Deiveson encerra suspense, bate peso e garante disputa de cinturão neste sábado

Após falha em fevereiro, brasileiro cumpre compromisso e, assim como Joseph Benavidez, confirma presença na luta pelo título dos moscas; não houve problemas entre os outros 23 combatentes

D. Figueiredo em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Fim do suspense. Esperança brasileira para a divisão dos moscas (até 56,7kg), Deiveson Figueiredo cumpriu o compromisso com a balança e garantiu a disputa de cinturão da divisão contra Joseph Benavidez neste sábado (18), no UFC Ilha da Luta 2. Não houve falhas entre os demais atletas na pesagem realizada na manhã desta sexta-feira (17).

Veja Também

Colby Covington divulga suposto contrato e acusa Tyron Woodley de rejeitar luta
Rival de Raphael Bebezão se lesiona e é substituído por Tanner Boser no UFC Ilha da Luta 3
Rose Namajunas confirma desejo de encarar Weili Zhang em sua próxima luta: ‘Ela é incrível’

Deiveson subiu à balança para apagar o episódio de fevereiro, quando, na disputa pelo mesmo cinturão, estourou o limite da categoria e perdeu a chance de levar o título para casa mesmo vencendo o desafio. Como afirmado pelo brasileiro, desta vez, a preparação foi diferente, o que levou a um corte de peso mais seguro. Ao fim do processo, o paraense confirmou 56,6kg, 100g abaixo do obrigatório.

Responsável por protagonizar o espetáculo junto a Figueiredo, Benavidez também não teve problemas. Com tranquilidade, o norte-americano foi um dos primeiros a se apresentarem no local das aferições e marcou a mesma quantidade do brasileiro, com 56,7kg.

Também não houve surpresas para a luta co-principal do evento. Ex-desafiante ao cinturão interino dos médios, Kelvin Gastelum fez o uso da libra (454g) de tolerância e conferiu 84,3kg.

Assim como o norte-americano, Jack Hermanson marcou 84,3kg. e irá enfrentar o rival na busca de retornar ao radar para uma sonhada disputa de cinturão.

O card principal do evento será marcado para o encontro entre duas brasileiras. Luana Dread e Ariane Lipski realizarão um confronto brazuca na divisão das moscas e pesaram a mesma quantia: 57,1kg, dentro do limite e usando a libra de tolerância.

Suplente oficial para a luta principal da noite, Alexandre Pantoja mostrou profissionalismo e bateu o limite da categoria para uma disputa de cinturão. O atleta cravou 56,6g. e vai enfrentar Askar Askarov. Pantoja substituiria um dos desafiantes, caso ocorresse algum imprevisto.

Mais brasileiros

Com dois atletas tupiniquins no card preliminar, o Brasil terá representantes nas duas primeiras lutas da noite. Davi Ramos e Carlos Boi serão os responsáveis por agitar os fãs nos confrontos que abrem o card.

Primeiro a pisar no octógono, Carlos, representante dos pesados (até 120,2kg.), marcou 118,3kg., ficando quase 10kg acima de seu oponente, Sergei Spivak, que conferiu 108,8kg.).

Representante dos leves (até 70,3kg.), Davi Ramos garantiu 70,7kg. (com uso da libra de tolerância) e vai enfrentar Arman Tsarukyan, que confirmou a mesma quantia.

Confira os pesos dos atletas do UFC Ilha da Luta 2

CARD PRINCIPAL

Peso mosca (até 56,7kg.): Deiveson Figueiredo (56,6kg.) x Joseph Benavidez (56,6kg.) – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Kelvin Gastelum (84,3kg.) x Jack Hermansson (84,3kg.)

Peso leve (até 70,3kg.): Marc Diakiese (70,7kg.) x Rafael Fiziev (70,7kg.)

Peso mosca (até 56,7kg.): Luana Dread (57,1kg.) x Ariane Lipski (57,1kg.)

Peso mosca (até 56,7kg.): Alexandre Pantoja (56,6kg.) x Askar Askarov (57,1kg.)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg.): Khadis Ibragimov (93,4kg.) x Roman Dolidze (93,4kg.)

Peso casado (até 68kg.): Grant Dawson (68kg.) x Nad Narimani (68kg.)

Peso leve (até 70,3kg.): Joe Duffy (70,5kg.) x Joel Alvarez (70,7kg.)

Peso galo (até 61,2kg.): Brett Johns (61,6kg.) x Montel Jackson (61,6kg.)

Peso galo (até 61,2kg.): Malcolm Gordon (até 61,2kg.) x Amir Albazi (61,6kg.)

Peso leve (até 70,3 kg.): Davi Ramos (70,7kg.)x Arman Tsarukyan (70,7kg.)

Peso pesado (até 120,2kg.): Carlos Boi (118,3kg.) x Sergey Spivak (108,8kg.)

*Em lutas não válidas por cinturões, os atletas têm uma libra (454g) de tolerância sobre os pesos oficiais de suas respectivas divisões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments