UFC 228: saiba como faturar com o card preliminar

Lucro com as lutas de abertura pode chegar a 375%

Na noite deste sábado (08), o American Airlines Center, em Dallas, nos Estados Unidos, será o palco do UFC 228. O evento terá como principais atrações as disputas de cinturão nas divisões dos meio-médios, com o combate entre Tyron Woodley e Darren Till, e peso-mosca feminino, em que Nicco Montaño desafiará a campeã Valentina Shevchenko. As possibilidades de lucro, no entanto, vão bem além, uma vez que outras três lutas estão previstas para o card principal, e nove acontecerão na faixa de abertura do evento.

A seguir, você confere as melhores opções de investimento do card preliminar de acordo com as cotas do Oddsshark.com.

Carla Esparza x Tatiana Suárez

Para abrir os trabalhos, nada como uma clássica barbada. É este o cenário que se apresenta no combate entre Carla Esparza e Tatiana Suárez, com o triunfo da primeira oferecendo uma margem de retorno de nada menos do que 375%.

O favoritismo tão acentuado de Suárez diante de uma lutadora melhor ranqueada e ex-campeã do Ultimate se deve ao seu início fulminante na principal franquia do MMA. Em três lutas pelo UFC, a norte-americana finalizou Amanda Cooper e Alexa Grasso no primeiro round, e venceu a brasileira Viviane Pereira por decisão unânime. Nona colocada no ranking da divisão, ela ostenta um cartel de seis vitórias e nenhuma derrota. Seu triunfo está cotado em R$ 1,18/R$ 1,00.

Esparza é dona de um currículo bem mais extenso, mas oscilou bastante nos últimos três anos, depois que perdeu o cinturão para a polonesa Joanna Jędrzejczyk. De lá para cá, foram cinco lutas, com três vitórias e duas derrotas, a última delas para Cláudia Gadelha, no UFC 225, há pouco menos de três meses.

Charles Byrd x Darren Stewart

Pela divisão dos meio-médios, o norte-americano Charles Byrd é o mais cotado para vencer o combate contra o inglês Darren Stewart.

Byrd foi revelado pelo programa Dana White’s Tuesday Night Contender Series, onde venceu duas lutas contra Jamie Pickett e Randall Wallace. Na estreia pela franquia, no UFC 127, em março, superou seu compatriota John Phillips ainda no primeiro round. Exímio finalizador, foi desta forma que ele chegou às suas três últimas vitórias, e a luta de chão será uma de suas principais armas para levar a melhor em mais um combate. O cartel do norte-americano é de 10 vitórias e quatro derrotas.

Darren Stewart, por sua vez, é um lutador que busca recuperação após uma temporada de péssimos resultados em 2017. O britânico perdeu as suas três lutas no ano passado, contra Francimar Barroso, Karl Roberson e Julian Marquez, as duas últimas por finalização. A maré começou a virar com a chegada de 2018, e ele voltou a vencer no Fight Night de Liverpool, quando enfrentou Eric Spicely. Seu retrospecto recente, entretanto, ainda causa alguma desconfiança, e ele subirá ao octógono na condição de azarão.

De acordo com as cotas do Oddsshark.com, o retorno para um triunfo de White será de R$ 1,43/R$ 1,00, mas se Stewart surpreender, o lucro do apostador será de 180%.

Jarred Brooks x Roberto Sanchez

No primeiro combate da noite, Ryan Benoit havia sido originalmente escalado para enfrentar Roberto Sanchez pela divisão dos pesos-mosca, mas precisou desistir devido à uma contusão, e foi substituído por Jared Brooks.

A troca de adversário em nada alterou o fato de Sanchez ser o azarão. O lutador estreou no UFC há um ano com uma derrota para Joseph Morales no Fight Night 114. Em seu segundo compromisso, há pouco mais de seis meses, levou a melhor sobre Joby Sanchez, e agora busca um novo triunfo para se firmar na franquia.

Brooks é um lutador que circula por diferentes divisões, mas desde que assinou com o UFC, em 2017, tem se mantido firme entre os pesos-mosca. Os resultados, no entanto, têm sido decepcionantes. O norte-americano chegou invicto à franquia, e causou boa impressão ao estrear com vitória sobre Eric Shelton no UFC 214. Porém, a primeira derrota da carreira veio na luta seguinte, contra o brasileiro Deiveson Figueiredo, e voltou a acontecer diante de Jose Torres no UFC Utica, no início de junho.

As cotas serão bem mais generosas se o vencedor for Sanchez, chegando à marca de 280%. O triunfo de Brooks está cotado em R$ 1,29 por cada real investido.

UFC 228

8 de setembro de 2018, em Dallas (EUA)

CARD PRINCIPAL (0h30, horário de Brasília)

Peso-meio-médio: (R$ 1,87) Tyron Woodley x Darren Till (R$ 1,87)

Peso-mosca: (R$ 8,00) Nicco Montaño x Valentina Shevchenko (R$ 1,08)

Peso-pena: (R$ 1,08) Zabit Magomedsharipov x Brandon Davis (R$ 8,03)

Peso-palha: (R$ 1,25) Jessica Bate-Estaca x Karolina Kowalkiewicz (R$ 4,00)

Peso-meio-médio: (R$ 1,69) Abdul Razak Alhassan x Niko Price (R$ 2,15)

CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília)

Peso-palha: (R$ 4,75) Carla Esparza x Tatiana Suárez (R$ 1,18)

Peso-galo: (R$ 1,71) Aljamain Sterling x Cody Stamann (R$ 2,10)

Peso-galo: (R$ 1,69) Jimmie Rivera x John Dodson (R$ 2,15)

Peso-médio: (R$ 1,43) Charles Byrd x Darren Stewart (R$ 2,80)

Peso-meio-médio: (R$ 2,75) Diego Sanchez x Craig White (R$ 1,44)

Peso-leve: (R$ 2,10) Jim Miller x Alex White (R$ 1,71)

Peso-galo: (R$ 1,83) Irene Aldana x Lucie Pudilova (R$ 1,90)

Peso-meio-médio: (R$ 1,54) Geoff Neal x Frank Camacho (R$ 2,50)

Peso-mosca: (R$ 1,29) Jarred Brooks x Roberto Sanchez (R$ 3,80)

 

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments