Diego Lopes aceita mudança de adversário horas antes de luta e vence rival perigoso no UFC 303

Brasileiro superou Dan Ige, que substituiu Brian Ortega durante o andamento do evento

Diego Lopes em luta no UFC 303. Foto: Reprodução/X UFC News

Xodó da torcida brasileira, Diego Lopes viveu um grande imprevisto no UFC 303, realizado neste sábado (29), em Las Vegas (EUA). O atleta, que enfrentaria Brian Ortega na luta co-principal, correu risco de ser retirado do evento após o rival passar mal durante o andamento do card. O tupiniquim, então, aceitou enfrentar Dan Ige, escalado para o show horas antes do confronto e superou o oponente na decisão unânime dos juízes.

A vitória valoriza a trajetória de sucesso de Lopes no peso pena (até 65,7kg.). Além de somar o quarto triunfo consecutivo, o brasileiro avança no ranking da categoria e se aproxima do top 10.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Inserido no evento às pressas, Ige deixou o octógono ovacionado pelo público. O norte-americano, no entanto, pode perder a 13ª posição na divisão.

Heróis no octógono

A luta começou com Diego tomando a iniciativa com um chute baixo. O brasileiro seguiu liderando as ações e puniu o rival com dois cruzados. Com pouco mais de um minuto, Ige encurtou a distância, mas recebeu novo cruzado potente seguido de uma joelhada. Lopes atuava de guarda alta e aguardava ações do oponente para lançar os contragolpes. No minuto final, os atletas ensaiaram trocação franca e agitaram o público. Quase no fim da etapa, Dan arriscou uma queda, mas deixou o pescoço livre. O brasileiro arriscou o triângulo de mão, mas o oponente acabou salvo pelo gongo.

PUBLICIDADE:

No segundo assalto, o primeiro a atacar foi Dan, com um direto. Diego respondeu com um chute frontal no tronco do oponente. Com quase dois minutos, Ige lançou um chute alto, mas Lopes se agarrou às pernas do oponente e o levou para o chão. O brasileiro conseguiu chegar às costas e passou a buscar brechas para uma finalização. Dan se protegia, mas a pressão era do tupiniquim. Diego tentava encontrar espaço para encaixar o mata-leão, enquanto o oponente se defendia. O round acabou com amplo domínio do tupiniquim.

O último round começou com Diego atacando primeiro, com um direto. Ige passou a encurtar a distância e desferia ataques potentes no corpo do brasileiro. Lopes aguardava as ações do oponente e apostava nos contragolpes. O norte-americano acuava o brasileiro próximo às grades e buscava o nocaute. Diego levava desvantagem no último assalto e permitia o avanço do oponente. Com dois minutos passados, Diego arriscou uma queda, mas Ige se defendeu bem. Na metade da etapa, Dan liderava as ações e pressionava o tupiniquim. Restando dois minutos para o fim do embate, Lopes conseguiu encurtar a distância e conseguiu chegar às costas. O brasileiro valorizava a posição e minimizava o ímpeto do oponente. Na sequência, Dan conseguiu reverter a posição e deixou o brasileiro de costas no chão. Por cima, Ige agredia no ground and pound e Lopes tentava se proteger. Quase no fim do confronto, a situação era tensa para Diego, que recebia duros ataques do adversário.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC 303

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-pesado (até 93 kg): Alex Poatan derrotou Jiri Prochazka por nocaute técnico a 13s do R2 – luta pelo cinturão

Peso casado (até 74,6 kg): Diego Lopes derrotou Dan Ige na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

PUBLICIDADE:

Peso meio-pesado (até 93 kg): Roman Dolidze derrotou Anthony Smith na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Macy Chiasson derrotou Mayra Sheetara por nocaute técnico (interrupção médica) a 1m58s do R2

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Ian Machado Garry derrotou Michael Page na decisão dos juízes unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso médio (até 83,9 kg): Joe Pyfer derrotou Marc-Andre Barriault por nocaute (socos) a 1min25s do R1

Peso pena (até 65,7 kg): Andre Fili derrotou Cub Swanson na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 29-28)

Peso pena (até 65,7 kg): Jean Silva derrotou Charles Jourdain por nocaute (soco) a 1min22s do R2

Peso galo (até 61,2 kg): Payton Talbott derrotou Yanis Ghemmouri por nocaute técnico (socos) a 19s do R1

Peso palha (até 52,1 kg): Gillian Robertson derrotou Michelle Waterson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26)

Peso pesado (até 120,2 kg): Martin Buday derrotou Andrei Arlovski na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso mosca (até 56,7 kg): Rei Tsuruya derrotou Carlos Hernandez na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Vinicius LokDog derrotou Ricky Simon na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Estatísticas do UFC 303

Poatan é defendido por ex-campeão em meio a perseguição sofrida no UFC

Leia Mais sobre: , , , , ,


Resultados do UFC Denver Resultados do UFC 303 Resultados do UFC Arábia Saudita Resultados do UFC Las Vegas 93 Resultados do UFC Louisville