Cirúrgico, Rodolfo Vieira faz valer fama e estreia com finalização no UFC Montevidéu

Brasileiro confirma especialidade no jiu-jitsu e derrota Oskar Piechota no card principal deste sábado

R. Vieira vence em estreia pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Especialidade da casa. Como esperado, Rodolfo Vieira mostrou ao mundo que tem um grande futuro no MMA. Passada expectativa da estreia no Ultimate, o brasileiro apresentou aos fãs de artes marciais sua maior especialidade ao derrotar o polonês Oskar Piechota por finalização no segundo round no UFC Montevidéu, neste sábado. O triunfo marcou a sexta vitória consecutiva do carioca.

Veja Também

Vídeo: Assista à finalização de Rodolfo Vieira contra Oskar Piechota no UFC Montevidéu
VÍDEO: Assista os melhores momentos de Vicente Luque x Mike Perry no UFC Montevidéu
Vídeo: Lutador fica com nariz deformado após joelhada de brasileiro no UFC Montevidéu

Os entusiastas de MMA estavam ansiosos para observar como seria o desempenho de Rodolfo no evento que reúno os melhores atletas do mundo. Multicampeão mundial de jiu-jitsu, o brasileiro estreou na nova modalidade em 2017 e, desde então, realizou seis combates entre os médios (até 83,9kg.) e nunca foi batido.

Antes do evento desde final de semana, Vieira somava quatro finalizações em seus últimos cinco combates. Na semana que precedia o card uruguaio, o carioca não escondeu sua estratégia de que tentaria vencer por finalização o mais rápido possível.

Seu oponente, Oskar Piechota, de 29 anos, tentava se recuperar da primeira derrota de sua carreira, ocorrida em julho do ano passado, quando enfrentou Gerald Meerschaert, e foi batido, também, por finalização. O polonês, após o revés, agora soma duas derrotas e 11 vitórias em seu cartei profissional.

A luta

Rodolfo iniciou a luta tomando a iniciativa com um jab, que acertou o oponente. Precavido, o atleta se mantinha atento na movimentação de Oskar. Novamente o brasileiro conseguiu atingir o oponente com um soco. Após a investida, Vieira tentou pela primeira vez levar o adversário para o chão. O polonês se defendeu e respondeu com uma boa combinação de socos. Na metade do assalto, o carioca conseguiu derrubar o oponente e começou a trabalhar para tentar a finalização do combate. Piechota conseguia se defender do brasileiro, mas Vieira não desistia. No fim da etapa, Oskar conseguiu se levantar, mas não havia mais tempo.

No segundo round, o polonês começou tomando a iniciativa e tentando alguns socos no rosto do brasileiro. Vieira aguardava a oportunidade certa para derrubar o oponente, que tentava não dar brechas para Rodolfo usar seu jiu-jitsu. Passados dois minutos, o carioca conseguiu a queda próximo ao centro do octógono e tentou novamente finalizar. Oskar, no entanto, explodiu e conseguiu se levantar. Com a estratégia da luta no chão, o brasileiro novamente derrubou Piechota e começou a pontuar no combate desferindo bons socos no rosto de Oskar. Após encontrar um espaço, Rodolfo conseguiu encaixar um katagatame e obrigou o polonês a bater em desistência.

Resultados do UFC Montevidéu

CARD PRINCIPAL 

Peso mosca (até 56,7kg): Valentina Shevchenko derrotou Liz Carmouche na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso meio-médio (até 77kg): Vicente Luque derrotou Mike Perry na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg): Luiz Eduardo Garagorri derrotou Humberto Bandenay na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg): Volkan Oezdemir derrotou Ilir Latifi por nocaute a 4m31s do R2

Peso médio (até 83,9kg): Rodolfo Vieira derrotou Oskar Piechota por finalização a 4m26s do R2

Peso pena (até 65,7kg): Enrique Barzola derrotou Bobby Mofett na decisão dividia dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio (até 77,3kg): Gilbert Durinho derrotou Alexey Kunchenko na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pesado (até 120,2kg): Ciryl Gané derrotou Raphael Bebezão por finalização a 4m12s do R1

Peso palha (até 52,1kg): Marina Rodriguez derrotou Tecia Torres na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso mosca (até 56,1kg): Rogério Bontorin derrotou Raulian Paiva por nocaute técnico a 2m26s do R1

Peso galo (até 61,2kg): Chris Gutierrez derrotou Geraldo de Freitas na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg): Alex Leko derrotou Rodrigo Kazula na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg): Veronica Macedo derrotou Polyana Viana por finalização a 1m09 do R1

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário