande forma física, confirma trilogia com Moreno no UFC 270

Sem problemas com a balança, brasileiro garante luta por título dos moscas neste sábado; Ngannou e Gane também firmam confronto

D. Figueiredo em pesagem para o UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

Estrela de trilogia histórica no peso mosca (até 56,7kg.) no UFC 270, que acontece neste sábado (22), em Anaheim (EUA), Deiveson Figueiredo prometeu e cumpriu em grande estilo. Desafiante ao cinturão de Brandon Moreno no peso mosca (até 56,7kg.), o ex-campeão da divisão afastou os problemas com a balança do passado e passou sem dificuldades pela aferição realizada nesta sexta-feira (21). Além do brasileiro e seu rival, Francis Ngannou e Ciryl Gane confirmaram a luta principal do show.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Havia muita expectativa para a pesagem de Figueiredo. No último confronto contra Moreno, o paraense teve dificuldades com a balança e, segundo o mesmo, acabou prejudicado na luta pelo corte de peso severo. Para o UFC 270, Deiveson ficou abaixo do limite obrigatório, sendo o segundo a aferir o peso, marcando 56,2kg.

Se o ‘Deus da Guerra’ foi o segundo a comparecer ao local das contabilizações, Brandon Moreno teve ainda mais pressa. O campeão dos moscas foi o primeiro atleta a cumprir o compromisso e, validando a mesma quantia do brasileiro, com 56,2kg.

PUBLICIDADE:

Campeão interino dos pesados (até 120,2kg.), Ciryl Gane foi o antepenúltimo lutador a subir na balança. Com olhar tranquilo e grande forma física, o francês marcou 112kg.

Com direito a suspense, Francis Ngannou foi o último lutador a comparecer na pesagem. O dono do título linear dos pesados, no entanto, não teve problemas. Com 116,5kg., e grande massa muscular, o ‘gigante’ oficializou a disputa.

PUBLICIDADE:

Xodó da torcida brasileira, Michel Pereira foi bastante aplaudido quando surgiu no local das aferições. Adversário do estreante André Fialho no card principal, o ‘Paraense Voador’ cravou o limite dos meio-médios, com 77,1kg. Responsável por tentar estragar a festa do tupiniquim, o português marcou 76,8kg.

PUBLICIDADE:

Estrela na luta que encerra a primeira metade do evento, Raoni Barcelos bateu peso para disputas de cinturão. Com 61,2kg., o carioca confirmou o duelo contra o debutante Victor Henry, que marcou 61,4kg.

Promessa brasileira nos galos, Saimon Oliveira não decepcionou em sua primeira pesagem. O atleta garantiu 61,6kg. e enfrenta Tony Gravely, que aferiu 61,4kg.

Confira os pesos dos atletas para o UFC 270

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília)

Peso pesado (até 120,2kg.): Francis Ngannou (116,5kg.) x Cyril Gane (112kg.) – Luta pela unificação do cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Brandon Moreno (56,2kg.) x Deiveson Figueiredo (56,2kg.) – Luta pelo cinturão

Peso meio-médio (até 77kg.): Michel Pereira (77,1kg.) x André Fialho (76,8kg.)

Peso galo (até 61,2kg.): Cody Stamann (61,4kg.) x Said Nurmagomedov (61,6kg.)

Peso meio-médio (até 77,1kg.): Michael Morales (77,1kg.) x Trevin Giles (77,1kg.)

CARD PRELIMINAR (20h15, horário de Brasília)

Peso galo (até 61,2kg.): Raoni Barcelos (61,2kg.) x Victor Henry (61,4kg.)

Peso galo (até 61,2kg.): Tony Gravely (61,4kg.) x Saimon Oliveira (61,6kg.)

Peso meio-médio (até 77kg.): Jack della Maddalena (77,3kg.) x Pete Rodriguez (77,3kg.)

Peso leve (até 70,3kg.): Matt Frevola (70kg.) x Genaro Valdez (70,5kg.)

Peso palha (até 52,1kg.): Silvana Juarez (52,3kg.) x Vanessa Demopoulos (52,3kg.)

Peso palha (até 52,1kg.): Kay Hansen (56,6kg.) x Jasmine Jasudavicius (56,6kg.)

*Para lutas sem disputas de título, todos os atletas receberam uma libra (454g.) de tolerância sobre os pesos oficiais de suas respectivas divisões

 

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano