Thiago Marreta tem lampejos, mas perde para Ankalaev e volta a se complicar no UFC

Em confronto de cinco rounds, brasileiro chega a assustar rival, no entanto, não acaba derrotado na decisão unânime dos juízes

T. Marreta (esq.) foi superado por M. Ankalaev (dir.) no UFC Las Vegas 50. Foto: Reprodução/Instagram

Thiago Marreta tentou, mas não levou. No confronto que poderia confirmar sua recuperação nos meio-pesados (até 93kg.) do Ultimate, o brasileiro não conseguiu fazer o suficiente para superar Magomed Ankalaev. Na luta principal do UFC Las Vegas 50, realizado neste sábado (12), o atleta tupiniquim teve bons momentos, mas acabou sucumbindo à maior precisão e estratégia do adversário. Ao fim de cinco rounds, o russo foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Pressionado por um resultado positivo, Marreta volta a se complicar na divisão até 93kg. Agora, o ex-desafiante ao cinturão do grupo acumula quatro derrotas nas últimas cinco lutas. Além do novo tropeço, o brasileiro deve perder a quinta posição para o rival na categoria liderada por Glover Teixeira.

Obediente na estratégia traçada para o UFC Las Vegas 50, Ankalaev fez valer a aposta do Ultimate em seu talento. O triunfo sobre o tupiniquim fez com que o russo atingisse a marca de oito vitórias consecutivas. O lutador, agora, pode chegar ao top 5 da divisão.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou os atletas se estudando no centro do octógono. Ankalaev lançou o primeiro golpe, com um chute baixo, e o brasileiro respondeu na mesma moeda. Passados quase dois minutos, Thiago balançou ao receber um cruzado do russo. O brasileiro chutou, mas acabou recebendo um novo cruzado limpo no queixo. Magomed apostava no contragolpe e atingia o tupiniquim após suas investidas. No minuto final, o embate seguia tenso, e os atletas buscavam o melhor momento para atacar. A primeira etapa acabou com os atletas trocando chutes perto das grades.

Na segunda etapa, Thiago tomou a iniciativa com chutes no joelho do rival. O brasileiro tentava se soltar, mas o russo continuava perigoso nas respostas. O tupiniquim passou a crescer no embate, lançando chutes na base e na região da cabeça do russo. Ankalaev, no entanto, não se intimidava e tentava cercar Marreta próximo às grades. No minuto final, Magomed conectou um cruzado e um chute na linha de cintura do brasileiro. Marreta respondeu com um cruzado de direita. O embate seguia ganhando componentes de tensão, com os lutadores buscando o nocaute. Nos segundos finais, Thiago conseguiu abalar o adversário com um cruzado limpo. O brasileiro partiu para cima e tentava se aproveitar do bom momento, mas não havia mais tempo.

O terceiro round começou com Marreta lançando um chute baixo. Magomed respondeu com um cruzado. O brasileiro tentava minar a base do adversário, mas Ankalaev seguia caminhando para frente. Na metade do assalto, os atletas partiram para a trocação franca e buscavam o nocaute. No minuto final, Marreta arriscou um direto, mas acabou surpreendido pelo adversário com um cruzado, mas o cronômetro zerou.

PUBLICIDADE:

No quarto assalto, Thiago partiu para cima e chegou abalar o adversário com uma joelhada voadora. Ankalaev se recuperou e devolveu a investida com dois diretos. Marreta respondeu com um direto e tentava se afastar das grades. Quase na metade do round, os lutadores trocaram cruzados, mas não acusavam os ataques. Restando dois minutos para acabar a etapa, Magomed tentava cercar o adversário, mas Thiago continuava lançando ataques perigosos. No minuto final, o russo foi para o clinch e passou a tentar uma queda no brasileiro. Contra as grades, Marreta se protegia, mas acabou sendo derrubado. Por cima, Ankalaev lançava cotoveladas no ground and pound. Em posição de desvantagem, o tupiniquim acabou salvo pelo gongo.

O último round começou com Ankalaev lançando o primeiro ataque, com um chute no joelho do brasileiro. Marreta respondeu na mesma moeda. Thiago arriscou uma combinação de direto e cruzado, mas o segundo golpe acabou passando no vazio. Na metade da etapa, o russo partiu para o clinch, e pressionava Thiago contra as grades. No minuto final, o tupiniquim seguia pressionado pelo rival e não conseguia se desvencilhar. O embate seguiu com os atletas na ‘luta agarrada’, até que o gongo soou.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC Las Vegas 50

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.):  Magomed Ankalaev derrotou Thiago Marreta na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46,48-47)

Peso galo (até 61,2kg.): Song Yadong derrotou Marlon Moraes por nocaute a 2m06s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Sodiq Yusuff derrotou Alex Caceres na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado (até 93kg.):  Khalil Rountree derrotou Karl Roberson por nocaute técnico a 25s. do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Drew Dober derrotou Terrance McKinney por nocaute técnico a 3m17s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Alex Poatan derrotou Bruno Blindado na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio (até 77kg.): Matthew Semelsberger derrotou AJ Fletcher na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): JJ Aldrich derrotou Gillian Robertson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Javid Basharat derrotou Trevin Jones na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Damon Jackson finalizou Kamuela Kirk com um katagatame a 4m42s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Miranda Maverick finalizou Sabina Mazo com um mata-leão a 2m15s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Cody Brundage finalizou Dalcha Lungiambula com uma guilhotina a 3m41s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Guido Cannetti derrotou Kris Moutinho por nocaute técnico a 2m07s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.):  Azamat Murzakanov derrotou Tafon Nchukwi por nocaute técnico a 44seg. do R3

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276