IMAGENS MAIS FORTES que choraram em 2020 | SUPER LUTAS

IMAGENS FORTES: Relembre os momentos que choraram os fãs em 2020

Orelhas dilaceradas, braços envergados, nocautes ilegais entre outros; relembre o que impressionou o mundo nas artes marciais mistas em 2020

A. Sakai foi derrotado por A. Overeem no UFC Las Vegas 9. Foto: Reprodução/Instagram

Não só de belos nocautes, finalizações e lutas sobrevive o MMA. Em alguns momentos, cenas chocantes acontecem e, de acordo com sua gravidade, ganham proporções mundiais. Seja no UFC, Bellator ou qualquer organização de artes marciais mistas do mundo, as ‘IMAGENS FORTES’ seguiram em alta na temporada de 2020.

Próximo ao fim da temporada, nossa equipe selecionou 10 imagens que rodaram o mundo e proporcionaram momentos de calafrios em boa parte dos espectadores. Confira:

1) Vicente Luque deforma rival

V. Luque (dir.) derrotou N. Price (esq.) por nocaute técnico no terceiro round. Foto: Reprodução/Instagram @luquevicente

Na luta contra Niko Price, em maio, pelo UFC, Vicente Luque travou uma verdadeira batalha contra o rival. Durante três rounds, os meio-médios (até 77kg.) aceitaram a trocação franca e o que se viu ao fim do confronto foi o rosto do norte-americano bastante magoado. O brasileiro saiu vencedor por nocaute, após interrupção médica.

2) Jedrzejczyk paga o preço pela ‘guerra’ com Zhang

J. Jedrzejczyk (esq.) e W. Zhang (dir.) travaram uma das melhores lutas de 2020, até o momento. Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Protagonista de uma das melhores lutas de 2020, a ex-campeã do peso palha (até 52,1kg.), Joanna Jedrzejczyk pagou um preço alto pela grande batalha vivida contra a atual líder do grupo, Weili Zhang. Na luta co-principal do UFC 248, a polonesa, que tentava recuperar seu antigo cinturão, acabou não tendo êxito e deixou o octógono com o rosto completamente desfigurado, vítima dos ataques da chinesa, que manteve o título na decisão unânime dos juízes.

J. Jedrzejczyk fica com o rosto irreconhecível após sua luta no UFC 248. Foto: Reprodução/Twitter

3) Lutadora sofre lesão e não percebe

S. Rocha sofreu lesão impressionante no SFT22. Foto: Reprodução/Twitter @SidneyS20640246

Veja Também

Um caso inusitado impressionou no STF 22, em São Paulo, no fim de outubro. No confronto contra Karine Silva, disputado no peso galo, Sidy Rocha causou tensão ao tentar defender uma chave de braço encaixada aplicada pela rival. Nas imagens, é possível notar que o braço de Rocha sai do lugar, mas a atleta não percebe. Ao ver a situação, o árbitro interrompe o confronto imediatamente, para manter a integridade da atleta.

4) Sakai sente a força de Overeem

A. Sakai foi derrotado por A. Overeem no UFC Las Vegas 9. Foto: Reprodução/Instagram

Uma das promessas do peso pesado (até 120,2kg.) do UFC, Augusto Sakai acabou sentindo na pele a força dos punhos do veterano Alistair Overeem. Em sua primeira luta principal com as luvas do Ultimate, em setembro, o curitibano acabou sendo vítima da experiência do holandês e sucumbiu com um duro nocaute no quinto round. Após o confronto, paranaense foi clicado com um corte profundo na testa, consequência dos punhos e cotovelos do adversário.

5) Foi ‘sem querer’

D. Stoltzfus mostra solidariedade à lesão sofrida por J. Pyfer. Foto: Reprodução/Instagram

Em uma das edições do ‘Dana White’s Contender Series’, programa que dá a lutadores a oportunidade de assinarem contratos profissionais com o UFC,  Dustin Stoltzfus e Joe Pyfer tiveram um momento curioso. No primeiro round do confronto disputado no peso médio (até 83,9kg.), Pyfer acabou sofrendo um lesão infeliz, quando caiu de mau jeito em um queda aplicada pelo adversário. No vídeo (veja abaixo), é possível perceber o momento em que o braço direito do lutador sai do lugar. Percebendo a gravidade, o árbitro interrompeu o confronto e, assustado, Dustin chegou a se desculpar com o companheiro de profissão.

6) Lesão perigosa com golpe ilegal na LFA

B. Salmon exibiu a lesão sofrida na LFA em 10 de julho. Foto: Reprodução/Instagram

Em 22 de julho, pelo LFA 84, uma cena impressionou os fãs de MMA. Além de uma lesão perigosa, um atleta colocou seu adversário em risco após desferir uma joelhada ilegal. No confronto contra Shawn West, Boston Salmon levou a pior. Na posição de três apoios, o atleta acabou surpreendido com uma joelhada do adversário, que o levou a nocaute imediato. Após avaliação médica, foi constado pelo empresário de Boston que o atleta sofreu uma fratura no osso orbital. Dias depois, o combatente divulgou uma imagem do seu rosto visivelmente desfigurado.

7) Ferguson: homem de outro mundo

Charles derrotou Ferguson na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Embora tenha sido derrotado em sua luta mais recente, Tony Ferguson voltou a dar sinais de que pode não ser deste mundo. Na luta contra Charles do Bronx, em que foi dominado por praticamente 15 minutos, o norte-americano deu uma verdadeira prova de resistência e valentia. No fim do primeiro round, o ‘Bicho Papão’ foi pego por uma chave de braço justa do brasileiro, mas se recusou a bater, tendo seu braço envergado e a ponto de quebrar. A sorte de Ferguson foi ser salvo pelo gongo.

8) ‘Sem orelha’: Parte 1

M. Griffin vence e pune adversário. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em 2020, alguns eventos ficaram marcados por atletas que sofreram lesões na orelha a ponto de elas quase descolarem do corpo. Começando pelo Ultimate, especificamente no UFC Las Vegas 13. No confronto contra Max Griffin, Ramiz Brahimaj acabou sendo vítima de uma lesão, consequência dos ataques do adversário. Ao notar a orelha de Ramiz ‘dependurada’, o árbitro imediatamente interrompeu o confronto.

R. Brahimaj sofre grave lesão em sua estreia no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufcnewsalerts

9) ‘Sem orelha’: Parte 2

O Taura 10, realizado no fim de outubro, também protagonizou momentos de tensão. No embate contra o brasileiro Ary Farias, Johnny Campbell acabou ‘sem orelha’ no confronto, que foi encerrado com apenas 25 segundos. A lesão (veja abaixo) aconteceu após uma combinação de socos desferida por Farias, que chegou a levar seu rival ao chão. Ao perceber a gravidade, o árbitro parou a luta.

Lutador fica sem orelha no Taura MMA 10. Foto: Foto: Gaspar Gaúcho/Taura MMA

10) ‘Sem orelha’:  Parte 3

FEN 31 ficou marcado pela lesão sofrida por L. Borowski (esq.). Foto: Reprodução/Twitter @FENmma

Pelo FEN (Fight Exclusive Night) 31, realizado no fim de novembro, Lukasz Borowski acabou sendo mais uma vítima da ‘maldição da orelha’. O atleta trocava forças com Pawel Trybala e, após sofrer um ataque certeiro, teve uma lesão que obrigou o árbitro a interromper o duelo. A vítima, em um primeiro momento, mostrou muita irritação com a situação, chegando a fazer um gesto obsceno para o rival.

 

Romero dominado no Bellator e aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments