Sem maiores surpresas, Shevchenko e Carmouche batem peso e lutam pelo cinturão das moscas

Lutadoras batem peso logo na primeira hora e cumprem compromisso com a organização; demais 24 atletas, incluindo brasileiros, também garantem presença no UFC Montevidéu

V. Shevchenko (foto) bate peso e confirma defesa de cinturão no UFC Montevidéu. Foto: Reprodução/YouTube MMA Fighting

Não houve sustos na pesagem oficial para o UFC Montevidéu, que acontece neste sábado (10). Na manhã desta sexta-feira (9), os 26 atletas que se enfrentarão no primeiro evento realizado no Uruguai, passaram pelo desafio da balança e garantiram presença no card latino. Entre eles, Valentina Shevchenko e Liz Carmouche cumpriram o compromisso com a balança e marcaram presença na luta principal da noite, válida pela disputa do cinturão das moscas (até 56,7kg.). Os 11 brasileiros presentes no evento também confirmaram seus pesos dentro dos limites.

Veja Também

BRAVE retorna a Belo Horizonte com disputa de título entre brasileiros
Amiga de Cyborg, Valentina Shevchenko elogia Dana White: ‘Comigo, é educado e gentil’
Mesmo confiante, Liz Carmouche mantém respeito para luta contra Valentina neste sábado

Valentina Shevchenko pesou com tranquilidade e marcou 56,5kg, cerca de 200g abaixo do limite da sua categoria. A atleta realizará sua segunda defesa de cinturão das moscas, desde que conquistou o título vago ao bater a ex-número um das palhas, Joanna Jedrzejczyk em duelo ocorrido em dezembro do ano passado. A atleta colocou seu posto em risco pela primeira vez quando derrotou com um belo nocaute a norte-americana, Jessica Eye, após um belo chute na cabeça, levando a adversária a nocaute imediato. O duelo representou uma das lutas do UFC 238.

Carmouche, também foi eficiente em seu plano de corte de peso. A norte-americana, que já esteve na condição de desafiante ao título das galos (até 61,2kg.), quando a categoria ainda era reinada por Ronda Rousey, subiu à balança e cragou (56,7kg.). Além da disputa pelo cinturão, o combate marcará o reencontro das atletas em um duelo após 10 anos. Na primeira vez que dividiram uma plataforma de embate, Liz levou a melhor sobre a quirguistanesa.

Brasileiros confirmados

Dos 26 combates confirmados para este final de semana, 10 terão representantes tupiniquins. Com sete apresentações no card preliminar, Polyana Viana (57,2kg), Alex Leko (70,5kg.), Geraldo de Freitas, Raulian Paiva (56,9kg), Rogério Bontorin (56,9kg), Marina Rodriguez (52,4kg), Gilbert Durinho (77,6kg) e Raphael Bebezão (118,4kg) não decepcionaram e ficaram dentro do limite de suas categorias.

No principal, três atletas do Brasil também cumpriram suas obrigações e serão responsáveis por entreter o público na reta final do evento. O estreante, Rodolfo Vieira, um pouco tímido, fez sua primeira pesagem pelo Ultimate batendo 84,1kg. Luiz Eduardo Garagorri bateu 66kg e Vicente Luque, que faz o duelo co-principal, garantiu 77,6kg.

Veja a pesagem da campeã

Confira o peso dos atletas para o UFC Montevidéu

CARD PRINCIPAL 

Peso mosca (até 56,7kg): Valentina Shevchenko (56,5kg) x Liz Carmouche (56,7kg)

Peso meio-médio (até 77kg): Vicente Luque (77,6kg) x Mike Perry (77,3kg)

Peso pena (até 65,7kg): Luiz Eduardo Garagorri (66kg) x Humberto Bandenay (66,2kg)

Peso meio-pesado (até 93kg): Volkan Oezdemir (93,2kg) x Ilir Latifi (92,8kg)

Peso médio (até 83,9kg): Rodolfo Vieira (84,1kg) x Oskar Piechota (83,9kg)

Peso pena (até 65,7kg): Enrique Barzola (65,8kg) x Bobby Mofett (66,2kg)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado (até 120,2kg): Ciryl Gané (109,5kg) x Raphael Bebezão (118,4kg)

Peso meio-médio (até 77,3kg): Gilbert Durinho (77,6kg) x Alexey Kunchenko (77,1kg)

Peso palha (até 52,1kg): Tecia Torres (52,2kg) x Marina Rodriguez (52,4kg)

Peso mosca (até 56,1kg): Rogério Bontorin (56,9kg) x Raulian Paiva (56,9kg)

Peso galo (até 61,2kg): Geraldo de Freitas (61,2kg) x Chris Gutierrez (61,7kg)

Peso leve (até 70,3kg): Rodrigo Kazula (70,8kg) x Alex Leko (70,5kg)

Peso mosca (até 56,7kg): Veronica Macedo (56,9kg) x Polyana Viana (57,2kg)

*Com exceção de Shevchenko e Carmouche, que lutam pelo cinturão, todos os atletas tiveram uma libra de tolerância (0,454g.).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário