Rafael dos Anjos é frustrado por estratégia de rival e perde chance de retornar ao top 10 dos leves no UFC 299

Brasileiro tem bom início de luta, mas sofre virada com estratégia justa de Mateusz Gamrot

Rafael dos Anjos (esq.) em luta contra Mateusz Gamrot (dir.) no UFC 299. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews

Campeão dos leves (até 70,3kg.) no Ultimate entre 2015 e 2016, Rafael dos Anjos perdeu a chance de retornar ao top 10 da categoria. Adversário de Mateusz Gamrot no UFC 299, realizado neste sábado (9), em Miami (EUA), o brasileiro teve bom início de confronto, mas acabou sofrendo a virada com a estratégia bem imposta pelo rival. Vítima do wrestling efetivo do adversário, o niteroiense foi superado na decisão unânime dos juízes.

Número 11 no ranking dos leves, Dos Anjos não conseguiu avançar na categoria. Aos 39 anos, o brasileiro sofre o terceiro tropeço nas últimas cinco apresentações.

PUBLICIDADE:

Veja Também

De olho em futura disputa de cinturão, Mateusz Gamrot teve êxito ao defender a sexta colocação no grupo diante de um ícone do MMA. O polonês ainda atingiu a marca de três resultados positivos em sequência.

Gosto amargo

A luta começou com Gamrot tomando a iniciativa com um chute alto, que explodiu na guarda do brasileiro. Rafael economizava nos ataques e aguardava o melhor momento para golpear. Ainda no primeiro minuto, um chute alto de Dos Anjos balançou o polonês, que foi à lona. O ex-campeão seguiu agressivo e tentava liquidar a fatura. Mateusz conseguiu resistir e conseguiu partir para a luta agarrada para minimizar os danos. O niteroiense conseguiu se afastar e continuava pontuando contra a promessa do peso leve. Na metade da etapa, um direto de Rafael voltou a balançar o adversário, que se apresentava de forma acuada. Restando dois minutos para o fim da etapa, Mateusz entrou em queda e quase acabou vítima de uma guilhotina do brasileiro. O polonês conseguiu sair da posição e passou a tentar pontuar no ground and pound. O assalto acabou com Gamrot em posição de vantagem.

PUBLICIDADE:

No segundo round, Dos Anjos liderava as ações e atacava o oponente com sequências de jabs, diretos e chutes baixos. Mateusz respondeu com um chute na linha de cintura e, na sequência, conseguiu uma queda. Rafael ficou de pé, mas Gamrot permanecia pressionando grudado às costas do ex-campeão. Perto da metade da etapa, Dos Anjos conseguiu se afastar, mas lançava ataques no vazio. Após momento de luta em pé, Mateusz voltou a adotar o confronto agarrado como estratégia. Mesmo sem contundência, o jogo do polonês se mostrava efetivo ao anular o niteroiense. Mais uma vez, Rafael conseguiu se desvencilhar, mas, de novo, acabo derrubado em entrada de queda. No minuto final, os lutadores se afastaram. Perto de acabar o assalto, os combatentes ensaiaram uma trocação franca, mas não havia mais tempo.

O último round começou com Mateusz lançando um primeiro ataque, com um direto na linha de cintura do brasileiro. Dos Anjos adotava cautela e tentava evitar nova queda do adversário. Ainda no primeiro minuto, Gamrot conseguiu nova queda, mas o brasileiro se levantou rapidamente. Com estratégia justa, o polonês voltou a levar o tupiniquim para o chão, complicando o plano do ex-campeão. Seguindo o mesmo roteiro da segunda etapa, o niteroiense se afastou, mas Mateusz, mais uma vez, encurtou e partiu para a luta agarrada.

Maycee Barber vence mais uma e chega à elite dos moscas

Maycee Barber em luta no UFC 299. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews

Aposta do UFC para o futuro do peso mosca (até 56,7kg.), Maycee Barber venceu mais uma. Em confronto morno, a atleta foi superior à veterana Katlyn Cerminara e convenceu os juízes laterais. Ao fim de três rounds, a norte-americana foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

O resultado leva Barber à elite da categoria liderada por Alexa Grasso. Com o triunfo, a norte-americana, além de somar oito resultados positivos em sequência, chega ao top 5.

Destaque por anos da divisão, Cerminara,antes conhecida como Katlyn Chookagian se afasta do sonho de nova disputa de cinturão. A combatente também sofre o segundo tropeço seguido.

Promessa vence Pedro Munhoz e chega à elite dos galos

Pedro Munhoz (esq.) em luta contra Kyler Phillips (dir.) no UFC 299. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews

Em desafio importante para sua carreira, Kyler Phillips teve luta emocionante e não decepcionou os fãs. Adversário de Pedro Munhoz, destaque por anos do peso galo (até 61,2kg.), o norte-americano viveu confronto movimentado e fez o suficiente para somar mais um triunfo no UFC. Ao fim de três rounds, o combatente foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Representante do Ultimate desde 2020, Phillips tem muito o que celebrar. Além de bater um ícone da categoria, o norte-americano deve conquistar lugar no top 15 na próxima semana, já que superou o 13º do grupo.

Apesar do bom início no confronto, Munhoz segue em situação instável na sua trajetória recente. Nos últimos nove desafios, o tupiniquim conquistou dois triunfos.

Philipe Lins vence e segue invicto nos meio-pesados

Philipe Lins em vitória no UFC 299. Foto: Reprodução/Instagram

Campeão do torneio milionário da PFL nos pesos pesados em 2018, Philipe Lins provou mais uma vez ter encontrado seu caminho no UFC. Adversário de Ion Cutelaba no card preliminar, o potiguar confirmou o bom momento desde que migrou aos meio-pesados (até 93kg.) e somou seu quarto triunfo consecutivo, batendo o veterano na decisão unânime dos juízes.

Diante do antigo destaque no top 15, Lins conseguiu frear a agressividade do adversário e guardou ‘mais um tento’. Na sequência, o atleta, ao microfone, cravou que pode ser capaz de competir contra rivais da elite na divisão liderada por Alex Poatan.

Veterano do Ultimate, Cutelaba teve o sinal de alerta ligado. Com o novo tropeço, o norte-americano chega a sete reveses nos últimos 11 embates.

Asu Almabaev domina e mantém invencibilidade no UFC

Asu Almabaev em vitória no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa do Cazaquistão no peso mosca (até 56,7kg.), Asu Almabaev manteve os 100% de aproveitamento em sua segunda apresentação no UFC. Adversário de CJ Vergara, o cazaque não tomou conhecimento do rival e promoveu um ‘monólogo’ nos três rounds disputados. Usando wrestling, o lutador anulou o norte-americano por completo e venceu na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, Almabaev segue sonhando com o topo da categoria liderada por Alexandre Pantoja. Em caso de triunfo no próximo desafio, Asu continuará a escalada na categoria.

Controlado por 15 minutos no UFC 299, Vergara teve a boa fase encerrada. Antes de encarar Almabaev, o norte-americano somava duas vitórias seguidas.

Joanne Wood vence e se aposenta do MMA aos 38 anos

Joanne Wood (esq.) em despedida no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Uma revanche entre representantes do peso mosca (até 56,7kg.) marcou a primeira luta do UFC 299. Finalizada por Maryna Moroz em confronto disputado em 2015, Joanne Wood tinha muito em jogo no octógono, já que o desafio representava sua última disputa no MMA profissional. O embate foi equilibrado, com vantagem para a rival no primeiro assalto. Nas etapas seguintes, a escocesa reverteu a situação, chegando, inclusive, perto de um duro no nocaute no último round. Ao fim de 15 minutos, a veterana foi declarada vencedora na decisão dividida.

Após superar a oponente, Joanne confirmou sua aposentadoria do esporte. Com 38 anos, a lutador deixa a modalidade tendo disputado 25 confrontos, triunfando em 17 e perdendo em oito.

Também veterana do Ultimate, Moroz teve o sinal de alerta ligado. Com o tropeço, a combatente atingiu a marca de três derrotas seguidas.

Resultados do UFC 299

CARD PRINCIPAL

Peso galo (até 61,2 kg): Sean O’Malley derrotou Marlon Vera na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-44) – luta pelo cinturão

Peso leve (até 70,3 kg): Dustin Poirier derrotou Benoit Saint-Denis por nocaute a 2m32s do R2

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Michael Page derrotou Kevin Holland na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Jack Della Maddalena derrotou Gilbert Durinho por nocaute a 3m43s do R3

Peso galo (até 61,2 kg): Petr Yan derrotou Song Yadong na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28- 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso pesado (até 120,2 kg): Curtis Blaydes derrotou Jailton Malhadinho por nocaute técnico a 36s do R2

Peso mosca (até 56,7 kg): Maycee Barber derrotou Katlyn Cerminara na decisão unânime dos juízes (30-27- 30-27, 29-28)

Peso leve (até 70,3 kg): Mateusz Gamrot derrotou Rafael dos Anjos na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Kyler Phillips derrotou Pedro Munhoz na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93 kg): Philipe Lins derrotou Ion Cutelaba na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9 kg): Michel Pereira finalizou Michal Oleksiejczuk com um mata-leão a 1m01s do R1

Peos pesado (até 120,2 kg): Robelis Despaigne derrotou Josh Parisian por nocaute a 18s do R1

Peso mosca (até 56,7 kg): Asu Almabaev derrotou CJ Vergara na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7 kg): Joanne Wood derrotou Maryna Moroz na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Estatísticas do UFC 299

FOGO NO PARQUINHO! Lenda do UFC critica Poatan e questiona status de campeão: ‘Difícil apoiar’

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88