Bate-Estaca desembarca em país de rival e busca primeira defesa de cinturão

Brasileira vai à China para enfrentar Weili Zhang e tenta vencer série invicta da adversária, além de público contra; mais quatro atletas representam as cores tupiniquins na Ásia

J. Andrade posa com seu cinturão na China. Foto: Reprodução/Instagram @jessicammapro

Embora não esteja recheado de grandes estrelas, o Ultimate está próximo de fazer história neste sábado (31) com o UFC Shenzen. Para o evento deste final de semana, a diretoria da organização, pela primeira vez, leva para a China um card com uma disputa de cinturão envolvida. A brasileira Jéssica Andrade irá defender, pela primeira vez, seu título das palhas (até 52,1kg.) contra a atleta local, Weili Zhang. Um dos planos da companhia é expandir os negócios para o país mais populoso do mundo.

Veja Também

Amigo pessoal, Velasquez acredita que Cormier volta a enfrentar Miocic: ‘Acho que ele quer a revanche’
Massaranduba encara Bobby Green no UFC São Paulo, em novembro, diz site
Vindo de duas derrotas, Serginho Moraes retorna o octógono no UFC São Paulo, em novembro, diz site

No combate principal, as mulheres trocam força para saber se o cinturão ficará na China, ou retornará com ‘Bate-Estaca’ para o Brasil. Caso vença, a paranaense manterá o país tupiniquim como o maior representante das artes marciais femininas da atualidade, que hoje também conta com Amanda Nunes como detentora de dois cinturões (galos e penas).

Além de Andrade, o Brasil será representado por mais quatro atletas. Elizeu Capoeira é o responsável por agitar o público no combate co-principal da noite contra o anfitrião, Li Jingliang, em combate válido pelos pesos meio-médios (até 77kg.). Os outros lutadores são Thiago Moisés, Karol Rosa e Lara Procópio, que se enfrentam na primeira luta da noite.

Jéssica x Zhang

Andrade subirá ao octógono neste sábado com uma responsabilidade enorme. Além de tentar superar a pressão de realizar a primeira defesa de seu título no UFC, a lutadora terá que driblar as qualidades de sua oponente e vencer a torcida negativa de um público que, provavelmente, apoiará a atleta da casa.

Weili, adversária de Bate-Estaca, vem de uma impressionante série de 18 lutas consecutivas sem saber o que é perder. Sua única derrota na carreira aconteceu em 2013, logo em sua estreia como atleta profissional das artes marciais mistas. Após o episódio, a chinesa qualificou seu jogo e se tornou uma atleta que, hoje, está na situação de desafiante a um título do Ultimate.

A brasileira, apesar de menos idade, entra para o combate levando consigo um cartel que lhe rende mais experiência do que a rival. Bate-Estaca, além de suas 26 lutas na carreira, soma 15 pelo UFC e duas lutas pelo cinturão da organização. Antes de bater Rose Namajunas, no UFC 237, a lutadora teve uma tentativa frustrada de se tornar campeã, quando foi batida por Joanna Jędrzejczyk, em 2017.

O revés para a polonesa foi o último da carreira da paranaense que, hoje, é a peso palha mais perigosa do planeta.

Capoeira x Li Jingliang

Antes do duelo entre Andrade e Weili, os espectadores poderão contar com outro bom combate no evento. Na luta co-principal, o brasileiro Elizeu Capoeira topou o desafio de encarar Li Jingliang.

Na ambição de se tornar um dos atletas mais bem ranqueados na divisão, que hoje é dominada pelo nigeriano Kamaru Usman, o paranaense aceitou o casamento da luta contra um adversário menos experiente, mas que contará com um país inteiro em seu corner.

O brasileiro vem em uma ótima fase na carreira. O embate contra Li marcará a nona apresentação de Elizeu pelo UFC, onde o atleta foi derrotado apenas em sua estreia pela empresa, em 2015. Isso faz com que o paranaense esteja invicto há sete combates e mais de quatro anos.

Seu adversário também vem em uma boa fase. Li não é derrotado há dois combates. O encontro com o brasileiro marcará a décima apresentação do atleta pelo Ultimate.

Duelo entre brasileiras estreantes

As atletas do Brasil, Karol Rosa e Lara Procópio terão a responsabilidade de, além de representar as cores brasileiras, promoverem o primeiro combate do evento.

Karol realizará sua estreia no UFC e tentará ampliar seus triunfos e levar para frente o sonho de se tornar, um dia, a campeã da divisão, que hoje é dominada pela compatriota Amanda Nunes. A capixaba faz sua terceira luta no ano e tenta tirar a invencibilidade de Procópio.

Assim como Rosa, Lara também faz seu debute no Ultimate. Com seis vitórias e nenhuma derrota na carreira, a lutadora da Nova União chega à China representando Minas Gerais e busca seu primeiro triunfo desde que assinou contrato com o UFC.

Como o evento acontecerá na China, o horário do card será diferente dos comumente acompanhados. O card preliminar terá início na madruga de sexta-feira para sábado e está programado para começar às 4h (horário de Brasília).

Ficha técnica do UFC Shenzhen

DATA: 31 de agosto de 2019

HORÁRIO: A partir das 4h (horário de Brasília)

LOCAL: Shenzhen Universiade Sports Centre, Shenzhen, China

COMO ASSISTIR: Canal Combate

CARD PRINCIPAL (7h, horário de Brasília)

Peso palha (até 52,1kg.): Jéssica Bate-Estaca x Weili Zhang – Luta pelo cinturão

Peso meio-médio (até 77kg.): Li Jingliang x Elizeu Capoeira

Peso mosca (até 56,7kg.): Mark de la Rosa x Kai Kara-France

Peso pena (até 65,7kg.): Zhenhong Lu x Movsar Evloev

Peso mosca (até 56,7kg.): Wu Yanan x Mizuki Inoue

CARD PRELIMINAR (4h, horário de Brasília)

Peso meio-médio (até 77kg.): Kenan Song x Derrick Krantz

Peso médio: Anthony Hernandez x Jun Yong Park

Peso galo (até 61,2kg.): Andre Soukhamthath x Su Mudaerji

Peso meio-pesado (até 93kg.): Da Un Jung x Khadis Ibragimov

Peso leve (até 70,3kg.): Damir Ismagulov x Thiago Moisés

Peso galo (até 61,2kg.): Karol Rosa x Lara Procópio

Peso galo (até 61,2kg.): Batgerel Danaa x Heili Alateng

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments