UFC Moscou: Klidson Abreu é superado por russo invicto em decisão polêmica

Único representante brasileiro no card, Klidson perdeu para Shamil Gamzatov em decisão polêmica dos juízes laterais

Klidson perdeu em decisão polêmica (Foto: FacebookKlidson)

Após fazer sucesso em eventos europeus, Klidson Abreu chegou ao UFC ostentando o apelido de ‘Terror dos russos’. Na maior organização de MMA do mundo, porém, o brasileiro ainda não conseguiu fazer jus à fama. Neste sábado (9), na primeira luta do card principal do UFC Moscou, o brasileiro meio-pesado (até 93kg), apesar de ter tido os melhores momentos do combate, foi superado pelo estreante local Shamil Gamzatov, que o derrotou por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28). 

Saiba mais

UFC Moscou: Zabit dá show, sofre no fim, mas vence Kattar e pede por cinturão
Alexander Volkov aplica choque de realidade em Greg Hardy e volta a vencer no UFC Moscou

Esse foi o segundo revés de Klidson em três lutas na casa, todas em 2019: antes, perdeu para o também russo Magomed Ankalaev e superou Sam Alvey, ambas por pontos. Gamzatov, por sua vez, manteve 100% de aproveitamento em seu cartel profissional, com 14 vitórias.

A luta

Klidson começou encurralando Gamzatov, que tentava surpreender com chutes na linha de cintura. Cautelosos, os dois lutadores pouco atacavam enquanto circulavam pelo octógono. Depois de dois minutos, Abreu jogou uma joelhada voada, mas passou no vazio. O russo tentou encaixar um chute alto, mas o brasileiro respondeu na mesma moeda. Ambos se soltaram mais no minuto final, disparado mais golpes, mas sem efetividade para nenhum lado.

A segunda etapa começou mais agitada, com Klidson buscando a iniciativa do combate. Gamzatov, aparentando cansaço, tentava responder apenas com contragolpes. O brasileiro passou a ter pequena vantagem no duelo, conectando golpes limpos no rosto do rival. Se movimentando bastante, Klidson dificultava o jogo de Gamzatov, que não conseguia acompanhar o ritmo da luta. Faltando 40 segundos, o brasileiro quedou e caiu por cima, mas não conseguiu trabalhar no chão.

Ciente da desvantagem, Gamzatov voltou buscando mais a luta, cercando brasileiro, que se movimentava de maneira inteligente, pontuando com fortes chutes baixos na parte de fora da perna. Empurrado pela torcida, o russo começou a crescer na disputa, mas foi travado pelo jogo de grade do brasileiro, que esfriou as ações até o cronômetro esgotar.

Primo de Khabib Nurmagomedov estreia com derrota

O grande destaque da porção preliminar do UFC Moscou foi a estreia do meio-médio Abubakar Nurmagomedov, primo do campeão peso leve Khabib Nurmagomedov. Apesar de ter o estilo de luta bem parecido com o do astro de sua família, o desfecho para o russo não foi nada bom. Amplamente favorito nas casas de apostas, Abubakar foi finalizado pelo alemão David Zawada aos 2m50s do primeiro, para a frustração dos fãs presentes na arena. Khabib, que estava em seu corner, não escondeu o abatimento com o revés.

Veja como foi a derrota de Abubakar Nurmagomedov:

À la Anderson Silva, Ankalaev nocauteia Lungiambula

Ankalaev aplicou nocaute brutal em Lungiambula (Foto: TwitterUFC)

Uma das principais promessas da nova geração dos meio-pesados (até 93kg), Magomed Ankalaev deu mais um importante passo rumo ao top 15 da categoria. Na luta de encerramento do card preliminar, o russo nocauteou Dalcha Lungiambula aos 29s do terceiro round com um belo e brutal chute frontal, muito parecido com o aplicado por Anderson Silva contra Vitor Belfort, em 2011. Esse foi o terceiro triunfo seguido de Ankalaev no Ultimate, enquanto Lungiambula, que estreou com vitória em junho deste ano, perdeu pela primeira vez na companhia.

Resultados do UFC Moscou

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Zabit Magomedsharipov derrotou Calvin Kattar por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso pesado (até 120,2kg.): Alexander Volkov derrotou Greg Hardy por decisão unânime dos juízes (30×27 30×27, 30×27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Danny Roberts derrotou Zelim Imadaev por nocaute aos 4m54s do R2

Peso meio-pesado (até 93kg.): Ed Herman derrotou Khadis Ibragimov por decisão unânime dos juízes (30×27 30×27, 29×28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Anthony Rocco Martin derrotou Ramazan Emeev por decisão unânime dos juízes (30×27 29×28, 29×28)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Shamil Gamzatov derrotou Klidson Abreu por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg.): Magomed Ankalaev derrotou Dalcha Lungiambula por nocaute técnico aos 29s do R3

Peso meio-médio (até 77kg.): Rustam Khabilov derrotou Sergey Khandozhko por decisão unânime dos juízes (30×27 29×28, 29×28)

Peso médio (até 83,9kg.): Karl Roberson derrotou Roman Kopylov por finalização (mata-leão) aos 4m01s do R3

Peso meio-médio (até 77kg.): David Zawada derrotou Abubakar Nurmagomedov por finalização (triângulo) aos 2m50s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Roosevelt Roberts derrotou Alexander Yakovlev por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso galo (até 61,2kg.): Pannie Kianzad derrotou Jessica-Rose Clark por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso galo (até 61,2kg.): Davey Grant derrotou Grigory Popov por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário